Sob Um Cobertor

Dr. Michael LatimanPergunta: Por que a Luz Circundante é atraída quando eu dou presentes aos amigos?

Resposta: Porque eu dou um presente a um amigo não porque quero enganá-lo, seduzi-lo ou obter dele algum benefício mundano simples, mas só por causa da meta espiritual.

Under One Blanket

O ponto no coração é importante para mim, e eu trabalho a partir desse ponto em seu desejo de receber para satisfazer seu desejo de receber, ou seja, eu lhe dou um presente. Mas eu faço isso porque é importante para mim alcançar o Criador; Ele é a causa raiz de tudo (No. 1). Para isso, eu atuo sobre o meu ego (n º 2) e dou um presente para o ego do meu amigo (No. 3).

Eu posso influenciar o seu ego com um presente, mas eu influencio o seu ponto no coração pela Luz que Reforma (n º 4). Eu não posso influenciar o seu ponto no coração, é uma centelha de cima, uma parte da divindade de cima. Mas a Luz Circundante o influencia, porque começando com a minha primeira ação que fiz, este cálculo para alcançar o Criador é mais importante para mim do que agradar meu egoísmo. É por isso que eu faço todos esses passos, mesmo que eu ficasse feliz em permanecer deitado no sofá e não fazer nada.

Meu amigo começa a se perguntar: Por que eu estou fazendo isso por ele? Se estudássemos juntos, eu poderia dizer-lhe diretamente que a intenção do presente é para o nosso progresso espiritual, que eu lhe trago o presente para comprar um amigo, e com a sua ajuda revelar o Criador. E quando o amigo for despertado por minhas palavras, meus presentes e a Luz Circundante, ele também fará o cálculo que é mais importante alcançar o Criador (n º 5).

Depois de muitos desses presentes (um não é suficiente), eu “compro” o amigo. Na vida comum, sem a adição da importância do Criador, nós apenas “subornamos” uma pessoa e seu egoísmo ao lhe dar presentes. Como resultado, ela começa a me mostrar favor também, a me ajudar, como de costume: “Você me dá, eu dou a você”. Ou nós temos interesses comuns e ajudamos uns aos outros a realizar nossos desejos egoístas: ir pescar ou jogar futebol juntos.

No entanto, este esquema é muito especial, porque eu, através do Criador, começo a a influenciar o amigo, o seu ponto no coração. A partir daí, seu ponto no coração é despertado e ele é obrigado a fazer as mesmas ações em relação a mim. Ele deve fazer isso! Do seu ponto no coração, o seu egoísmo é influenciado (n º 6), e, com ele, ele me dá presentes (n º 7). Acontece que ele realiza o mesmo ciclo de ações em relação a mim.

Uma vez que ambos trabalham em tais “ciclos”, nós aproximamos nossos pontos no coração. Eles começam a trabalhar no mesmo comprimento de onda, tão perto que estão como que debaixo de um cobertor (n º 8). Em seguida, devido à Luz Circundante, o “cobertor” se transforma numa tela (Masach) (N º 9).

É uma lei inexorável. Um homem pode chorar por mil anos, mas, até que tenha cumprido as leis, não vai funcionar. Se os requisitos da lei são cumpridos, o sucesso é garantido. Chama-se: “A lei é fixa e não pode ser violada”.

Nós precisamos entender que existimos na natureza, em seu sistema de leis. Nós só precisamos aprender completamente essas leis e descobrir onde temos nos omitido até que obtermos o resultado desejado.

Da Preparação para a Lição Diária de Cabalá 11/12/13

Comente