Textos na Categoria 'Estudo Cabalístico'

Professor E Alunos

laitman_938.05Pergunta: De que maneira você, como Cabalista, se adapta aos alunos e ao grupo? Como se interconecta e se anula?

Resposta: Como nos adaptamos aos recém-nascidos e crianças à medida que crescem e se tornam cada vez mais adultos? Eles não se adaptam a nós, mas sempre nos adaptamos a eles. Dizem que uma criança pequena é a cabeça da família porque a família existe para ela.

Por que preciso de um grupo: para eles me servirem ou eu servi-los? Eu preciso elevar os alunos ao próximo nível.

Pergunta: Você, como professor, vê claramente se o grupo, os alunos, o percebe corretamente?

Resposta: Eu mantenho meus alunos em mim como “uma galinha sobre os ovos”. Eu os preencho, os controlo, os mantenho em uma coleira curta, causo certas reações, certas influências, monitoro suas reações, e de acordo com isso, mudo a mim mesmo – não eles. Na Cabalá, o professor deve se adaptar mais aos alunos do que os alunos ao professor.

Pergunta: Quando você mantém os alunos dentro de você, mantém contato com eles através do Criador ou eles estão dentro do seu Partzuf espiritual como uma criança no útero?

Resposta: Isso significa no Criador porque o sistema chamado “ventre”, no qual carrego meus alunos, é o Criador em mim. Somente Nele estão as próximas almas nascidas.

Da Lição de Cabalá em Russo 01/04/18

Um Estudante Pode Ser Superior Ao Seu Professor?

laitman_544Pergunta: O surgimento de um professor na vida de uma pessoa é uma manifestação explícita do Criador, que deixa claro para o estudante que ele está pronto para a correção?

Resposta: Sim, esta é uma mensagem do Criador para a pessoa, e tudo depende da própria pessoa.

Pergunta: Um estudante pode ser superior ao seu professor em um aspecto espiritual?

Resposta: Certamente! Um bom professor invejaria seu estudante que o superou? Ele só vai se orgulhar dele.

Pergunta: Isso é possível? Isso já aconteceu antes?

Resposta: Claro!

Da Lição de Cabalá em Russo 18/03/18

Futebol 2018

Laitman_124Observação: O futebol é a religião da humanidade. Os meninos correm e perseguem a bola no Irã, em Israel, na França, na Turquia e na Alemanha. Existe algum tipo de unidade em torno do futebol.

Meu Comentário: As pessoas precisam disso. Melhor futebol que guerra.

Sou a favor de que as pessoas joguem em vez de se engajarem em guerras e brigas. Mas teremos que adicionar uma relação diferente a isso, para tornar esse jogo não-egoísta, para que as pessoas comecem a se comunicar porque ainda há muito espírito competitivo no futebol.

Parece-me que, se os próprios jogadores, após a derrota ou a vitória mútua, organizassem um bom jantar festivo todos juntos, num abraço, isso seria um bom exemplo para o mundo de como ele deveria se desenvolver.

Como dizem, a amizade ganhou. Espero que, de alguma forma, algum dia, cheguemos a isso, e então as pessoas verão que há uma base para o bem nesses jogos.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman”, 26/06/18

A Descoberta De Adão E A Falha Das Ciências Modernas

laitman_250Pergunta: Como os Cabalistas descobriram que tudo vem da força superior?

Resposta: A primeira pessoa com maior sensibilidade apareceu 5778 anos atrás; ele descobriu que tudo vem da força superior e explicou isso. Seu nome era Adão.

Ele descreveu o que descobriu no livro O Anjo Secreto (Raziel HaMalach). Era um pequeno livreto de 70 a 80 páginas, mas naquela época era considerado uma publicação respeitável.

Como todas as obras Cabalísticas, inicialmente este livro foi escondido do público e só foi revelado há 3.500 anos. Praticamente todas as forças da natureza foram descritas, mas de uma forma muito difícil, essencialmente criptografada.

A partir de então, toda a metodologia foi revelada e cada pessoa tem a oportunidade de aprofundar, estudar e aprender.

Pergunta: Os cientistas ainda não estão falando sobre isso?

Resposta: Os cientistas são cada vez mais incapazes de compreender o mundo em que vivemos. Embora nosso mundo esteja constantemente se revelando cada vez mais, não é, contudo, o tipo de revelação que pode ser compreendido pelos instrumentos humanos de estudo. Em vez disso, requer uma ordem muito maior de compreensão.

Um quadro paradoxal aparece: apenas descobrimos pedaços pequenos e fragmentados de toda a criação e construímos toda a nossa ciência nesses fragmentos. No entanto, nos últimos tempos, tais fenômenos estão sendo revelados que não podemos explicar.

Einstein, Hugh Everett e outros cientistas ofereceram alguma compreensão, mas, mesmo assim, o mundo em que vivemos está se tornando cada vez mais incompreensível.

Não temos respostas para a maioria das questões que surgem hoje porque essas questões exigem uma abordagem completamente diferente, que ainda não possuímos. Não podemos existir acima do tempo, do espaço e da velocidade infinita, e não podemos viver em uma matriz diferente daquela em que existimos.

É por isso que a ciência, isto é, o potencial de nosso conhecimento, está num beco sem saída, mas não a natureza em si – ela é revelada na forma de nuvens escuras, buracos negros e assim por diante. Quem pode explicar tudo isso? O mesmo também se aplica ao micromundo.

Isso se deve ao fato de que nossas ferramentas cognitivas são muito limitadas. A ciência nos dá o que pode, sendo o produto de nossas capacidades e nada mais.

Da Lição de Cabalá em Russo 08/04/18

Cabalá Não Envolve Meditação

Laitman_506.5Pergunta: A meditação é também uma contemplação interior. Como ela difere da contemplação Cabalística?

Resposta: Não há meditação na Cabalá. Às vezes, a meditação é chamada de oração, isto é, um pedido, uma aspiração do grau mais baixo ao grau mais alto. Tal pedido obriga o nível superior a ajudar o inferior. Isso é chamado de oração. Não há outra meditação.

Eu ouvi muito sobre meditação. Algumas pessoas até tentaram me ensinar meditação. Mas tudo isso acabou rapidamente porque eu estudo e ensino apenas a Cabalá clássica.

As invenções das pessoas, não importando se elas acreditam ou não, não são provas para mim. Portanto, não entendo como alguém pode meditar. Em outras palavras, como alguém desenvolve a imaginação ao ponto dela começar a afetá-lo? Ele é incluído em um determinado ciclo, onde se excita e supostamente se transfere para outros espaços imaginários. A Cabalá não tolera isso porque a Cabalá é uma ciência.

Da Lição de Cabalá em Russo 01/04/18

Aspirar À Verdade

laitman_231.01Pergunta: Eu conheço algumas pessoas que, através de práticas espirituais e rejeição de desejos, vivem em prol do divino e entram facilmente no reino espiritual. No entanto, nenhuma delas está envolvida com a Cabalá. Por que você insiste que revelar o Criador só é possível com a ajuda da Cabalá?

Resposta: Eu não insisto em nada e não discuto com ninguém. Eu tenho meu próprio entendimento. Se alguém quiser dominá-lo, pode aprender com os materiais que colocamos na Internet. Além disso, não quero debater qual método é melhor para estudar ou como fazê-lo.

Por que eu deveria dissuadir alguém sobre se ele está certo ou não? Na medida em que uma pessoa se esforça pela verdade, ela encontra seu próprio método, aspira mais e avança. O mais importante é não parar. Portanto, o que quer que você faça, eu aconselho apenas uma coisa: continue a aprofundar-se, expanda-se e não tenha medo de nada.

A Torá/Cabalá não aceita a rejeição do egoísmo porque ele é a nossa matéria. Quanto mais o usamos, mais temos a oportunidade de ascender.

Ao contrário das religiões ou da maioria das práticas espirituais, a Cabalá usa o egoísmo com alegria, como um presente do Criador. Afinal, é o egoísmo que separa o ser humano e toda a criação do Criador. E se quisermos destruir o ego ou anular o próprio desejo, o que permanecerá de nós?

Da Lição de Cabalá em Russo, 18/03/18

Trabalhando Com Textos Cabalísticos

laitman_526Pergunta: Os livros Cabalísticos afetam uma pessoa se ela os lê sozinha? Ou você precisa lê-los com um grupo?

Resposta: Leia como quiser, apenas é desejável que estes sejam livros Cabalísticos reais, para o seu nível, e que você encontre a si mesmo corretamente nestes livros.

Pergunta: Quais são os critérios para o estudo correto dos livros?

Resposta: Estude a literatura que é recomendada para você nos cursos de Cabalá em sua comunidade.

Pergunta: Além disso, como você trabalha com livros?

Resposta: Eu estudei fontes Cabalísticas primárias em detalhes muitas vezes. Há até mesmo artigos e cartas que li algumas centenas de vezes e sempre encontrei algo novo nelas. Portanto, na Cabalá, não há fontes que eu não soubesse e não tivesse trabalhado repetidamente, na língua original.

Eu leio, sublinho, escrevo, comparo e procuro material similar específico para revelá-lo de alguma forma. Este é o trabalho habitual de qualquer pesquisador.

Existem várias variações do trabalho nas fontes primárias. Eu costumo traduzi-las e, se não, começo a abreviá-las, ou seja, reescrevê-las no idioma original, fazendo os ajustes necessários.

O texto que sai é o que eu quero ver agora no meu estado atual. Talvez da próxima vez, eu faça um resumo completamente diferente dele.

Trabalhando nos textos, eu posso dividi-los em parágrafos, dar a cada parágrafo um título, fazer perguntas, dar respostas, etc. Se necessário, eu trabalho através do texto para que eu esteja nele, e ele esteja em mim.

Da Lição de Cabalá em Russo 25/03/18

Em Unidade E Conexão

laitman_232.08Conceitos que são opostos em nossa percepção existem no Mundo do Infinito em união e conexão simples. (Baal HaSulam, O Estudo das Dez Sefirot, Parte 1 “Histaklut Pnimit”)

Pergunta: O que significa que coisas opostas são unificadas? Você pode dar um exemplo da natureza?

Resposta: Einstein deu exemplos de dimensões emergentes acima do tempo e do espaço. Por exemplo, um avô e seu distante descendente se encontram centenas de anos depois. Ambos existem simultaneamente, mas com relação à nossa realização, ela é experimentada como passado, presente e futuro.

Pergunta: Isso significa que os dinossauros podem estar vagando ao nosso redor e nós simplesmente não os vemos?

Resposta: Os dinossauros não estão vagando em algum lugar; eles estão vagando dentro de você (da mesma forma que antes, a propósito). Não há nada fora de nós. Nós projetamos tudo o que percebemos para que pareça fora de nós e chamemos de “nosso mundo”. Sentimos isso apenas dentro de nós mesmos. Nós não percebemos o que está fora de nós. É como se alguns eletrodos estivessem conectados a nós e imaginamos que estamos em algum lugar conversando uns com os outros e vendo os outros como se estivessem em uma tela.

Surge então a questão: tudo isso parece existir ou realmente existe? Não podemos dizer, porque não sentimos nada fora de nós mesmos. Portanto, uma pessoa não pode reivindicar objetivamente que algo existe – ela sempre percebe subjetivamente.

Tudo o que revelamos e estudamos é puramente subjetivo, incluindo a Cabalá. Nós nunca alcançamos o quadro absoluto. Ele será revelado somente após a correção geral, quando todos nós nos unirmos e nossos pequenos sensores privados (Reshimot) se unirem em um sensor comum, nossos pequenos desejos privados em um desejo comum que resultará em percepção absoluta, Luz branca eterna. Então poderemos conversar sobre o que realmente existe. Esse estado é chamado de Gmar Tikkun: Correção Final.

Isso é tudo em relação a nós; não há problemas em relação ao Criador, já que Suas propriedades incluem tudo. Seremos capazes de alcançar este mesmo estado quando o nosso desejo se tornar totalmente integrado, incluindo todos os opostos em si. Isso é considerado amar o seu próximo como a si mesmo.

Em outras palavras, quando eu aceitar tudo o que existe em outra pessoa – todas as suas propriedades desagradáveis, estados, pensamentos – como meu, como o mais precioso, com amor, eu incluirei os desejos de todas as pessoas no mundo e serei capaz de ser objetivo, visto que todos os opostos dentro de mim serão unidos.

Pergunta: É possível dizer que o amor e o ódio existirão em mim ao mesmo tempo?

Resposta: Claro. Um não aniquilará o outro, porque eles apenas se apoiarão, de modo que entre eles eu possa sentir a acuidade da realização. É assim que funciona.

Da Lição de Cabalá em Russo 08/04/18

Qual É A Diferença Entre A Cabalá E As Ciências Corporais?

3Pergunta: Qual é a diferença entre a Cabalá e as ciências corporais?

Resposta: As ciências corporais revelam a interação entre diferentes partes da natureza no nível material mais baixo.

A Cabalá, no entanto, nos deixe usar a força do próximo grau espiritual para que possamos nos elevar a ele e nos libertar de todas as conexões com as forças corporais, parar de obedecê-las e entrar na conquista do próximo nível do universo.

Pergunta: Por um lado, a Cabalá é uma ciência, mas por outro lado, é constantemente ocultada?

Resposta: Não é ocultada! Simplesmente escorrega por nossos dedos porque não temos sensações espirituais. Quando você atingir essas sensações, que a Cabalá usa, ela estará em suas mãos.

Pergunta: Será que ela receberá o status de ciência?

Resposta: Não. Apenas entre os Cabalistas! A Cabalá é chamada de sabedoria oculta porque os outros não possuem essa ferramenta.

Por exemplo, todos podem estudar e usar a física sem mudar sua natureza. O método Cabalístico, no entanto, se submete àqueles que concordam em mudar-se para o seu nível.

Pergunta: A singularidade da Cabalá de que as pessoas têm uma atitude especial em relação a ela, há muitos oponentes, então é necessário que constantemente provemos algo?

Resposta: Nada pode ser feito aqui porque as pessoas não entendem do que se trata. Ela continuará assim até que a maioria das pessoas consiga dominar a Cabalá e declarar que estão na realização e conquista dela.

Da Lição de Cabalá em Russo 18/03/18

O Estudo Da Cabalá: Sem Limitações

laitman_269Pergunta: Para quem é o estudo da Cabalá?

Resposta: Para todos, sem exceção, porque todos os que nascem na Terra podem alcançar seu estado eterno e permanecer nele, aproveitando a oportunidade que lhes é dada nesta vida material.

Pergunta: Que necessidade pode haver para a maioria das pessoas estudar essa sabedoria exaltada?

Resposta: A necessidade é entender o sentido da vida e alcançá-lo, elevando-se ao próximo nível de existência, mesmo antes da morte neste mundo.

Da Lição de Cabalá em Russo 18/03/18