Estatísticas Chocantes Da Zona Do Euro Presa Na Crise

Dr. Michael LaitmanNas notícias (da Euronews): “Apenas algumas semanas atrás, funcionários da UE batiam nas costas uns dos outros, declarando que a crise do euro acabou.

“Agora as próprias previsões da Comissão Europeia publicadas na sexta-feira dizem que os problemas econômicos do continente vão continuar. …

“O mais recente estudo prevê que a economia da zona do euro deverá encolher 0,3 por cento este ano.

“Isso é revisado para baixo a partir da perspectiva de novembro, que teve um crescimento de 0,1 por cento.

“Se os políticos e banqueiros pensam que a crise da moeda única foi remetida aos livros de história, tente dizer isso aos desempregados nos países altamente endividados da UE.

“A Grécia tem uma taxa de emprego de 27 por cento, enquanto a Espanha está logo atrás com 26,9 por cento.

“Um economista diz que a UE precisa repensar suas políticas econômicas.

“Hans Martens, executivo-chefe do Centro de Política Europeia, enfatiza que a Europa tomou o caminho errado para se recuperar.

“‘Isso é um desastre, não só para digamos as instituições europeias, mas também para os Estados membros, porque este é um lembrete de que eles não fizeram o suficiente para estimular o crescimento e o emprego’, disse ele a euronews”.

Meu comentário: É necessário acordar psicologicamente para o novo estado do mundo (integral, unido), a nova economia (apenas o consumo razoável e distribuição igualitária), e novas relações sociais (consumo racional e igualitário). Isto é o que nos espera, independentemente de nossos desejos. Neste caso, Senhoras e Senhores Deputados, as estatísticas não os chocarão o tempo todo.

Comente