Pela Primeira Vez Na História

Pela primeira vez em muitos anos de envolvimento na sabedoria da Cabalá nós estamos nos envolvendo na sua implementação prática. Isso é apenas o começo e nós estamos tentando fazer isso passo a passo, indo ao público e sendo cutucados aqui e picados lá, mas este é realmente um evento histórico incrível.

Antes, era impossível sair ao público e dizer às pessoas sobre o que parece artificial. Hoje ele já sente uma demanda interna que ainda não está clara. E da nossa parte muitos amigos concordam que temos que sair ao público, que temos que fazer alguma coisa, e ao fazê-lo nos preenchemos com isso.

As pessoas estão finalmente começando a entender que o Criador é realmente alcançado na unidade entre nós e não de qualquer outra forma. Se estabelecermos tal sistema de relações mútuas entre nós, com o qual estamos constantemente apoiando uns aos outros, vamos gradualmente descobrir a conexão integral mútua e nela encontrar o Criador.

Eu estudo Cabalá há 35 anos e nunca na história, após a quebra do vaso (da alma geral), pessoas que são totalmente estranhas e que pertencem a diferentes nações, classes sociais e raças se reuniram e foram gradualmente incorporadas à correção global do ego. Além disso, nós temos que levar em conta que a correção da nossa parte não é quantitativa, mas qualitativa. Nós somos poucos, mas isso não importa: o trabalho qualitativo é um trabalho muito poderoso. Na verdade, nós estamos realizando uma imensa correção!

Isso será revelado cada vez mais de um mês para o outro, na medida em que as pessoas, de repente, começarem a usar as nossas palavras, como se concordassem conosco antecipadamente. Para elas, será natural. Elas pensam desta maneira uma vez que esta é a forma como elas se sentem e pronto. Elas não estão cientes do fato de que há pouco tempo elas sequer pensavam desta forma e não concordavam com essas ideias. Assim, a Luz Superior irá influenciá-las através de nós.

Do Acampamento Internacional de Verão na Bulgária 11/07/14, Lição 1

Material Relacionado:

Comente