“Israel Teve Um Recorde De Coronavírus No Fim De Semana De 4 De Julho, Com Os Casos Aumentando 13%. Por Que Você Acha Que É Isso?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: Israel Registrou Um Recorde De Coronavírus No Fim De Semana De 4 De Julho, Com Os Casos Aumentando 13%. Por Que Você Acha Que É Isso?

Agora, estamos caminhando para o final de julho de 2020, e os casos de coronavírus aumentaram quase 92% a mais ao longo do mês, de 28,4 mil casos em 5 de julho para 54,4 mil casos em 23 de julho.

Por quê?

Como escrevi e falei extensivamente desde que o coronavírus se tornou uma pandemia global, a COVID-19 não é apenas uma questão econômica e de saúde, mas um fenômeno enviado pela natureza que veio para reprogramar a humanidade: para tornar todos mais conscientes de nossa interdependência e interconectividade, e para nos dar condições pelas quais somos forçados a exercer nossa dependência mútua.

Além disso, antes de o coronavírus atingir o mundo, eu escrevi e falei extensivamente sobre o povo de Israel ter um papel especial em nosso mundo: ser o pioneiro da transformação da humanidade em uma conexão positiva acima de sua crescente divisão.

Quanto mais a sociedade se divide, mais há necessidade da unidade, que o povo de Israel tem o método para realizar.

Portanto, se nós, o povo de Israel, tentarmos nos conectar positivamente para ser um exemplo unificador da humanidade, experimentaremos uma reação positiva da natureza e de outras nações.

Se falharmos em seguir uma direção unificadora, nossa negligência e desunião se espalharão por toda a humanidade nas muitas formas de divisão social que colocam as pessoas no mundo umas contra as outras, e experimentaremos sua reação negativa.

Em vez de nos tornarmos um exemplo unificador capaz de levar o mundo a um estado mais harmonioso, nos tornamos o oposto: um exemplo de discórdia social, como um rabo atrás da humanidade, arrastando e diminuindo o progresso da humanidade para um estado mais positivamente conectado.

Essa é a situação em que estamos atualmente. Portanto, não me surpreende que tenhamos encontrado um grande aumento nos casos de coronavírus este mês. E isso não tem nada a ver com observarmos ou não as diretrizes do departamento de saúde.

Até chegarmos a uma compreensão de nosso papel, de que existimos não para nós mesmos, mas para a humanidade, e sentimos em nossa carne que precisamos contribuir com um exemplo de unificação acima da divisão para a humanidade, então podemos esperar cada vez mais falhas que trabalham contra nós.

O cálculo em relação ao povo de Israel é sempre em relação à unidade ou desunião da humanidade: se agirmos para aumentar a unidade entre nós e a humanidade, experimentaremos um feedback positivo, juntamente com uma força de conexão que aumenta a felicidade, a segurança e a saúde da humanidade.

E quanto mais a sociedade humana precisar de unidade, ou seja, quanto mais experimentar os efeitos negativos de sua divisão, mais seremos pressionados a responder de acordo com nosso papel fatídico.

Comente