Visões ou O Mundo Espiritual?

No Zohar, “Capítulo VaYechi (E Jacó Viveu),” Item 170: Após a partida da alma, todos os seus parentes e amigos no mundo da verdade andam com a sua alma e lhe mostrar o lugar do Éden e o lugar da punição.

Pergunta: As pessoas que sofreram morte clínica falam das visões que a experiência que, em muitos aspectos, são semelhantes ao que O Livro do Zohar descreve. No entanto, essas pessoas nem sabem sobre a Cabala.

Resposta: Entenda que a Cabala não ajuda uma pessoa a ver o mundo espiritual. O mundo Superior só pode ser sentido na alma corrigida. Quer ou não uma pessoa estude um livro de estudos cabalísticos é irrelevante. O importante é saber se a pessoa deseja corrigir-se.

Podemos olhar para as experiências de morte clínica de duas maneiras. Por um lado, quando uma pessoa cai em um estado crítico, é um duro golpe para o corpo fisiológico, que nada mais é do que o desejo de ter prazer. Nosso corpo só aparece para nós como algo corpóreo, que ocupa espaço, mas na realidade é apenas a vontade de desfrutar de um tipo particular de satisfação.

Se este desejo traz a sensação de vazio ou sofrimento, naturalmente não quer sentir o lugar (desejo), do qual vem a dor. Ele quer reduzir e restringir a este lugar, viver menos, para desligar seus sentidos, tomar medicamentos, e assim por diante. Qualquer pessoa que sente o sofrimento emocional ou material quer restringi-lo, ou seja, restringir a sua percepção do mundo, até mesmo, na medida em que o desejo de para de viver.

Mas, sentir o sofrimento e querer superá-lo, para escapar desse lugar que é cheio de trevas, dor, golpes, guerras e doenças, ou seja, a origem do sofrimento terrível acima deste mundo, uma pessoa essencialmente faz uma ação espiritual. Você não o faz por causa da doação, ou porque você está sendo atraído pela espiritualidade, mas porque o sofrimento está pressionando tanto você, que ele te “expele”, como um grão de uma cereja quando pressionada, então você é levado para cima.

Este é o caminho do sofrimento, mas não é avanço porque com isso você não se aproxima da meta. Na verdade, você nem sequer sabe que há um objetivo, você está simplesmente fugindo como um animal espancado a partir de um pau. Mas de qualquer forma, você se eleva acima do seu ego, o desejo de ter prazer. Você quer anulá-lo, pensando: “Eu não quero nada, apenas me deixe em paz!”

Suponha que você roubou um bilhão de dólares e foi capturado e fica preso. Nesse momento você deseja pão e água somente, e também deseja voltar para casa. É isso aí! No entanto, antes de querer um bilhão de dólares! O desejo se reduz, como se estivesse subindo pela “fé acima da razão.” Ele está pronto para doação, para rejeitar e limitar-se a fim de que ele não sinta o sofrimento que a pena traz.

E quando as pessoas começam a sentir a verdade, uma conexão com o Criador torna-se revelada a elas, pelo menos em algum nível. No entanto, ele passa muito rapidamente, e as pessoas são totalmente incapazes de tomar ou manter-se nesse estado por falta de seus próprios Kelim permanentes (receptores espirituais). E assim o sentimento passa.

Em 99,9% dos casos, a sensação de algo sobrenatural apenas diz respeito às experiências das pessoas psicossomáticas. Como elas vivem em sofrimento, confusão, nebulosidade emocional e sistemas internos problematicos, é apenas a sua imaginação.

O propósito da criação não é para uma pessoa sentir o mundo espiritual em estado de morte clínica. Temos de sentir a espiritualidade em um estado de total solidez e na mesma função, como os pesquisadores que têm conhecimento, compreensão, sensibilidade e poder. Temos de chegar a ser como o Criador.

Da parte da 2ª Aula Diária De Cabala, O Zohar

Material Relacionado:
Quando A Espiritualidade Se Torna A Nossa Vida

3 Comentários

  1. Falamos sempre nos desejos que devemos corrigir (613 desejos)..quais são eles? estão escritos na Torah? ou eles nos devem ser revelados na medida que cruzamos a barreira (machsom)? Quando saberei que um desejo está corigido?

  2. os desejos são as personificações dos chamados 07 pecados capitais:Luxuria, cobiça,odio,inveja,gula,avareza, orgulho. Todos eles vão de encontro ao desejo de ter prazer, alimentar o ego. São eles que vc deve corrigir.

  3. a verdade é que não nos sabemos comportar de outra maneira na sociedade e a evolução do desejo de receber se deu através das nossas “más” tendências, a questão não é o que se faz, é porque se faz, que sejamos todos muito invejosos em relação às coisas certas 🙂

Comente