Dar Tudo Pela Verdade

Dr. Michael LaitmanA Torá, “Êxodo” (Ki Tissa), 34:31-34:34: Então Moisés os chamou, e Aarão e todos os chefes da assembleia voltaram-se a ele, e Moisés lhes falou. Depois chegaram também todos os filhos de Israel, e ele lhes ordenou tudo o que o Senhor falara com ele no monte Sinai. Assim que Moisés acabou de falar com eles, pôs um véu sobre o seu rosto. Porém, entrando Moisés perante o Senhor, para falar com Ele, tirava o véu até sair; e, saindo, falava com os filhos de Israel o que lhe era ordenado…

Quando Moisés apela ao Criador, ele recebe o dobro, na medida em que ele tem que passar às pessoas. O Partzuf do meio recebe uma porção dupla do Partzuf superior, a fim de ser grande também, a fim de compreender, e, assim, ele passa uma pequena porção da Luz para o inferior.

Em nosso mundo, para uma menina ser mãe e ter um filho, ela tem que crescer e se tornar uma mulher, o que significa a aquisição de um estado de grandeza, a fim de dar à Luz a um estado menor. Da mesma forma, Moisés atinge o nível de conexão com o Criador apenas para passar todo o método de correção para o inferior.

Pergunta: O que significa que “ele pôs um véu sobre o rosto?”

Resposta: Esconder o rosto simboliza a passagem da Luz pela Masach (tela), o que enfraquece a Luz, pois, caso contrário, as pessoas não vão ser capazes de recebê-la. Suponha que Moisés tenha Reshimot (genes espirituais) do tipo 3,2 e as pessoas têm Reshimot do tipo 2,1, que é o próximo nível. Moisés tem que se abaixar e sair do seu estado, a fim de se alinhar com as pessoas, uma vez que qualquer transferência espiritual é de acordo com a equivalência de forma.

Por um lado, ele tem que estar em contato com o Criador, e por isso ele revela seu rosto e coopera com Ele. Então ele tem que cobrir o rosto, o que significa se abaixar para cooperar com o inferior.

Moisés é o condutor entre o Criador e as pessoas, e ele se prepara para isso desde o começo ao dizer ao Criador, “destrua-me”, já que não há nada para mim neste nível. Ele não come nem bebe por 40 dias, o que significa que ele sobe para um nível em que nada resta de uma pessoa, exceto as Reshimo de sua vida anterior.

Nós percebemos este estado através do nosso ego, e ele parece um sofrimento sem fim. Mas, na realidade, é uma alegria enorme, um desprendimento da falsidade e tornar-se parte da verdade. Na realidade, é a única coisa que justifica tudo, já que a verdade inclui um estado que é contrastado pelo nada.

Tudo o resto é falso, calúnia, maledicência, ficção, pensamentos ociosos, infundados e imaginários. Na realidade, é a única coisa que existe, e por isso uma pessoa pode desistir de tudo para estar neste estado.

Assim, pois, viam os filhos de Israel o rosto de Moisés, e que resplandecia a pele do seu rosto. Moisés, então, tornava a pôr o véu sobre o seu rosto, até entrar para falar com Ele (A Torá, “Êxodo” (Ki Tissa), 34:35). O povo de Israel gradualmente recebe pequenas porções de Luz a partir de Moisés, que as corrige e eleva, e isso é chamado de peregrinação no deserto, a construção do Tabernáculo, etc.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 30/09/13

Comente