Psicologia Da Alma

Dr. Michael LaitmanNas aulas, além de outras coisas, nós aprendemos sobre a estrutura e a interconexão dos mundos espirituais, Partzufim e Sefirot. A questão que surge é: Por que eu preciso aprender isso? Afinal, eu só preciso atrair a Luz que Corrige sobre mim.

Mesmo que nenhum livro Cabalístico tenha sido publicado na minha própria língua, eu posso me sentar na aula e ouvir a leitura do Livro do Zohar sem entender as palavras. Isso é realmente suficiente. O Baal HaSulam, por exemplo, tinha alguns alunos que não sabiam ídiche, a língua na qual ele ensinava.

No entanto, outra coisa está sendo ocultada aqui. À medida que nós avançamos, nós começamos a sentir e discernir vários fenômenos espirituais dentro de nós. Portanto, o que nós fazemos com isso? É por isso que a pessoa estuda a sabedoria da Cabalá na forma de sua psicologia interna e espiritual. Graças a ela, tudo se junta para formar uma imagem.

Obviamente, isso não acontece de imediato, mas ainda assim, a pessoa aos poucos descobre dentro de si o que tem estudado nas aulas. Da mesma forma que a criança estuda uma língua, ela se lembra das palavras, associa-as aos objetos e eventos, e encontra significado para cada palavra, incluindo um amplo espectro de tonalidades, detalhes e percepções.

É por isso que nós devemos conhecer o material e estudar a linguagem da ciência da Cabalá que descreve a nossa psicologia profunda. Como o Baal HaSulam diz, é muito importante entrar na Cabalá pelo lado da psicologia materialista. É assim que nós estudamos a nós mesmos, começando com o nível animal e prosseguindo para o humano.

Certamente, nós não precisamos de um curso universitário de psicologia. Isso só aumenta a confusão. No entanto, quando chegamos à sabedoria da Cabalá, vale a pena procurar dentro de nós mesmos aqueles detalhes de percepção de que ela fala.

Da  3ª parte da Lição Diária de Cabalá 25/11/11, “Prefácio ao Livro do Zohar”

Comente