Individualidade E Interconexão

laitman_557Pergunta: Os biólogos descobriram que muitos organismos vivos podem tomar decisões coletivas. Por exemplo, em alguns ambientes bacterianos, a uniformidade é alcançada pela liberação de um produto químico específico. Pode ser por um sinal de perigo que estejam se comunicando dessa maneira.

Um cardume de peixes reconhece um predador de maneira mais rápida e precisa do que peixes individuais. Enquanto pessoas separadas, mesmo as mais inteligentes com um QI elevado, ainda não conseguem resolver os problemas que uma equipe resolve. Isto é, existem manifestações claras da mente coletiva.

Mas há um paradoxo aqui: por um lado, a natureza desenvolve nossa individualidade ao longo da história. Por outro lado, observamos que não é o mais forte que sobrevive, mas aquele que está mais adaptado para cooperar. Como esse paradoxo pode ser resolvido?

Resposta: A individualidade não deve ser contrária à integralidade, reciprocidade ou conexão correta entre si.

Existem elementos separados em qualquer sistema. Cada um deles é muito importante e perfeito à sua maneira. Mas a interação entre eles deve ser calibrada para que, em seus sentimentos, influência e combinações, eles sintam que são guiados por sua interconexão comum. Portanto, um não contradiz o outro.

Por um lado, gostaríamos de reunir uma equipe que consistisse em gênios e pessoas extraordinárias. Por outro lado, deve haver interação, conexão e integração absolutas entre eles. Caso contrário, de que servem esses indivíduos?

Pergunta: Então, seleção natural e coevolução parecem existir juntas?

Resposta: O fato é que a evolução nos é dada pela natureza. Mas, juntamente com a evolução, ou talvez de alguma maneira contrária a ela, a natureza exige que nos unamos e nos tornemos mais interconectados com cada geração. Não fazemos isso há muitas gerações e, portanto, sofremos muito.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 30/04/20

Comente