O Paradoxo Dos Níveis

Dr. Michael LaitmanDentro da conexão está oculta uma força adicional. Todos os dez juntos são iguais a um Elyon (Superior). É assim que a lei das etapas evolutivas e de desenvolvimento funciona na natureza.

Através da conexão de todos num nível inferior, acontece um salto evolutivo para um nível superior, e lá a conexão é feita novamente, seguido por um salto em desenvolvimento e um grande avanço para o próximo nível. Isto é assim o tempo todo. É uma lei física da natureza.

Assim nós surgimos como seres humanos com toda nossa força, inteligência, com o corpo humano e todas as suas fibras e células — apenas através do poder da unidade, o poder da conexão. Sem ele, nada teria acontecido. A partir do Big Bang e em diante, só o poder de conexão tem trabalhado.

Comece a trabalhar com o que você tem, e você verá que pode convencer as pessoas. Não diga que ainda não recebeu ferramentas suficientes para a correção do mundo. Não é verdade! Enquanto isso, se você não sente que tipo de meios você está segurando em suas mãos, comece a trabalhar, e você verá que esses meios existem. O público vai concordar com o que você diz mesmo antes de você concordar consigo mesmo.

Na verdade, você aprenderá com o público que este é o próximo estágio. Mesmo que você esteja num nível superior, na sua parte inferior, em seu AHP, você é mais grosseiro do que as pessoas com quem você vai sair. Elas são mais refinadas, porque se encontram em GE.

Isto é um paradoxo, uma contradição interna. Você está no nível delas com seus desejos receptivos (AHP), e elas estão no mesmo nível com os Kelim de doação (GE). Apesar de estarem num nível mais baixo do que o seu, elas descobrem desejos dentro de si mesmas que são mais refinados que o seu. Você é grosseiro e, essencialmente, mais egoísta do que elas. O fato é que você quer o Criador e não as coisas mundanas.

Elas concordam com o que você diz a elas mais rapidamente e mais facilmente do que você mesmo concorda com as declarações. Sobre isso, está escrito no Talmude Babyli, “Ta’anit,” 7a: Eu aprendi muito com meus mestres, mais com meus amigos e ainda mais com meus alunos”. Você recebe de volta delas precisamente o que você mesmo disse a elas. Elas trazem a você evidência, inteligência e emoção, e você finalmente vai começar a entender, sentir e ser estimulado com o que você lhes disse.

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 06/06/14, Escritos do Rabash

Comente