Por Que As Leis Da Humanidade Estão Escondidas De Nós?

laitman_281_01Pergunta: Existem leis claras para a cooperação mútua entre as pessoas, como há para as leis da física?

Resposta: Essas leis existem, mas elas estão escondidas de nós. Em cada sistema físico, existe um interruptor entre seus elementos para manter o equilíbrio, seu estado de funcionamento, e assim por diante. Existem também fórmulas precisas para preservar o sistema da sociedade humana. Existe um sistema geral de controle.

Os primeiros artigos do Rabash podem ser usados ​​como um exemplo; neles se diz:

  • Você deve ser superior aos outros,
  • Você deve ser inferior aos outros,
  • Você deve ser igual aos outros,
  • Você deve estar preocupado com a existência de um componente intermediário.

Esta é toda a lei.

Não há nada além das leis de mudança das pessoas em um grupo, um grupo de dez! Essa é a lei principal da natureza da qual é possível derivar o resto das leis.

Pergunta: Por que as pessoas primeiro começaram a descobrir as leis físicas, mas não estavam preocupadas em descobrir primeiro as leis da conexão humana?

Resposta: Porque o ego repele as pessoas das leis das conexões humanas. E é o oposto com as leis da natureza; ela atrai as pessoas. Ajudada pelo conhecimento das leis da natureza, uma pessoa pode influenciar, gerenciar e controlar! Mas as leis da natureza humana dizem que uma pessoa deve ser igual a todos, deve estar preocupada com todos.

Uma pessoa está interessada em tudo, exceto na construção da conexão mútua correta. ”Mas o sistema humano, societário, é o sistema mais elevado que existe na natureza. Se você o equilibrar e organizar, dentro dele a pessoa começa a sentir o próximo nível da criação.

Além disso, para que a correção aconteça, basta construir as conexões corretas no nível de um grupo de dez. Com menos de um grupo de dez, é difícil fazer isso. Com mais de um grupo de dez, é impossível porque o foco fica disperso. Dez pessoas é a situação ideal. Nós fomos criados de tal forma que um grupo de dez é a condição máxima necessária para nós, como na matemática.

Pergunta: Por que isso está escondido de nós? Por que nós conhecemos todas as leis da natureza nos níveis inanimado, vegetal e animal, mas ainda não descobrimos as leis da sociedade humana?

Resposta: As leis são descobertas de acordo com o grau de nosso desenvolvimento. Uma pessoa que não está desenvolvida não está pronta para descobrir essas leis, assim como é impossível falar com uma criança sobre as descobertas de Tesla.

Além disso, depende muito da percepção da pessoa. Para uma pessoa, as relações humanas não apresentam dificuldade; para outra pessoa, esse é um assunto fechado. Uma pessoa geralmente não está interessada neste aspecto da vida até começar a estudar a sabedoria da Cabalá. Dentro da sabedoria da Cabalá, ela descobre suas relações com o Criador.

Só depois disso é que uma pessoa gradualmente começa a sentir que há todos os tipos de relações mútuas entre as pessoas. Essa compreensão vem através do mundo superior.

Da Lição de Cabalá em Russo 02/10/16

Respostas Às Suas Perguntas, Parte 164

laitman_281_02Pergunta: Uma pessoa sente que está sozinha no mundo espiritual superior, ou ela está em contato com outras almas?

Resposta: Isso é tão diferente de nossos sentimentos que é impossível descrever. O mundo superior é percebido através do Criador conforme nós percebemos o Criador por meio da unidade entre nós.

Pergunta: Você poderia revelar o papel de um Cabalista neste mundo? Como devemos nos relacionar com as pessoas ao nosso redor quando recebemos do Criador informações e uma oportunidade de nos corrigirmos? A nossa missão é apenas nos corrigir, ou inclui a correção do mundo que nos rodeia?

Resposta: Uma pessoa deve primeiro ler os fundamentos da sabedoria da Cabalá para entender isto.

Sexo É Importante

laitman_543_02Pergunta do Facebook: Por que as pessoas são tão interessadas em sexo e nas relações mútuas entre os dois sexos? Parece que essa é a única coisa em que as pessoas se interessam.

Resposta: Dizem que o amor e a fome fazem o mundo girar. Se a fome não governa mais o mundo porque há realmente bastante alimento para todos, o que resta a preencher uma pessoa é o amor.

O desejo de uma pessoa é desfrutar. É a essência de sua existência. É assim que estamos programados. Se pudéssemos desligar esse programa dentro de nós, o mundo seria totalmente diferente. Rádio, TV, esportes, artes, ciência, tudo seria totalmente diferente.

O sexo é o maior desejo de uma pessoa. Não podemos sequer imaginar como tudo o que fazemos é inconscientemente orientado pelo sexo. Tudo o que fazemos decorre da nossa inclinação sexual interna. É a base do nosso comportamento.

Além disso, não se trata do tipo de sexo que entendemos como acoplamento corporal, mas de um anseio por um preenchimento por algo que é oposto a mim, assim como um positivo anseia por um negativo. Todos os pensamentos de uma pessoa são totalmente dirigidos sexualmente.

O que queremos dizer com sexo? Por um lado, há o desejo, a necessidade (mesmo no alimento), e, por outro lado, o preenchimento. De acordo com a sabedoria da Cabalá, o sexo é referido como Zivug de Hakaa (cópula).

Portanto, tudo depende do nível em que examinamos esse conceito. No nível fisiológico dos corpos materiais, chamamos de sexo; enquanto que no nível inferior da natureza estática ou vegetal, ou no nível superior da espiritualidade, é chamado de acoplamento.

Se uma pessoa que não sabe nada sobre a sabedoria da Cabalá começa a ler livros de Cabalá, ela encontra muitos conceitos sexuais, tais como: acoplamento, beijo superior, beijo inferior, praticamente o Kama Sutra.

Na verdade, como o sexo está na base do nosso desejo, a sabedoria da Cabalá se refere a ele em tal linguagem direta, muito precisa e correta. Se você deseja ler um bom romance sexual, pode ler o Estudo das Dez Sefirot.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 28/12/16

Dois Níveis Da Torá

laitman_555Pergunta: Se Moisés escreveu a Torá, por que é dito que o Criador olhou para a Torá na época em que criou os mundos?

Resposta: Na verdade, a Torá é o movimento do desejo que foi criado oposto ao Criador em direção a uma completa equivalência com Ele.

Assim, quando o Criador “decidiu” criar a criatura, como dizemos na linguagem corpórea, Ele primeiro teve que criá-la como Seu oposto, bem como criar um mecanismo completo por meio do qual a criatura se moveria para se assemelhar a Ele.

Com essa intenção, Ele aparentemente escreveu a Torá, um sistema de comandos e instruções que deve ser realizado pelo desejo que foi criado por Ele. É assim que Ele traz o desejo que Ele criou para uma equivalência cada vez maior com Ele. Moisés escreveu a própria Torá, mas não do ponto de vista da gestão do Criador, porque essa Torá permanece na cabeça do mundo de Ein Sof (Infinito).

Para Moisés, ela estava registrada na cabeça do mundo de Atzilut como uma atividade. Assim, isso se refere a mesma coisa, mas em níveis diferentes.

Da Lição de Cabalá em Russo 04/09/16

Nova Vida # 395 – Sorte, Destino E Anjos

Nova Vida # 395 – Sorte, Destino E Anjos
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Yael Leshed-Harel

Resumo

Como a pessoa deve se relacionar com o conceito de sorte e destino, e como cada um pode transformar sua vida em uma oportunidade para alcançar a bondade?

Nada é por acaso na natureza. Do Big Bang ao momento atual, tudo é administrado de acordo com leis fixas. O destino é um tipo de cadeia de situações que uma pessoa deve atravessar do início até o fim da vida.

Cada um tem a oportunidade de mudar sua atitude em relação ao que está acontecendo consigo e sentir que tudo é bom. Tudo em nossas vidas é uma oportunidade de mudar nosso ódio em amor. Você começa a perceber e ver que isso é assim. O bem e o mal não existem. Mal é o que é ruim para os outros e bem é o que é bom para os outros. ”E amarás o teu amigo” (Levítico 19:18). Nada é mal exceto o ódio infundado, e não há bem senão o amor fraternal.

“Sorte” consiste em forças que chegam a uma pessoa desde cima, que a levam a se equilibrar com os outros. Se a pessoa sabe como receber isso corretamente, essa sorte é sentida como boa para ela, e se não, é má.

A sabedoria da conexão ensina uma pessoa como se preparar para aceitar corretamente todos os eventos na vida. E o que são os anjos? Os anjos são forças que me influenciam. Um exemplo é a força da gravidade. Anjos destrutivos são forças que dão vida a todos os tipos de golpes e percalços e cabe a mim corrigir-me através deles.

Basicamente, a correção é a formação de um relacionamento bom e equilibrado: “E você amará seu amigo como a si mesmo”. Os bons anjos aproximam do amor ao próximo; anjos maus afastam a pessoas para o egoísmo. Mesmo demônios e espíritos são forças.

É impossível vê-los, só se vê o resultado de sua influência. Nós precisamos aprender a gerenciá-los.

De KabTV “Nova Vida # 395 – Sorte, Destino E Anjos”, 03/06/14

Onze Anos Após Arosa, Parte 4

laitman_283_01A principal coisa hoje é reconhecer que há uma crise e entender que não se trata apenas de destruição, mas do nascimento de uma nova humanidade.

Do folheto “A Crise E Sua Solução” (Fórum em Arosa, 2006)

Egoísmo – Toda a Matéria no Mundo

Toda matéria constitui diferentes medidas do desejo de ser preenchido com poder, vida e prazer. A magnitude do desejo a ser preenchido cria vários níveis na natureza: inanimado, vegetal, animal e humano, e determina todos os processos que ocorrem neles.

Toda a natureza – inanimada, vegetal, animal e humana – deve ser considerada como um todo. Recentemente isso está sendo cada vez mais revelado em nosso mundo devido à pesquisa científica e toda a experiência de vida. A natureza de cada matéria é seu egoísmo e o desejo de existir à custa dos outros.

É a lei da natureza que não pode ser evitada. Nós só precisamos verificar como essa lei opera, o que está quebrado nela, e por que não podemos alcançar a conexão correta. Nós estamos totalmente à mercê das leis da natureza sem nenhuma saída? Podemos apenas aceitar o fato de que cada um devora o outro, ou ainda é possível corrigir isso?

Peculiaridades do Egoísmo Humano

Com exceção do homem, toda a natureza consome somente o que precisa para sua existência. O homem deseja mais do que precisa em comida, sexo, conforto físico e especialmente em desejos que são inerentes somente a ele: riqueza, poder, honra, fama e conhecimento.

O egoísmo humano está crescendo continuamente, hiperbolicamente. Seu crescimento estimula e determina o progresso da humanidade, mas ao mesmo tempo, conduz a um beco sem saída, a uma crise global.

Com o egoísmo dominando o homem, ele o priva de instintos que garantem sua sobrevivência. O egoísmo que cresce nos níveis inanimado, vegetal e animal se desenvolve corretamente para sustentar a existência da espécie. No entanto, o egoísmo que se desenvolve do nível de um macaco em direção ao ser humano começa a destruir a espécie humana. Afinal, as pessoas não se preocupam apenas com as necessidades da sua existência, mas com os excessos que sempre vêm à custa dos outros.

Se nós vivemos na natureza integral, no sistema fechado, ao tomarmos demais para nós mesmos, além do que é necessário para a vida, roubamos dos outros, do sistema geral. Não importa se sabemos disso, ou agimos inconscientemente; de qualquer forma, prejudicamos o sistema.

Portanto, todo o desenvolvimento dos seres humanos na Terra foi, de fato, egoísta, a partir do desejo de usar o ambiente além de suas necessidades naturais.

Isso significa que o comportamento humano é definido por leis completamente diferentes em relação à natureza inanimada, vegetal e animal. O egoísmo humano não tem limites e quando vê algo que o outro tem, imediatamente começa a querer o mesmo, mesmo que não precise.

Isso não acontece com os animais; eles são totalmente indiferentes uns aos outros e só sentem suas próprias exigências. No entanto, o ser humano difere dos animais exatamente por seu desejo excessivo que não pertence ao nível animal. Nós estamos falando desse excesso, por que ele foi dado a nós e como usá-lo corretamente.

O problema de uma pessoa é que ela não se associa com o sistema geral, não considera a Terra como seu lar e a humanidade como sua família. Ela simplesmente não é capaz de tal atitude por causa de sua natureza egoísta; isso requer uma educação integral.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabalá 10/01/17, Lição sobre o Tópico, “Mismah Arosa“, (Documento de Arosa)

Textos Cabalísticos São De Múltiplas Camadas

laitman_209Comentário: No passado você disse que existem estados em que uma pessoa olha para as letras de um texto e, de repente, elas começam a desaparecer.

Minha Resposta: Esse é um fenômeno que acontece quando a pessoa começa a ser moldada por uma emoção particular. É um sinal de expressão emocional; a emoção em si não tendo forma. Assim, as letras que lhe possibilitaram descrever algo como emoções começam a desaparecer e você já não as vê.

Também poderia ser o contrário, quando uma pessoa que está lendo um livro Cabalístico pode, de repente, ver surgir palavras adicionais que não estão escritas no texto. Esses não são milagres, porque os textos que são escritos pelos Cabalistas são de múltiplas camadas. Se você tiver sorte e alcançar um nível como esse, verá muitas palavras adicionais que surgiram nos pensamentos do autor.

Da Lição da Cabalá em russo 24/07/16

De Onde É Que A Linguagem Da Cabalá Vem?

Pergunta: Palavras como”Keter, Hochma, Zeir Anpin”, etc., não existem na natureza, então de onde é que a linguagem da Cabalá vem?

Resposta: Essas palavras não são usadas no dia a dia, pois não há Keter, Hochma, Bina, Zeir Anpin, e Malchut em nossa natureza terrena.

A linguagem da Cabalá decorre da essência dos objetos que existem no mundo espiritual.

A linguagem que existe no mundo superior não desce plenamente em nosso mundo, porque, por um lado, há muitos mais objetos espirituais lá do que suas revelações em nosso mundo. Por outro lado, há mais e mais objetos artificiais em nosso mundo, que são produzidos pelo homem, aos quais damos nomes.

A palavra “telefone”, por exemplo, em hebraico é”Sah Rahok,”(Sah, Shihan – conversa, Rahok – remoto) falar a distância, o que significa que é para uma conversa à distância, mas esta palavra não foi aceita, como muitas outras palavras, porque os nomes de muitos objetos vêm até nós do Ocidente, do mundo em que eles apareceram.

[198779]

Da Lição de Cabalá em russo 24/7/16

Material relacionado:
Duas Línguas Ligadas Às Raízes Superiores
Hebraico: Uma Língua Matemática
Hebraico, A Chave Para O Mundo Espiritual

Nova Vida # 394 – Superstições E O Mau-olhado

Nova Vida # 394 – Superstições E O Mau-olhado

Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Yael Leshed-Harel

Resumo

Qual é o papel das superstições e do mau-olhado em nosso mundo moderno e como podemos influenciar uns aos outros para o melhor?

Os animais sentem a natureza, mas os humanos não. Daí a necessidade de diferentes talismãs da sorte, fitas vermelhas, etc. Isso tudo decorre de não conhecermos o sistema em que vivemos. Na natureza tudo é determinado.

O homem é uma criatura psicológica e assim as bênçãos o afetam e o seu poder de lidar com a situação, mas elas não podem realmente mudar qualquer coisa na vida, nem o sistema da natureza.

O “script” está pronto. Basicamente, é impossível mudá-lo, mas podemos mudar a nossa maneira de considerar o que vem junto.

O mau-olhado é quando as pessoas pensam mal de alguém, e assim, podem mudar o seu destino. Esta é a razão pela qual o ódio infundado é destrutivo. Somos ligados uns aos outros por uma rede interna. Nossos pensamentos direcionados aos outros estão nesta rede. Milhões de laços nos unem, e hoje setas prejudiciais fluem nela, maus pensamentos.

Se uma pessoa define a regra de “ama teu amigo como a ti mesmo” como a meta na vida, ela não tem nada a temer. A pessoa deve ser modesta e não se destacar, não por causa do medo do mau-olhado, mas para que ele não faça os outros falharem.

Você pode comprar um carro novo, mas você deve manter a intenção de que seu vizinho não vá te odiar.

De KabTV “Nova Vida # 394 – Superstições E O Mau-olhado,” 3/6/14

OBS: Vídeo/Audio em inglês

icon for podpress VideoReproduzir AgoraDownload icon for podpress AudioReproduzir AgoraDownload

 

O Que Falta À Humanidade?

Laitman_004Pergunta: Em que devemos dedicar nossa atenção em 2017 do ponto de vista da sabedoria da Cabalá?

Resposta: A humanidade carece apenas de uma coisa: encontrar um método para a conexão correta entre nós. Tudo o resto existe e sempre estará em abundância.

Nossa tarefa é aprender a se conectar entre nós para transformar nosso mundo em um mundo agradável e confortável para nossos corpos e preparado para a ascensão de nossas almas. O método para fazer isso é a sabedoria da Cabalá.

Da Lição da Cabalá em Russo 01/01/17