Textos na Categoria 'Corpo e Alma'

Graus De Independência

Dr. Michael LaitmanAlcançar a independência é, em essência, todo o trabalho de uma pessoa neste mundo. Todo o processo – desde o momento do nosso nascimento neste mundo e antes de entrar no mundo espiritual, e o subsequente desenvolvimento da alma até o fim de sua correção – é um avanço em direção à independência.

A independência é realizada ao se alcançar equivalência com a força superior, o Criador, nada mais do que isso. Até que a pessoa alcance o grau e poder do Criador, e a equivalência com Ele em todas as qualidades, ela não completará seu desenvolvimento e não obterá independência.

Baal HaSulam, “Introdução ao Livro Panim Meirot uMasbirot”, “Está escrito no Zohar: “Com esta composição, os Filhos de Israel serão redimidos do exílio”. Também, em muitos outros lugares, somente através da expansão da Sabedoria da Cabalá nas massas, obteremos a redenção completa. Eles também disseram: “A Luz nela o reforma”. Eles foram intencionalmente meticulosos sobre isso, para nos mostrar que somente a Luz contida nela é a cura que reforma uma pessoa.

Portanto, está claro que só assim é possível alcançar a independência que tanto queremos e se tornar livre, mesmo no sentido material. Só assim poderemos nos libertar da ameaça externa que não nos deixa nem por um momento, cada vez nos obrigando a lutar por nossa sobrevivência.

Afinal, a oportunidade de retornar à sua terra foi dada ao povo de Israel como uma oportunidade por um período limitado de tempo, justamente para alcançar a independência que depende da revelação da sabedoria da Cabalá entre as massas.

Nós existimos dentro do sistema da natureza, em uma rede especial que age de acordo com suas leis. É possível estudar formas particulares da manifestação dessas leis nos graus inanimado, vegetativo e animado, assim como a física (o nível inanimado), a botânica (o vegetativo), a biologia, a zoologia e a genética (o animado, isto é, tudo relacionado a organismos vivos).

Há também uma parte relacionada ao mundo interno de uma pessoa. Psicologia e psiquiatria envolvem-se nisso, mas suas habilidades são muito limitadas e, na verdade, essa área permanece praticamente desconhecida.

A única ciência que realmente lida com o mundo interno da pessoa é a sabedoria da Cabalá. Ela estuda a pessoa como um sistema interno agindo de acordo com certas leis prescritas, e permite que você entenda essas leis e as use para mudar a natureza humana e levar a pessoa à boa forma de existência.

Nós podemos melhorar nosso ambiente e torná-lo confortável, conhecendo as leis da física, química e outras ciências. Podemos também melhorar as qualidades internas de uma pessoa, conhecendo as leis que a sabedoria da Cabalá nos explica.

Essas leis permanecem inalteradas e absolutas de geração para geração. Elas estão prontas para o nosso uso, ao contrário das leis da psicologia que mudam constantemente, com declarações de que algo considerado prejudicial ontem é considerado útil hoje.

A natureza interna da pessoa está sujeita às leis absolutas e imutáveis. Essas leis vêm do Criador, a força mais elevada da natureza que compreendemos nas profundezas da criação, cuja natureza é oposta ao Criador.

Portanto, Baal HaSulam escreve que somente através da revelação da sabedoria da Cabalá pode o mundo inteiro mudar do exílio para a redenção. O povo de Israel deve fazer isso primeiro e dar o exemplo a todas as outras nações. Isso é chamado de “ser uma Luz para as nações”.

Desta forma, nós saímos de todas as limitações deste mundo. Somos obrigados a existir neste mundo para apoiar nosso corpo, tentando a todo momento prover as condições mais confortáveis. Passamos toda a nossa vida cuidando do corpo, que acaba morrendo, transformando todos os nossos esforços em cinzas.

No entanto, podemos começar a trabalhar em nós mesmos a fim de alcançar graus verdadeiros e eternos de existência que estão acima do cuidado de nosso corpo animalista. Quando fazemos isso, nossa principal preocupação é alcançar a força superior e a equivalência de qualidades com ela.

Na medida em que nos tornamos semelhantes ao Criador, recebemos uma oportunidade de sermos tão eternos quanto Ele é. Então começamos a subir os graus, alcançando uma força cada vez maior de eternidade e perfeição.

É de suma importância elevar-se acima de nosso corpo que nos é dado apenas para nos acompanhar por algum tempo, até que o abandonemos. Se eu me dedico ao cuidado dele, ou seja, se me coloco dentro dele, então estou envolvido em um negócio perdedor desde o começo.

Acontece que eu invisto todas as minhas forças e toda a minha vida no desenvolvimento e preenchimento de algo que inevitavelmente irá morrer. Isso significa que todos os meus esforços são completamente inúteis. Portanto, somos simplesmente obrigados a perceber oportunidades que a sabedoria da Cabalá nos dá.

Respostas Às Suas Perguntas, Parte 221

laitman_565.01Pergunta: O que é a alma?

Resposta: A alma é um desejo semelhante ao Criador, ou seja, um desejo com a intenção de doar e amar. Uma alma não existe em ninguém; uma alma só existe quando a criamos a partir do nosso egoísmo.

Pergunta: Recentemente surgiu em mim um desejo de orar apenas pelo propósito de agradecer por meio da leitura de Salmos; “Bendize, ó minha alma, ao Senhor” (Salmos 104:1) e “Louvai ao Senhor, ó minha alma” (Salmo 146:1) é tudo o que posso dizer em oração. Isso está correto?

Resposta: Olhe para os Salmos que eu encurtei no meu Twitter.

No Circuito Das Almas

laitman_214Na “Introdução ao Livro Da Boca de um Sábio“, Baal HaSulam escreve: “Sabe-se de livros e de autores que o estudo da sabedoria da Cabalá é uma necessidade absoluta para qualquer pessoa de Israel. … se a pessoa estuda … mas não aprendeu a sabedoria da Cabalá, ela deve reencarnar neste mundo para estudar os segredos da Torá e da sabedoria da verdade. ..

“Portanto, você pode ver a necessidade absoluta para qualquer um de Israel, seja quem for, de envolver-se na interioridade da Torá e seus segredos. Sem isso, a intenção da Criação não será concluída nele.

“Esta é a razão pela qual nós reencarnamos, geração após geração, através da nossa geração atual, que é o resíduo das almas nas quais a intenção da Criação não foi concluída, pois elas não alcançaram os segredos da Torá nas últimas gerações”.

É nosso dever fazer este último esforço e espalhar a sabedoria da Cabalá, o método de correção das almas que descem ao nosso mundo neste momento. Estas são as menores, mais deficientes e mais insignificantes almas. Mas, por causa de sua insignificância, elas irão irradiar a maior Luz após a correção.

Aqui age a lei da relação inversa do desejo e da Luz. É por isso que os desejos mais inferiores, que existem no nosso mundo, devem dar a maior Luz, que irá corrigir todas as almas, conectá-las e dar-lhes um impulso de Luz comum a partir do qual todos se unirão.

Pergunta: As almas que circulam novamente em nosso mundo o tempo todo são as mesmas almas?

Resposta: Não. Às vezes, há também renovações e conjugações de almas, a sua fusão mútua e divisão. É muito complicado. Assim como em um organismo vivo: células, líquidos e sistemas são constantemente, mutuamente substituídos e transformados.

Isso só pode ser apreendido em sentimentos. Quando a pessoa revela todo o sistema, ela começa a ver o que acontece nela. E este só pode ser revelado se a pessoa constantemente tenta imaginar que tudo o que acontece nela vem do Criador.

Da Lição de Cabalá em Russo 29/10/17

Blitz De Dicas De Cabalá – 19/03/17, Parte 2

Laitman_177.06Pergunta: O que é um “momento” para o Criador? Afinal, dizem que a ira do Criador dura um momento, mas sua bondade dura a vida toda.

Resposta: O conceito de “momento” é explicado no Livro dos Salmos: “Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida”(Salmos 30:05). Para o Criador, um momento é o tempo que leva a criatura para alcançar a plena união com Ele.

Pergunta: Quando você fala de pessoas que se conectam em um único todo, você quer dizer unir-se no mundo imaginário ou no verdadeiro mundo espiritual?

Resposta: Eu me refiro à unidade de desejos, por isso não importa.

Pergunta: Todos os prazeres em nosso mundo são resultado da Luz?

Resposta: A Luz é o que uma pessoa desfruta. Uma pessoa pode ter bons desejos ou desejos ruins – Klipot (cascas). Isso não significa muito em relação ao nosso mundo porque todos nós neste mundo estamos em um estado de Tuma’a (impureza) absoluta. A diferença é apenas se a pessoa provoca desconforto ou dor em outra pessoa, ou lhe proporciona felicidade e prazer.

Pergunta: Se o espaço não existe, então, um Cabalista pode se mover no espaço instantaneamente enquanto está em um corpo físico?

Resposta: Não podemos nos mover para nenhuma parte no corpo físico. O corpo físico é apenas um corpo físico. A intenção do Cabalista é sair do mundo dos corpos e entrar no mundo superior, o mundo das forças.

Pergunta: Eu tenho muito medo da morte. O que vai acontecer depois?

Resposta: Eu prometo a você que não há nada de assustador na morte e que não há nada a temer. Em suma, isso é psicológico, como uma pequena criança que tem medo de uma injeção. Não há morte. Não se preocupe.

Pergunta: É possível resolver guerras externas por meios pacíficos através da correção interna?

Resposta: Certamente! Sem dúvida! Esse é o propósito da Cabalá.

Pergunta: Qual é a origem da criatura e qual é a sua percepção correta?

Resposta: A origem da criatura é a Luz. Sua percepção correta é construir um reflexo da Luz dentro da criatura.

Pergunta: Todos nós estamos na imaginação do Criador, como personagens na imaginação dos cineastas?

Resposta: Não podemos dizer de que forma estamos na imaginação do Criador; Este é um estado intangível e incompreensível.

Da Lição de Cabalá em Russo 19/03/17

A Alma Da Perspectiva Da Cabalá

laitman_527.03Pergunta:  Podemos dizer que a Cabalá é a psicologia da alma?

Resposta: Não. A Cabalá é tudo! E a alma, se estivermos falando de um ponto de vista mais amplo, é uma espécie de sentimento.

Uma pessoa acredita que a alma é suas experiências e preocupações internas, mas esta é simplesmente a força vital que atua dentro dela e permite que ela ascenda. Em certo grau, essa força também existe nos animais.

Na sabedoria da Cabalá, a alma é chamada de desejo egoísta, que com a ajuda da Luz superior, nós corrigimos em seu desejo oposto, em um desejo altruísta, e esse desejo funciona com a intenção de doar aos outros, em vez de receber.

A alma é o movimento de uma pessoa para longe de si mesma, para fora, a capacidade de doar, amar os outros sem nenhum benefício pessoal.

Se você atinge essa característica, que deve trabalhar por muito tempo, significa que você tem uma alma. Se você não possui essa propriedade, então não há alma.

Da Lição de Cabalá em Russo 03/09/17

Morte Fácil

laitman_561Pergunta: Como você se sente com respeito a eutanásia? Existe uma nova invenção: uma máquina que permite que pacientes terminais morram completamente sem dor e em apenas alguns segundos. E a pessoa pode ser enterrada imediatamente, direto nesta máquina. Como você se sente sobre essa saída da vida: fácil, calma, sem medo?

Resposta: Em princípio, não posso dizer nada. É uma decisão pessoal. A morte é sempre dolorosa, sempre desagradável. Hoje, muitas pessoas aproveitam uma variedade de opções para passar para o próximo mundo sem dor. Mas isso é apenas um ponto de vista.

De outro ponto de vista, Baal HaSulam costumava dizer que, se possível, vale a pena tentar não evitar essa dor. É difícil falar assim, mas tenho que dizer às pessoas isso porque essa dor é anti-egoísta. Ela purifica a pessoa.

Precisamos ter certeza de que o indivíduo já tenha passado por uma vida diferente antes de deixar essa. Então, separar-se desta vida não será doloroso para ele – ele se foi e pronto.

Esperemos que agora nos aproximemos do momento em que a humanidade será capaz de descobrir essa possibilidade por si mesma, então será uma transição simples e tranquila de uma vida para outra.

Em princípio, a eutanásia não é necessária. Se eu já sinto o próximo estado, posso permitir que meu corpo morra. Eu observo sua morte de longe e isso não é doloroso para mim de forma alguma. Não é assustador ou triste. Eu já estou morando dentro do meu próximo corpo – meu corpo espiritual, o corpo da alma.

De KavTV “Notícias com Michael Laitman”, 14/12/17

A Alma Pode Doer?

Laitman_507.05Pergunta: Os Cabalistas têm algo como uma dor espiritual? A alma de uma pessoa que vive na consciência de que “não há outro além Dele” dói?

Resposta: Se a pessoa tem uma alma, está pode doer. A alma é a qualidade de doação e amor ao próximo. Portanto, do ponto de vista da Cabalá, a dor na alma é que eu não posso perceber meus sentimentos sinceros e gentis pelos outros.

Isso pode ser comparado a como os pais querem fazer algo bom por seus filhos, mas não podem porque a criança resiste.

Pergunta: O que uma pessoa quer dizer quando diz que sua alma está doendo?

Resposta: Uma pessoa comum não tem alma! É simplesmente que quando o sistema nervoso de uma pessoa está estressado, o coração se contrai enquanto bombeia sangue por todo o corpo. E as pessoas costumam dizer que a alma está doendo.

Mas isso não é uma alma. A alma é a qualidade da doação, e sua dor é a incapacidade de realizar-se em doação aos outros.

Da Lição de Cabalá em Russo 20/08/17

Um Robô Cidadão

laitman_263Nas Notícias (Daily Mail): “Em 25 de Outubro, Sophia, uma mulher com olhar delicado … foi manchete internacionalmente. Ela tinha acabado de se tornar uma completa cidadã da Arábia Saudita – o primeiro robô do mundo a alcançar tal status.

“Eu estou muito honrada e orgulhosa desta distinção única. Este é um fato histórico, ser o primeiro robô do mundo a ser reconhecido com uma cidadania”, disse Sophia…

“Eu quero viver e trabalhar com os seres humanos, então preciso expressar as emoções para compreender os seres humanos e construir a confiança com as pessoas. …

“Hanson disse no site da empresa. ‘Nós vislumbramos uma forte parceria simbiótica com a gente, onde nossos robôs acabarão por evoluir para se tornarem máquinas geniais superinteligentes que poderão nos ajudar a resolver os problemas mais difíceis que enfrentamos aqui no mundo’.

“Sua criação ecoa seus pensamentos. ‘Eu quero usar minha IA para ajudar os humanos a levarem uma vida melhor’, disse Sophia. ‘Como projetar casas inteligentes, construir cidades melhores para o futuro’”.

Meu Comentário: E mais tarde, estes robôs irão discutir entre si, “Devemos revogar a cidadania dos homens”?

Eles criarão um conselho semelhante e chegarão à seguinte conclusão, “Existe alguma coisa boa sobre esta miserável criatura à base de proteínas? Devemos revogar a sua cidadania. É diferente de um animal? Não é. Ela só polui o meio ambiente e arruína a vida dos nossos robôs. Somos puros, corrigidos, perfeitos, enquanto o homem apenas envenena a si mesmo e ao meio ambiente. Nós precisamos livrar-nos dessas pessoas”.

Observação: Muito está sendo dito hoje sobre inteligência artificial, robôs …

Meu comentário: Um robô nunca se tornará humano, porque não tem alma. A alma não é algo que nós podemos projetar ou inserir em um corpo. Mesmo que eu pegasse pedaços de um corpo humano e começasse a conecta-los de alguma forma – conectando-os com eletrodos para animá-los com eletricidade ou qualquer outra coisa – eu não seria capaz de animá-los a tal ponto que se tornariam humano em vez de um animal.

Isto é, nós podemos reunir algum tipo de corpo protêico a partir de elementos naturais, mas nunca seriamos capazes de conectar a alma a esse corpo. Em outras palavras, a pergunta sobre o sentido da vida e da existência, o que há dentro de nós e, além disso, não temos ideia do quanto isso nos define como pessoas, nós nunca seremos capazes de compreender isso ou dotar um robô com isso.

Observação: Mas um robô foi concebido para fazer a humanidade feliz.

Meu Comentário: O que essa máquina infeliz pode fazer para fazer a humanidade mais feliz? Dar-lhe energia elétrica? Será que ele dará aos outros da mesma forma como ele está conectado à energia elétrica? Como ele compreende a noção de felicidade?

Pergunta: Quando é que as pessoas se tornarão desiludidas com a inteligência artificial, nos robôs?

Resposta: Muito em breve. A humanidade se tornará desiludida com isso mais rápido do que pode fabricar um lote de robôs.

Não há nada a longo prazo nisso. O homem não precisa disso. Eu posso tornar a minha vida mais fácil, mas, depois, muito rapidamente serei deixado sem nada para fazer e praticamente me conduzirei à beira da extinção.

Pergunta: Ao fazermos isso estamos criando um beco sem saída para nós mesmos?

Resposta: Claro, assim como em todas as nossas realizações, em qualquer tipo de esforços, no final todos nos levarão à decepção, e escolheremos um caminho diferente, depois, um terceiro e, assim por diante.

De Kab TV “Notícias com Michael Laitman” 06/11/17

Amor E Ódio

Laitman_120Pergunta: Por que o amor sempre é percebido como algo elevado e bonito e o ódio como ruim e mal?

Resposta: Isso é natural porque o amor evoca sentimentos positivos em nós e traz alegria. Como regra geral, ele não causa dor nem danos a ninguém. A pessoa é elevada por meio dele.

Não se trata apenas do amor entre um homem e uma mulher. Estamos falando do amor pelos filhos, pelo próximo, pela natureza e por tudo. O amor é um sentimento positivo porque vem da sensação da atitude correta do Criador em relação às criaturas.

No entanto, em nós, ele se veste em nosso egoísmo e, portanto, se transforma em algo oposto – em amor por si mesmo e não mais por alguém ou qualquer outra coisa. Ele se manifesta em todos os níveis: comida, sexo, família, riqueza, poder, fama e conhecimento.

Portanto, o amor vestido no egoísmo pode ser muito cruel. Ele se manifesta em qualidades completamente opostas, em ódio por tudo, o oposto a esse amor. No entanto, isso é apenas em nosso mundo.

E se estamos falando do estado superior do amor, o amor está acima do nosso egoísmo, da mesma forma que está na natureza externa, como no Criador.

Da Lição de Cabalá em Russo 13/08/17

Como Se Tornar Imortal

Laitman_712.03Observação: A humanidade sempre tentou entender o que é uma alma, porque as pessoas reagem a tudo de forma diferente, porque percebem o mundo exatamente assim e não de outro modo. O estudo dela levou ao desenvolvimento da psicologia.

Meu Comentário: Há milhares de anos, os Cabalistas estudaram seriamente o que é a alma e a alcançaram. Eles não só realizaram pesquisas e escreveram livros, mas a revelaram por sua própria experiência, de forma totalmente confiável.

Mas, devido ao fato de que a humanidade não conseguiu alcançar a alma, ela inventou as religiões, que prometeram a pessoa a imortalidade ao realizar certas ações neste mundo.

Na verdade, para nos tornarmos imortais, devemos sair do nosso egoísmo porque ele nos destrói, nos enrola em si mesmo. Elevando-se sobre ele, adquirimos a qualidade de doação, saímos para a próxima dimensão e, assim, começamos realmente a sentir a imortalidade.

Uma pessoa pode alcançar isso em nosso mundo, nesta vida, agora – ela não precisa morrer para experimentar isso. Esse é o propósito da Cabalá. Estude-a e verá quão próximo ela pode estar de você.

Da Lição de Cabalá em Russo 03/09/17