Mais Alto E Mais Alto E Mais Alto!

laitman_248.02O mais importante é elevar-se ao nível de Lishma, no qual toda a escada espiritual é construída. Isto é, a pessoa tem que ganhar o poder da fé, o poder de Bina, que é o poder de doação acima da recepção e do desejo de desfrutar, que o Criador, a Luz superior, constantemente desperta em nós. Assim, o Criador nos avança, despertando as trevas em nós, e nós temos que nos apegar à Luz da fé, a Luz de Hassadim, doação acima da escuridão.

Isso significa que é preciso avançar pela fé acima da razão. O conhecimento adquirido se torna um nível no qual construímos a fé. E a fé que a pessoa ganha acima do conhecimento torna-se um novo conhecimento, e é preciso elevar-se acima dele para uma fé ainda maior. Assim, a cada novo nível, um novo nível de doação e fé se transforma em um novo nível de recepção e conhecimento, sobre o qual é necessário se elevar novamente.

A pessoa ascende porque não presta atenção aos seus sentimentos dentro do desejo de desfrutar. Claro, ela sente escuridão, impotência e desespero em tudo relacionado ao egoísmo. Mas, apesar disso, ela precisa agir como se estivesse em doação, a propriedade de Bina, em fé e unidade, como é dito: “Eles têm olhos e não veem”.

Nós temos que trabalhar em dois níveis que não se anulam. Eu sei exatamente no meu senso comum que estou no egoísmo e que não quero me conectar com ninguém e dar a ninguém. Não me sinto atraído por todas as condições que a ciência da Cabalá recomenda. A pessoa sente tudo isso em seu desejo egoísta, e se dá conta disso sem fechar os olhos para a verdade e se enganar como se já tivesse sido corrigida.

Eu permaneço com os dois pés no chão porque “o juiz tem apenas o que seus olhos veem”. E com isso, eu levanto minha cabeça acima das nuvens, isto é, imagino um degrau espiritual como se a Luz superior já tivesse vindo, preenchido e me dado o poder de doação, unidade, fusão com o grupo, e dentro dele, com o Criador.

Isso se torna meu novo segundo estágio, que não anula o primeiro. Eu estou em dois níveis ao mesmo tempo; eles não se anulam, mas existem por si só. Assim, eu construo o nível da fé acima da razão: Há a razão, que é Malchut, e acima dela – fé, Bina.

Eu vivo assim o tempo todo. Se conseguir manter a fé acima da razão, me esforçando ao máximo nisso, sentirei como meu estado mudará. O primeiro nível de fé gradualmente se transforma em conhecimento, e eu preciso de uma nova fé e um nível superior de doação.

Eu, portanto, subo a escada. O que foi fé se transforma em conhecimento; Bina transmite seu poder à Malchut e Malchut incha e cresce. A pessoa sobe para um novo nível de Bina: mais e mais e mais alto!

Esse é todo o segredo da ascensão espiritual. O mais difícil é ficar simultaneamente em dois níveis: em Malchut e em Bina, para que não se anulem mutuamente. Não seja como crianças pequenas que só podem estar em um estado. O adulto permanece firme no chão neste mundo e mantém a cabeça erguida no mundo futuro.

A pessoa precisa praticar muito isso porque toda a ascensão até o fim da correção acontece apenas desta forma. Quanto mais rápido pudermos perceber isso, ajudando uns aos outros, mais teremos sucesso. Estamos perto desse estado. É muito importante que o grupo ofereça suporte a todos. Nosso destino depende apenas da adoção desse princípio: como elevar-se do nível da razão para o nível da fé. Ascensão espiritual e aquisição da alma são construídas sobre este princípio.1

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabala, 14/08/18, Lição sobre o Tópico: “Do Fundo da Escada à Dvekut Permanente”
1 minuto 0:20

Comente