Na Linha Vermelha

laitman_222A epidemia de coronavírus afeta todas as pessoas no mundo, não importa de onde ela vem, incluindo Itália, Israel, Coréia ou Rússia. O mundo inteiro está preocupado. O vírus se espalha sem reconhecer fronteiras e não há fim à vista. Especialistas preveem que a epidemia durará um ano até que surjam alguns meios para combater o vírus.

O coronavírus mudou significativamente o relacionamento entre as pessoas na sociedade humana, colocando questões sérias para nós. O que deve ser feito para que possamos retornar à vida normal? O que a natureza exige de nós e por que isso nos traz tantas surpresas? Qual é a solução para todos os problemas que enfrentamos em nossas vidas?

Por um lado, esses problemas nos mostram como realmente somos conectados e dependentes um do outro. Por outro lado, nossa conexão não é boa e precisamos aprender como alterá-la. O coronavírus acaba de começar a revelar a gravidade de nossa condição. A situação não é tão ruim ainda.

Vamos ver o que acontecerá quando a América do Norte e do Sul e os países europeus fecharem suas fronteiras. A humanidade reverterá para barreiras de fronteira.

A única solução é descobrir minuciosamente qual deve ser a conexão correta entre nós e como construir bons relacionamentos para que nenhum vírus possa romper. O vírus é um sinal de que nossa conexão está incorreta.

O coronavírus é um problema comum a todos e, portanto, requer a correta unificação e garantia mútua de toda a humanidade. Por que constantemente provocamos novos infortúnios em nós mesmos? Por que a natureza nos bate com um chicote o tempo todo, cada um de nós separadamente e também por completo?

Por que esses golpes estão ficando cada vez mais fortes de ano para ano e por que estão aumentando tanto que envolvem toda a humanidade? A natureza está tentando nos levar à consciência da necessidade de garantia mútua, para que nos tornemos como uma pessoa, um sistema.

Toda pessoa no mundo precisa entender que:

  • O coronavírus não é coincidência, mas parte do processo pelo qual as forças da natureza conduzem a sociedade humana. Ele se esforça para nos unir em um sistema.
  • Nesse sistema único, existem leis que a natureza nos obriga a adotar, se não de boa vontade, então “pela vara”. O coronavírus é um dos infortúnios enviados à humanidade para agitá-la e forçá-la à introspecção, para que aprendamos a viver corretamente.

Idealmente, temos que nos tornar como um homem com um coração em um sistema. Não há escapatória. Teremos que conseguir isso. A epidemia de coronavírus é a primeira praga de uma cadeia de golpes que será revelada mensalmente. Afinal, se nos tratamos mal, criamos um lugar para o vírus. Parece que existe uma falta da garantia mútua que deveríamos ter estabelecido.

O objetivo da criação é trazer uma pessoa para uma boa conexão com os outros, amar o próximo como a si mesmo. Se isso não acontecer, vários problemas são descobertos, que atuam como remédios que levam todos nós à conexão.

Nós olhamos um para o outro e não nos desejamos o melhor. Aparências cruéis e palavras de julgamento se materializam e passam de pessoa para pessoa na forma de vírus.

A humanidade é cada vez mais dependente na indústria, no comércio e em tudo o mais, mas, ao mesmo tempo, não estamos melhorando as relações humanas. Nossos relacionamentos estão em contradição com os crescentes laços entre nós; eu me conecto com todos na Terra, mas com o objetivo de espremer todo o suco deles para mim. Quando essas conexões se tornam absolutamente insuportáveis, a natureza as atinge e as rompe.

Imagine o mundo se separando da China, Japão e Coréia do Sul – como isso atingirá o setor manufatureiro. Mesmo que a produção de algum pequeno elemento eletrônico parasse, metade do mundo pararia. Isso é tudo porque não nos organizamos corretamente no nível humano. Não seguimos a lei da garantia mútua. As últimas gotas são espremidas das pessoas para que a elite possa ganhar mais alguns bilhões de dólares.

O vírus já levou à demissões em massa. Não parece que essa onda irá diminuir. Parece que vai abalar toda a humanidade, para que sintamos que alcançamos a linha vermelha e que a natureza não nos deixe mais viver assim.

Pela primeira vez na história da humanidade, percebemos que o que está acontecendo é um golpe de cima, assim como os feiticeiros egípcios disseram ao Faraó que uma das pragas era da mão de Deus. Todos sentirão que é o castigo mais alto e que estamos sendo impedidos de cima.

Quando olho para outra pessoa de maneira cruel, já estou transmitindo o vírus para ela. Afinal, estamos todos ligados a um sistema e, ao pensar mal em alguém, eu trago um vírus negativo, um sinal negativo para todo o sistema, quebrando a garantia mútua. Pode ser apenas um pensamento, mas todos estamos interconectados por pensamentos, conversas e ações.

Quer queira ou não, estamos trancados na esfera comum. É por isso que não é importante falar, escrever, pensar ou fazer algo com as mãos. O efeito do pensamento é ainda maior, assim como foi dito que “tudo se resolve no pensamento”. O pensamento se materializa na ação física depois.

Ameaças invisíveis são estendidas entre nós. Estamos em um campo de conexões. O nível mais alto de conexão é pensado, que então desce para níveis mais simples. Podemos corrigir todos os vírus em pensamento. A garantia mútua é a interconexão correta entre nós no nível do pensamento. Se a mantivermos, não haverá necessidade de mais nada, incluindo medicamentos materiais.

Da Lição Diária de Cabalá 07/03/20

Comente