A Compulsão De Assistir Programas De TV Está Ligada À Depressão

Dr. Michael LaitmanNas Notícias (Newsweek): “Na Universidade do Texas, em Austin, pesquisadores entrevistaram centenas de membros da geração Y para descobrir quais são os fatores psicológicos que levam as pessoas a assistir a três ou mais episódios de TV de uma só vez. O que eles encontraram foi preocupante — os telespectadores compulsivos são mais propensos a serem deprimidos e solitários, dois fatores que também são encontrados em comportamentos compulsivos prejudiciais, tais como comer e beber.

“Os autores, que admitem que também são telespectadores compulsivos, estavam corretos: eles descobriram uma correlação entre a compulsão de assistir programas de televisão e a solidão, a depressão, e se ter uma deficiência de autorregulação, que é uma incapacidade de controlar as compulsões.

“Para as pessoas que se sentem solitárias ou deprimidas, os autores sugerem que assistir televisão compulsivamente lhes permite escapar de sentimentos negativos. E quanto mais episódios alguém assiste mais essa pessoa pode escapar. Os especialistas chamam isso de fuga ou evitação da estratégia de enfrentamento (avoidance coping strategy).

“A programação original em sites de streaming parece feita para telespectadores compulsivos. A Netflix vem lançando uma temporada inteira de novos episódios de uma só vez, desde a estreia americana de Lilyhammer em 2012; House of Cards, Orange is the New Black e a versão da Netflix de Arrested Development todos estrearam no ano seguinte.

“Os pesquisadores da Universidade do Texas estão se juntando a um campo crescente da academia confrontando o entretenimento. Um estudo de junho passado sugeriu que a compulsão de assistir séries de televisão aumenta o risco de morte prematura. Em setembro, uma especialista em pesquisa de comunicação disse ao Huffington Post que é difícil romper a exibição de uma maratona porque os seres humanos são constituídos para observar alterações em ambientes, incluindo imagens numa tela de computador”.

Meu Comentário: Num futuro próximo, quando as pessoas tiverem mais tempo livre, este será o único passatempo aceito até que o sofrimento levante a pessoa do sofá e a atire nos braços dos outros!

Ao disseminar o método da educação integral, vamos preparar o ambiente, possibilitando que todas as pessoas que perdem tempo sentadas no sofá entrem neste ambiente.

Comente