Introdução A Uma Nova Vida

Dr. Michael LaitmanPergunta: O povo judeu é muito complicado. Por um lado, eles são chamados de povo de “dura cerviz” (teimoso), o que significa que são os mais egoístas. Por outro lado, eles devem alcançar e atingir o amor, a cooperação mútua, e qualidades positivas. Como tudo isso se integra junto? Como se parecem as pessoas que têm uma conexão com a força superior?

Resposta: As pessoas que estão conectadas à forçasuperior são pessoas únicas. Elas estão conectadas como um homem com um coração graças ao amor mútuo acima do ego que nos separa. Há forças entre nós que nos distanciam um do outro, mas em vez de ficarmos separados, nos conectamos acima dessas forças.

Ou seja, nós estamos sob a pressão das forças de separação e construímos forças unificadoras acima delas. É assim que nos fortalecemos sob tensão. Graças à separação e diferença entre esses potenciais, uma força enorme surge dentro de nós.

Afinal, há uma força que nos separa de nosso desejo de estar juntos e outra força que nos conecta e supera nossa resistência. Quanto mais a tensão entre essas forças cresce, mais fortemente nós revelamos o poder superior, o Criador. Ele é descoberto especificamente nessa pressão, na tensão entre as duas forças.

Dentro dessa unidade, na conexão que é construída acima da separação, nós descobrimos o poder superior, a característica de doação e amor que existe ao nosso redor. A partir dessas duas forças de separação e conexão nós moldamos um novo sentido para descobrir o Criador chamado de “alma”.

A alma é a condição para a detecção da força de doação e amor que está escondida na natureza. Hoje nós não a descobrimos porque não temos o órgão sensorial necessário para fazer isso. Se quisermos descobri-la, precisamos aprender do mesmo modo que as pessoas que se reuniram em torno de Abraão fizeram, as quais aprenderam a construir este novo sentido com base numa grande separação. Aquelas que vieram a Abraão não eram crianças ingênuas; em vez disso, eram grandes egoístas exigindo explicações reais e a descoberta, uma compreensão do sentido da vida e as formas de alcançar a realidade.

Nós vemos que a nossa civilização se esgotou: chegamos ao pico do desenvolvimento, mas ainda não atingimos a felicidade. Nós estamos começando a nos destruir devido ao desespero e equívocos.

Foi Abraão que ensinou as pessoas a descobrir a força da conexão que existe na natureza. Ao estudar esta força de conexão e unidade, nós começamos a ver que nossas vidas sobre a face da terra, neste mundo, são apenas uma introdução, uma preparação, para uma vida completamente diferente!

Nesta nova vida nós deixamos de sentir o mundo inanimado, vegetal e animal, os objetos e corpos físicos, e este universo. Nós entendemos que temos vindo a este mundo apenas para criar uma rede de conexões entre nós construída a partir do nosso poder natural de recepção, do ego, e da doação e amor de Cima que o cobre.

Através da construção de uma rede como esta, nós começamos a viver dentro dela. E isso é chamado de o “mundo vindouro”. Assim, a percepção da nossa realidade física anterior, que sentimos agora, irá desaparecer e nós vamos entrar numa realidade completamente diferente, onde a vida é eterna, infinita e perfeita.

De KabTV “Uma Nova Vida” 25/12/14

Um Comentário

  1. Obrigada!

Comente