O Segredo Do Desejo

Baal Hasulam , Shamati , n º 3 , “A Questão da realização espiritual ” : Para que nós possamos atingir o que Ele tem querido que nós atinjamos e entendamos como ” Seu desejo de fazer o bem às Suas criações ” Ele nos criou e nos concedeu estes sentidos, e estes sentidos alcançam as impressões da Luz Superior . Desta forma, foram nos dados muitos discernimentos ….

No final alcançamos o que nos foi dado para alcançar. Porque está tudo organizado especificamente assim? Isso é-nos desconhecido.

O Criador criou algo que é chamado de ” desejo por prazer ” , que recebe certo tipo de “preenchimento” e é estimulado emocionalmente pelo o que “aprecia”. E é da reação deste desejo que o Criador criou que estamos a falar. Esta é toda a nossa vida . Isto somos nós.

A verdadeira essência deste desejo é desconhecida para nós . O que exatamente o Criador cria como ” algo do nada ” ? Qual é a sua essência? Porque este desperta certo tipo de reação, uma emoção, estimulação, sempre que precisa de ser satisfeito? Nós não temos respostas. Estamos falando apenas sobre as observações que já percebemos, mas nós não estamos prontos para compará-las com ” a partir do nada “.

E quem sabe o que irá acontecer no futuro? Lá, nas profundezas do inacessível, é encontrada a essência das coisas que vieram como algo a partir de algo e algo a partir do nada; algo a partir de algo é preenchimento, e algo a partir do nada é a falta.

Nós discernimos todos os tipos de fenômenos dentro do nosso desejo de receber. E aqui a Cabala, que estuda e investiga o desejo de receber, a ” substância da criação”, e a estimulação do desejo de receber chamada de preenchimento vem em nosso auxílio.

Preenchimento pode tanto ser positivo como negativo: Do preenchimento positivo o desejo goza, do preenchimento negativo ou da falta de preenchimento, o desejo sofre. É assim que a reação é estabelecida.

Estas coisas são individuais, pois elas pertencem a este desejo, enquanto outros desejos são sentidos e estabelecidos de outra maneira. Todas as medições e definições são estabelecidas somente de acordo com a maneira na qual os fenómenos particulares são revelados.

Deste modo, nós não sabemos o que constitui o desejo de receber em si mesmo. Nós apenas sabemos sobre a emoção que sentimos com ele. Chamamos a esta emoção “vida”, “energia vital”. E o desejo em si continua a ser um segredo. O que o desejo quer é uma coisa, e o que o desejo realmente é, é outra coisa.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 12/11/13, Shamati # 3 “A Questão da Realização Espiritual”

Comente