A Melhor Época Para Construir O Kli

laitman_283.02Devemos entender que, após uma reunião tão grande e forte e a subida que tivemos durante a Convenção mundial na Moldávia, pode haver grandes descidas, maior escuridão, frustração e uma sensação de desamparo. Subidas e descidas devem ser equilibradas. Portanto, quanto mais substancial a subida, mais severa deve ser a descida depois dela, como preparação para uma subida ainda maior.

É necessário levar isso em conta e tratar a descida propositadamente, entendendo que ela faz parte do nosso trabalho. Portanto, devemos retornar novamente ao tópico principal de “Não há outro além do Criador”.1

Sozinho, posso ter uma sensação inicial de estar dentro do Criador. Mas sou incapaz de qualquer ação e atitude em relação a Ele. O Criador é algo que existe dentro das dezenas. Caso contrário, não será o Criador, mas um ídolo que eu criei.

Só posso expressar minha atitude em relação ao Criador por meio da atitude em relação aos amigos. Ao trabalhar na conexão na dezena, construo minha atitude em relação ao Criador.

Sentimos escuridão nos amigos porque somos diferentes um do outro. No entanto, isso não é escuridão, mas o lado oposto da Luz, direcionando-nos para o Criador. Não há aliado mais leal que a escuridão. Segure-se a ela, porque somente ela o levará à verdade.

A escuridão nos ajuda a não perder a cabeça do que recebemos em nossos sentimentos e mentes. A mente e o coração não agem, apenas a escuridão trabalha, e isso é uma tremenda ajuda. Portanto, a escuridão é uma nova criação; o Criador criou a escuridão. A escuridão nos aponta na direção certa e nos conecta com o Criador. 2

A dezena são dez pessoas, cada uma disposta a se anular, a se sacrificar, a fim de entrar nas outras apenas para apoiá-las. Ela não exige nada para si mesma, mas apenas procura um local de trabalho. Ela então se transforma em uma linha de costura que junta todos. Ela pede apenas esse trabalho porque, ao costurar todos juntos, ela traz satisfação ao Criador.

Portanto, a dezena em que me sento e os nomes das pessoas na dezena não me importam. O que importa é que elas tenham desejos que estão prontos para me dar, para que eu os costure, investindo meus esforços nesse trabalho.

Se agora sentimos a escuridão e o vazio, este é o melhor momento para construir o Kli. Nós devemos amar os estados de escuridão. Então, não tenho ninguém em quem confiar além do Criador, e me apego a Ele. No início, é apenas um desejo egoísta de me proteger: “É bom que haja o Criador que controla tudo e faz tudo, e eu vou me aderir a Ele, não há outra escolha”.

Depois, porém, mesmo sem interesse próprio, sem recompensa, estarei pronto para aderir a esse ponto único. O vaso de doação começará a se desenvolver a partir dele. Tudo o que ultrapassar esse ponto de autoanulação se transformará em Hassadim (misericórdia), em doação. Eu não quero nada além disso. É assim que construímos o vaso de doação e, no momento em que aparecer, poderei sentir a luz de Hochma em prol da doação.3

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 10/09/19, “Não Há Outro Além Dele”

1 Minuto 0:25
2 Minuto 24:25
3 Minuto 02:18: 35

Comente