“COVID-19 E A Corrida Fútil Por Uma Vacina” (Medium)

Medium publicou meu novo artigo: “COVID-19 E A Corrida Fútil Por Uma Vacina

Em todo o mundo, as empresas estão correndo para encontrar uma vacina para a COVID-19. Elas esperam poder abolir a pandemia, restaurar o excessivo modo de vida capitalista e consumista que tínhamos antes do vírus dominar o mundo e gerar bilhões de dólares em lucro no processo. É uma busca sem esperança. Provavelmente não haverá vacina nem cura para o vírus. Mesmo se alguma for encontrada, logo depois, outra pestilência mais forte devastará a humanidade.

Estamos nos posicionando contra toda a existência, reivindicando direitos que não temos direito a reivindicar e nos sentimos privados quando não conseguimos o que não deveríamos obter em primeiro lugar.

Se quisermos curar o coronavírus, temos que fazer isso onde ele começa. O surgimento do vírus é em si um sintoma; não é a doença. A doença são nossas más relações um com o outro. Nossos relacionamentos são doentes e essa doença se manifesta de várias maneiras, como taxas de divórcio, taxas de depressão, abuso de substâncias, obesidade, violência e, recentemente, uma pandemia.

Não podemos tratar o vírus como uma crise autônoma, porque tudo na realidade está vinculado e conectado a todo o resto. Já sabemos disso sobre o resto da natureza e até sobre nossos próprios corpos, mas excluímos convenientemente nossa psique da regra. Nós não deveríamos; ela está destruindo nossas vidas, nossos meios de subsistência e agora toda a nossa civilização.

De fato, não faz sentido pensar que nosso mau estado espiritual, ou seja, nossa má vontade um com o outro, não tenha influência sobre nossos corpos. Se podemos tratar a depressão com antidepressivos ou tomar pílulas que nos fazem sentir amigáveis, por que achamos que uma má disposição não terá um impacto negativo em nossa saúde?

Além disso, como nossos corpos, mentes e espíritos são um sistema, e como somos parte de toda a natureza, nosso espírito maligno afeta negativamente toda a natureza, novamente, porque é um sistema único. E quando toda a humanidade sofre de maus espíritos, o impacto no resto do mundo se torna massivo.

Para onde quer que você na natureza, ela é um sistema equilibrado e harmonioso. Nos níveis mineral, vegetal e animal, animais e plantas se alimentam um do outro e, assim, preservam a saúde e o equilíbrio do ecossistema. Também dentro do nosso corpo, a homeostase é mantida à medida que o corpo gera continuamente células novas e robustas e mata as velhas e as fracas. Isso nos mantém saudáveis ​​e fortes.

A única parte em que a natureza não funciona no piloto automático é a nossa psique. Nossos espíritos são livres para escolher se devem se unir como um sistema ou rodar sozinhos. Até agora, escolhemos ir sozinhos, mas vemos os custos. Estamos nos posicionando contra toda a existência, reivindicando direitos que não temos direito a reivindicar e nos sentimos privados quando não conseguimos o que não deveríamos obter em primeiro lugar.

Se quisermos ser saudáveis, fortes e felizes, precisamos primeiro aprender como funciona toda a natureza. Precisamos reconhecer que todo o sistema é integral e interconectado, que todas as partes se apoiam em uma rede interdependente de partes que promovem o bem-estar umas das outras. A aparente competição na natureza é apenas uma interpretação errônea de nossas mentalidades egocêntricas. As espécies se apoiam e se fortalecem, pois são todas interdependentes.

Quando soubermos disso, entenderemos como podemos nos tornar semelhantes à natureza e, portanto, verdadeiramente felizes. Vamos perceber que as pessoas que têm visões diferentes não são nossos inimigos, pois sem elas não poderíamos definir a nós mesmos, nossas visões, nossos pensamentos. São exatamente os conflitos e contradições em nossas vidas, as coisas com as quais discordamos, que nos fazem pensar, crescer, articular e tornar-se seres humanos mais completos.

No final, o ecossistema humano deve se parecer com o resto da natureza, criar uma rede de visões, cores, raças, religiões, nações, personalidades e culturas diferentes e opostas que, juntas, formam um todo bonito, tão diverso quanto a própria natureza. Todos nós amamos e apreciamos a diversidade da natureza, então por que não amar e apreciar a nossa? Assim como amamos a natureza, porque todas as partes nela formam um todo bonito, devemos aprender a amar a humanidade, porque todas as partes diferentes de nós formam um todo bonito, do qual somos todos partes igualmente importantes.

“Quais São Algumas Maneiras De Mudar A Sociedade?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: Quais São Algumas Maneiras De Mudar A Sociedade?

Antes de discutir maneiras de mudar a sociedade, devemos questionar quais mudanças a sociedade deve adquirir.

Na nossa era, a mudança necessária na sociedade é uma mudança de valores, que em vez de valorizar as atividades egoístas, para ser individualmente mais bem-sucedida, rica, famosa e/ou poderosa, se quisermos uma sociedade cheia de saúde, feliz e com indivíduos confiantes, precisamos de valores de responsabilidade mútua, consideração, cooperação e conexão positiva que permeiem a sociedade.

Para alcançar tal mudança de valores, não podemos implementar essa mudança sozinhos. Antes, precisamos de uma influência externa para permitir essa mudança. No entanto, podemos perseverar em alcançar essa mudança e precisamos entender a tendência geral da natureza de nos conectar cada vez mais para que isso aconteça.

Fora da nossa percepção e sensação, existe uma única força da natureza que age por amor absoluto, e que leva em consideração cada detalhe da realidade.

Ela criou e evoluiu muitas camadas da realidade que experimentamos, desde a matéria inanimada, passando pela vida vegetal e animal e, finalmente, nós humanos.

Portanto, para permitir uma mudança na sociedade, precisamos atrair a força da natureza que cria e sustenta toda a vida, para que ela opere em nós e guie nossa mudança para um novo conjunto de valores que nos aproximem do equilíbrio com a natureza. .

Precisamos simplesmente ganhar mais consciência sobre como a natureza funciona, como a natureza humana é uma forma egoísta e egocêntrica que se opõe ao atributo geral da natureza de amor, doação e conexão, e como, do polo negativo da criação, podemos atrair a força positiva em nossas vidas, para deixá-la nos conectar, mudar nossos valores e, da mesma forma, nossa percepção e sensação da realidade integral que finalmente compartilhamos.

Foto acima por Javier Allegue Barros no Unsplash

Desconexão Das Comunidades, Parte 2

400Questão Do Retorno

Pergunta: Por que, mesmo em nossos dias, os judeus religiosos que vivem, digamos, na América, não se mudam para Israel? Qual é a razão?

Resposta: Há duas razões. A primeira razão é que os judeus americanos não têm incentivo religioso para morar aqui. Basta que venham aqui uma vez por ano. Além disso, hoje não é um problema. Basicamente, eles vêm aqui três vezes por ano durante três grandes feriados.

A segunda razão é que se diz que os judeus retornarão à terra santa junto com o Messias (com o libertador), mas ele não está lá. Então, se ele não estiver lá, para onde devo ir? Não vou quebrar o mandamento básico de retornar.

Isto é, retornar quando estiver pronto e ir é um movimento sionista anti-religioso. E no sentido religioso, os judeus chegarão e povoarão a Terra de Israel junto com o Messias.

Comentário: No entanto, existem muitos judeus religiosos vivendo aqui.

Minha Resposta: Diferentes tendências religiosas interpretam a questão do retorno de diferentes maneiras.

Pergunta: Qual é a razão pela qual muitos movimentos religiosos e não religiosos, incluindo os povos do mundo, acreditam que o lugar dos judeus é na Terra de Israel?

Resposta: Deveria ser assim. Basicamente, o povo deve retornar à sua terra. É o que a Torá diz, todos os profetas dizem isso nos dias em que fomos expulsos de nossas casas. Afinal, o exílio babilônico ocorreu na época dos profetas que nos trouxeram de volta da Babilônia para esta terra no período entre o Primeiro e o Segundo Templos.

De KabTV, “Análise Sistemática do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 12/08/19

Guia Para Formar Uma Equipe, Parte 11

laitman_544As Relações Financeiras São Aceitáveis ​​Em Uma Equipe?

Pergunta: Não é recomendável ter relações financeiras, pedir dinheiro emprestado ou receber serviços dentro da equipe. Estamos todos no processo de construção de conexões calorosas. As relações financeiras podem gerar conflitos indesejados? Quão crítico é isso?

Resposta: Cem por cento, isso não deveria estar acontecendo.

Isso deve ser suprimido pela amizade. Quero dizer, você pode me trazer um presente de aniversário, por exemplo, uma garrafa de uísque, e eu lhe trarei algo de presente. No entanto, não pode haver relações e dependências puramente financeiras. Elas não têm lugar na equipe.

Essas são as condições com base nas quais o grupo surge. Se houver tais excessos, devem ser interrompidos imediatamente. Essas pessoas devem ser imediatamente removidas do grupo.

Pergunta: Mesmo assim? Isto é, se de repente duas pessoas entraram em contato financeiro, alguém deu um emprego a alguém?

Resposta: Isso não é mais um grupo, não há relações amigáveis ​​entre eles.

Pergunta: Se eu sou o chefe e ele é meu subordinado, não podemos mais estar no mesmo grupo?

Resposta: Não.

Pergunta: Podemos prestar serviços uns aos outros?

Resposta: Além disso, em raras ocasiões. Depende de quais serviços.

Comentário: Por exemplo, alguém é instalador e alguém é dentista. Eles se ajudam, dão alguns descontos por seus serviços. Afinal, hoje não há confiança em ninguém. Se você chamar algum instalador, vá descobrir o que ele fará. Assim, eu já tenho um amigo.

Minha Resposta: Eu não sei. Tudo isso não é simples. Pelo menos nos estágios iniciais, é melhor obter ajuda de outros grupos. Não confunda nossos relacionamentos internos com alguns externos, oportunistas.

De KabTV, “Habilidades de Gerenciamento”, 18/06/20

Por Que Se Sacrificar?

laitman_592.04Pergunta: Hoje em dia, podemos encontrar muitos exemplos de pessoas se sacrificando para salvar outras. Os médicos estão salvando pacientes trabalhando 24 horas, às vezes sem proteção. Muitas celebridades estão declarando ao mundo inteiro que estão prontas para sacrificar a si e a seu capital.

Você também diz que precisamos mudar e sacrificar nosso egoísmo. Isso é livre arbítrio?

Resposta: Não, é um pouco diferente. Embora eu acolha esses motivos, esse não é o estado corrigido da humanidade.

A questão é que a humanidade precisa corrigir sua atitude de um em relação ao outro, sua atitude em relação ao egoísmo e ao altruísmo, não em uma capacidade limitada, como cuidar dos doentes ou de qualquer outra coisa.

Existem pessoas que, por seu egoísmo, estão prontas para matar outras pessoas, para que não destruam, por exemplo, espaços verdes ou poluam o meio ambiente. Vemos que esses movimentos pela ecologia verde e ar puro são totalmente egoístas. Tanto que pessoas com egoísmo ardente estão prontas para prejudicar a vida de outra pessoa que, diferentemente delas, tem uma compreensão diferente do que é bom.

Pergunta: Você acha que ajudar em situações extremas, como uma pandemia ou crise econômica, é natural e que isso não é chamado de correção?

Resposta: Sim. Só precisamos perceber o quanto nossa natureza nos empurra um contra o outro e caracterizar corretamente as ações humanas.

Se é difícil para eu olhar para um paciente doente, então dou dinheiro para o tratamento dele, então, no final, não o curo, mas apenas alivio minha tristeza por ele.

Na Cabalá, estamos falando de uma correção fundamental de nossa natureza.

Pergunta: Isto é, eu deveria fazer coisas boas, não porque simpatizo com os doentes, mas além disso. Mesmo que eu não tenha nada a ver com eles, ainda tenho que fazer isso para algum propósito maior?

Resposta: Essa é exatamente a razão.

De KabTV “A Era Pós-Coronavírus”, 30/04/20

Eu Preciso Começar Ensinar Cabalá À Minha Família?

laitman_622.01Pergunta: O coronavírus está trabalhando em nós para que aprendamos a abandonar nosso egoísmo e a começar a mostrar mais amor e carinho um pelo outro?

Resposta: Muito bem.

Pergunta: E antes de tudo, devemos começar com nossos entes queridos?

Resposta: Não. Nós reunimos grupos com base no nosso desejo de autocorreção. As pessoas que vêm até nós estudam juntas. Entre elas, um novo sistema de correção aparece. Mas essas não são pessoas próximas a nós e nem parentes.

Pergunta: Não faz sentido começar com a família? Geralmente, as pessoas começam a criar relacionamentos familiares com uma atitude egoísta, a fim de receber cuidado, amor e atenção. E quando elas não entendem, surgem conflitos. Talvez seja melhor começar com a família?

Resposta: Você pode ensiná-los a doar? Eles estão dispostos a ouvir isso? Eles concordam que você deve dar primeiro e só depois receber? Ou talvez até chegue a um estado em que você dá e por isso recebe.

Pergunta: Eu percebo dar, antes de tudo, como amor e carinho pelos outros. Mas observo que há pouco amor nas pessoas. Nelas há a sede de receber esse amor.

Quando me familiarizei com a Cabalá, percebi que a Cabalá é a fonte que, através do crescimento de sua consciência, pode ajudá-lo a receber esse amor. Como uma bateria à qual você se conecta e extrai energia.

Eu gostaria de compartilhar essas ferramentas com outras pessoas. Por onde devo começar? O que devo aconselhá-las a estudar ou ler?

Resposta: Para isso, temos um enorme banco de dados em 70 idiomas, já que nossos alunos vivem em todo o mundo. Temos uma ótima biblioteca com acesso gratuito a partir da Internet.

Pergunta: É possível remover a ignorância em relação à Cabalá? Quando comecei a falar sobre ela na minha página do Instagram, percebi que as pessoas têm muitos estereótipos no campo da Cabalá, elas não entendem sua essência.

Resposta: Você não pode fazer nada. Nós só precisamos dar nossos materiais. É melhor estudar o que está escrito de acordo com o método para iniciantes. Então, dentro de pouco tempo, as pessoas serão capazes de entender o que se trata de maneira correta e clara, sem conceitos errados.

De KabTV, “Juntos sobre Coisas Importantes”, 14/07/20

O Caminho Para O Nível Superior

laitman_594Pergunta: Se eu sou escravo de minhas emoções e sou dominado por desejos que me foram forçados, como a sabedoria da Cabalá pode me ajudar a mudar minha perspectiva, se ela é o resultado direto de meus desejos e emoções?

Resposta: Todos os seus desejos e emoções são determinados pelo nível em que você está, pelos seus principais atributos. Agora eles são egoístas.

Mas se você começar a estudar seriamente a sabedoria da Cabalá, atrairá para você o que é chamado de luz superior, e ela começará a mudar você gradualmente. Assim, você começará a imaginar um mundo diferente em seus novos atributos.

O mundo que está mais próximo de nós é o mundo em que você começará a sentir que tudo está em um estado de absoluta unidade, integralidade e completa conexão mútua. Este é o sentimento no nível mais baixo, não na profundidade da realização de cada objeto e suas camadas.

Isso significa que você alcança a luz de Nefesh do mundo de Assiya, o primeiro nível dos 125 níveis. Isso lhe dará uma ideia de algo que é superior ao seu nível.

Pergunta: Eu percebo o mundo corporal através dos meus sentidos naturais. Quando começo a me unir a outras pessoas, começamos a sentir um novo sentimento qualitativo, o mundo superior. Isso se chama Criador?

Resposta: Esse é o próximo nível. Você pode chamá-lo de Criador, porque é um nível superior a você, mas você ascende a ele e se torna como Ele.

Sempre chamamos o nível que é mais alto que nós de Criador. Ele é revelado imediatamente e se torna superior.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 26/08/18

Meus Pensamentos No Twitter 04/08/20

Dr Michael Laitman Twitter

A discórdia social no mundo só vai exacerbar, até o #odio e a #guerra. Até que percebamos que o ódio é feito e alimentado em nós pelo Criador, para que possamos nos elevar acima dele, preferindo a revelação Dele como precisamente a #conexão entre nós. É por isso que devemos lutar!

Elevando-se acima de todos os nossos pensamentos e desejos, porque o Criador os impõe deliberadamente sobre nós. E devemos preferir a Ele em vez dos pensamentos e desejos que Ele nos preenche. Portanto, devemos nos agarrar a \ele acima de todas as realizações. E assim descobriremos que é assim que Ele nos guia em direção a Ele. Boa sorte!

Do Twitter, 04/08/20

“Covid-19, Luz No Fim Do Túnel” (Medium)

Medium publicou meu novo artigo: “Covid-19, Luz No Fim Do Túnel

A vontade das pessoas de resistir à tempestade de coronavírus e voltar à vida normal competiu com o aumento das taxas de infecção recorde em todo o mundo. As pessoas estão cansadas de ouvir falar da pandemia, mas ela se agarra e não se solta, se espalhando e atingindo. No entanto, podemos encontrar resistência para enfrentar a crise quando percebemos que a solução está em nossas mãos.

Se nos ajudarmos a assumir a mentalidade do bem de todos, nossos corações serão limpos de atitudes egoístas e alienantes e todas as partes da natureza recuperarão o equilíbrio. A preocupação comum com o bem-estar dos outros criará soluções para todas as situações possíveis, construindo um escudo que nos protegerá de todas as dificuldades.

“Pela primeira vez na história, quase todos os cientistas do mundo estão focados no mesmo problema … isso está começando a render dividendos reais”, dizem acadêmicos de Harvard que destacam a nova era de cooperação em que entramos para mitigar o impacto da pandemia em todos os domínios de nossas vidas: economia, saúde, educação, cultura. Milhões de pessoas em todo o mundo estão estressadas com as variáveis ​​que preveem o que nos espera no futuro. O que acontecerá no próximo inverno em termos de casos COVID? Quantas pessoas mais estarão desempregadas?

A incerteza molda nossa consciência coletiva e a prepara para uma mudança acentuada. Precisamente esse tipo de mudança de perspectiva – de uma perspectiva egoísta de mente estreita para uma abordagem abrangente e compreensiva para resolver nossos desafios comuns – é o que nos ajudará a encontrar uma solução para a crise na raiz mais profunda do problema: nossas relações humanas disfuncionais, em vez de abordá-lo apenas de uma perspectiva científica, econômica ou política.

O Revestimento de Prata Está Entre Nós

De um mundo em que uma pessoa vê apenas a si mesma, precisamos fazer a transição para um mundo em que as pessoas se consideram. De um mundo em que não paramos mais para pensar em usar ou não uma máscara ou manter distância social para evitar a transmissão de um vírus prejudicial para aqueles que estão perto de nós, precisamos atingir uma realidade em que conscientemente fazemos o que for necessário para proteger outros, da mesma maneira que gostaríamos que outros cuidassem da saúde de nossos filhos.

Nosso atual senso de desamparo está nos tornando mais sensíveis às relações entre nós. Sem melhorar nossas relações humanas, seremos incapazes de garantir um bom futuro. Em vez disso, desperdiçaremos energia e recursos preciosos em guerras e conflitos de interesse. Mesmo que seja encontrada uma cura para a COVID-19, ela não curará o fenômeno social do egoísmo excessivo, o estado que faz as pessoas não sentirem as necessidades dos outros, mas apenas suas próprias demandas egoístas.

A vacina definitiva contra todos os patógenos tem como alvo a cura dos corações, neutraliza as críticas venenosas e corrige nossa atitude de exploração em relação aos outros. A natureza não é cega e nada acontece por acaso. O mecanismo da evolução produz o que percebemos como eventos negativos, para que possamos reagir e fazer conexões que nos movem na direção oposta, rumo ao alinhamento com a natureza. Essa é a fórmula para a evolução da vida, e os tempos exigem que todos percebam isso. O mundo que construímos está completamente interconectado, mas nossos corações permanecem distantes. Essa incompatibilidade é exatamente o que precisamos corrigir, para que funcionemos como um sistema integral em consideração e harmonia mútuas.

Se nos ajudarmos a assumir a mentalidade do bem de todos, nossos corações serão limpos de atitudes egoístas e alienantes e todas as partes da natureza recuperarão o equilíbrio. A preocupação comum com o bem-estar dos outros criará soluções para todas as situações possíveis, construindo um escudo que nos protegerá de todas as dificuldades. Então descobriremos que não há nada ameaçador na natureza e que o coronavírus era apenas o meio para curar o mundo do ódio e do consumismo excessivo.

O resultado final desta fórmula de segurança e prosperidade é simples: sem a conexão dos corações, todos sofreremos, mas o apoio mútuo criará uma sensação de paraíso. Somos como uma família presa em um túnel. Só poderemos ver a luz no fim do túnel com o poder do amor.

Dê Tempo Para O Vírus Entrar Em Vigor

627.2Comentário: Mesmo no nível do mundo corporal, podemos ver como tudo está interconectado, como os eventos em uma parte do mundo influenciam fortemente os eventos em outra parte do mundo e como os distúrbios que começaram em Minneapolis se espalharam pelo mundo. .

Não apenas na América, mas também na Europa, Israel e outros países, as pessoas estão começando a sair às ruas para protestar e exigir. É aqui que você precisa encontrar as palavras certas e quem as dirá. Caso contrário, nada funcionará.

Minha Resposta: Ainda não vejo como chegar às pessoas. Ainda não há condições necessárias. Não existe um sofrimento consciente através do qual você possa alcançar todos e perguntar: “Não é suficiente?”

Você não precisa ir até os ricos. Eles esperam que tudo volte e novos bilhões sejam adicionados às suas contas todos os dias. Você não pode ir até os pobres porque eles não têm tempo para isso e não entendem o que está acontecendo aqui. Os intelectuais estão ocupados com suas próprias invenções.

Então, minhas mãos estão atadas, não tenho a quem recorrer e nada a dizer. Eu posso explicar mais detalhadamente, mas não vejo a quem. Ainda precisamos dar tempo ao vírus para agir.

Pergunta: Você acha que isso pode realmente incentivar as pessoas a pensar sobre ele e tentar encontrar uma resposta diferente? Não através de uma vacina ou medicamento?

Resposta: Não! A vacina é uma esperança vazia. Nenhuma vacina vai ajudar! Se esse vírus desaparecer, haverá outro – ainda pior, de um tipo diferente, mais sofisticado. Não podemos fugir disso!

Pergunta: Tudo isso foi previsto nos livros dos sábios? De que forma?

Resposta: A vacina não foi prevista, embora exista uma opinião geral de que o vírus provém da palavra “Avirot“, “transgressões”. Mas que será dessa forma, não. Eu acredito que este é um pouso muito suave da humanidade “em seu traseiro”, para que pareça de onde está crescendo e de onde pertence. Seremos forçados a inclinar a cabeça e sentir quem somos.

De KabTV,“Situação Internacional Atual”, 18/06/20