O Método De Recuperação

Dr. Michael LaitmanNós desenvolvemos programas especiais de educação e formação, porque precisamos levá-los a todas as pessoas que saem do mercado de trabalho e ficam desempregadas. Nós devemos reunir essas pessoas, uni-las, e em vez de emprego, supri-las com a educação que se tornará seu novo emprego.

Isto é, a pessoa deve trabalhar duas horas por dia (se isso) e o resto do tempo se dedicar a estudar. Todos nós devemos nos sentar novamente atrás da mesa e nos tornar alunos. Nossos seguros desemprego não deveriam ser chamados assim, mas sim bolsa de estudos, e devemos nos esforçar para que todos possam ter um nível suficiente de vida.

Em geral, essa é a sociedade que devemos alcançar muito em breve, senão movimentos de protesto se tornarão um enorme obstáculo no mundo. Os jovens, especialmente em países com elevadas taxas de desemprego, como a Espanha (onde a taxa de desemprego entre jovens atingiu 50%), não podem mais voltar ao trabalho e voltar a estudar. Eles rapidamente perdem o interesse na vida, no resto do mundo, e tornam-se inertes. Cidades inteiras, tais como Detroit nos EUA, aonde as indústrias foram à falência, simplesmente tornam-se cidades fantasmas: pobreza, vandalismo e drogas e florescem lá. Essas cidades não são poucas no mundo.

O problema é que hoje a humanidade ainda não entende que tem que se reeducar para se elevar ao nível integral, global, oferecido a nós pela natureza. Nós temos que alcançar um estado de equilíbrio mútuo com ela, onde vamos sentir uma grande liberação de energia e oportunidades. Cada pessoa e toda a humanidade vai realmente alcançar o estado de realização. Este é o objetivo hoje da humanidade. Isto é o que é ensinado pelo método de formação integral, que é aplicável tanto a crianças e adultos.

Uma parte do método de estudos integrais é chamada de “Educação Integral”. Ela descreve o estado integral de uma família: como as famílias, a dinâmica familiar e a formação deveriam ser organizadas.

Nós criamos os filhos sem nem mesmo saber como educá-los corretamente. Os jovens que têm filhos não sabem o que fazer com eles. Só muitos anos depois é que eles começam a perceber quantos erros cometeram como jovens pais.

A economia familiar e todo o processo de desenvolvimento histórico, o egoísmo como base da nossa sociedade, o egoísmo corretamente formado e a correta interação entre as pessoas como a base da nova sociedade de interação integral entre nós, tudo isso compreende parte do método chamado “Educação Integral”.

A outra parte do método, a “Formação Integral”, preocupa-se com a mudança do próprio homem, transformando-o de um ser humano egoísta e limitado num ser humano que pode integralmente se relacionar com a sociedade, as pessoas e o ambiente.

O fato é que a pessoa é formada sob a influência do ambiente; seu único livre arbítrio reside na escolha de qual grupo ou sociedade participar. Assim, quando ela se junta a determinada sociedade, ela começa a mudar; isso é o que nos transforma. A única coisa que podemos fazer por nós mesmos é mudar a nós mesmos sob a influência de certa sociedade que nos rodeia.

Quando criamos em torno de uma pessoa um grupo de pessoas que querem mudar integralmente, estas exercem sobre ela certa influência. Junto com elas, a pessoa começa a se transformar e ver o que significa viver numa sociedade integral, global, que a natureza oferece como condição para nossa existência futura.

Acontece que o homem nesta pequena sociedade, neste pequeno grupo começa a revelar forças totalmente novas da natureza. Através da conexão entre nós, nós começamos a sentir a força oculta da natureza, a força de doação, a força de cooperação, uma força adicional. Nós começamos a sentir a natureza através do nosso novo órgão sensorial integral.

Da Convenção de Vilnius 22/03/12, Lição Preliminar

Comente