Unidades Sutis De Medição De Pensamento

294.2Todos os vírus são resultado de nossos pensamentos ruins. Mas não existem instrumentos capazes de medir esta conexão porque ela é mais elevada do que a percepção material comum.

Existem muitos laboratórios e estudos tentando entender a conexão entre o espiritual e o material, mas isso é impossível. Nossos pensamentos bons ou maus pertencem ao nível humano, uma vez que são baseados em nosso egoísmo, o princípio do mal.

Diga-me, qual dispositivo pode ser usado para medir o egoísmo de uma pessoa e onde ele deve estar conectado? Claro, não ao corpo material porque ele é apenas uma máquina biológica que executa ordens. Ao coração? Mas o coração é apenas uma bomba que pode ser substituída por uma artificial. Talvez ao cérebro? Também não.

De onde os pensamentos de uma pessoa podem ser extraídos para passá-los pelo dispositivo e ver quais pensamentos são bons e quais não são e precisam ser corrigidos? É possível? Você pode construir um cardiograma, medir frequências, processos elétricos no corpo, mas é impossível avaliar sua essência. Afinal, ela não pertence à matéria. Portanto, a ciência não é capaz de abordar isso.

Como estudante, tivemos aulas no Instituto do Cérebro Humano em São Petersburgo. Então, ouvi do chefe do departamento, que era um cientista famoso, que não sabemos onde estão os pensamentos e desejos de uma pessoa.

Os cientistas tentam rastrear essa conexão, mas ela conduz do cérebro para uma esfera que não somos capazes de perceber. Lá, fora do homem, estão todos os nossos pensamentos e desejos. O cérebro humano é um modem que conecta o espaço espiritual, onde todos os nossos pensamentos voam, com as sensações humanas.

Em nosso mundo, é comum identificar uma pessoa com seu corpo animal. Mas, ao estudar a Cabalá, nós construímos um Partzuf espiritual, ascendemos à fé acima do conhecimento. Não é mais material. A ciência da Cabalá conecta uma pessoa com sua verdadeira essência como se a separasse do corpo material e a ligasse à alma. Portanto, o mundo físico desaparece de nossas sensações porque é imaginário.

Quando alcançarmos tal conexão entre nós em que começamos a revelar fenômenos espirituais, então abriremos o livro O Estudo das Dez Sefirot e seremos capazes de sentir tudo o que está escrito lá e ler como um músico lê uma partitura.

De KabTV, “Encontro de Escritores”, 15/10/20

Comente