O Movimento Islâmico

laitman_220Comentário: Hoje à noite em Israel eles proibiram a Facção Norte do Movimento Islâmico. Funcionários foram presos juntamente com o seu dinheiro, comunicações e computadores. Tudo o que pertence a esse movimento foi apreendido. As ações de Israel despertaram uma grande tempestade no mundo muçulmano.

Resposta: Eu acredito que a nação fez isso como um último recurso. Por um lado, é natural que a reação do movimento islâmico seja tempestuosa e desagradável. Mas, por outro lado, parece claro que eles tinham planos que tinham que ser cessados imediatamente; caso contrário, um desastre seria inevitável.

Não restou outra escolha à nação. De acordo com as leis da Torá, “Se alguém está vindo para matá-lo, levante-se contra ele e mate-o primeiro” (Bamidbar Rabá 21:4). Portanto, nós temos que nos defender, sem prestar atenção ao que o mundo vai dizer! De qualquer forma, o mundo ainda ficará enfurecido enviando avisos aqui e tomando todos os tipos de decisões. Nós não precisamos prestar atenção nisso; isso é tudo! Todos os tipos de declarações e reações não devem vir de nós: nem boas nem más.

Chegou a hora de nos envolvermos porque nós somos os responsáveis ​​por essas reações adversas, bem como a situação no mundo é resultado de nossas deficiências, ou seja, a falta de conexão entre nós.

Nós somos a tampa que fecha a passagem da boa energia superior ao nosso mundo. Por isso a humanidade só se desenvolve no mal, dentro do ego! A segunda asa, a segunda potência positiva, não pode ser encontrada; ela não está sendo revelada em nosso mundo. Ela deve ser revelada; deve ser retirada da ocultação, e o ego deve ser equilibrado através dela.

E só os judeus podem fazer isso através da sua conexão e união. Assim, através da nossa união, como se por meio de uma lente, a energia superior irá transmitir bondade ao mundo, equilibrando as forças do mal, e o mundo chegará à paz. Isso resume o papel dos judeus no mundo, a causa do antissemitismo, e a correção do mundo.

Vamos esperar que consigamos corrigir o mundo especificamente dessa forma, e não com a proibição de várias organizações. Afinal, nós temos a possibilidade de transformá-las em algo bom! Depende apenas de nós!

De KabTV “Conversas com Michael Laitman” 17/11/15

Comente