Quando O Amor É Revelado?

Dr. Michael LaitmanPergunta: A oração, isso é o que meu coração clama. Muitas vezes você dá o exemplo dos dez Cabalistas que sentiram ódio antes de descobrir o amor. Na verdade, no momento, a oração deles era para se anular mutuamente, e em vez disso foi revelado o amor. Como isso é possível?

Resposta: Essa não era a oração deles. O Criador organizou isso. No Livro do Zohar, diz-se que cada vez, antes do trabalho mútuo, os autores do Livro do Zohar sentiram que o ódio ajudou um ao outro. Eles tiveram que se concentrar juntos na intenção, para subir acima desse ódio, para descobrir o amor dentro deles, e dentro deste novo nível escrever O Livro. Era sempre assim.

Para eles, milhões de razões diferentes surgiram para separá-los da conexão, do grupo, sem mencionar que o ódio nesses níveis é uma armadilha terrível que é colocada lá pelo Criador.

Pergunta: Eu entendo que comigo não é o mesmo ódio. Mas se quando eu sinto forte hostilidade em relação a um amigo, eu preciso me aperceber disso, parar e tentar superar a hostilidade, entender que o Criador está dando isso para mim?

Resposta: Desde o início, você precisa determinar onde isso está em você, reconhecer que não é você. Você é uma engrenagem, onde certos dados foram agora implantados, e você sente isso dentro de você. Assim, você acha que isso é seu. De onde é que este implante veio? Do Criador. Ele implanta em você esses dados de modo que você vai mudar em seu oposto e criar uma conexão com Ele, para que Ele seja revelado especificamente no grupo, em particular no ódio, na alienação.

Se o grupo é indiferente, então é muito difícil trabalhar com ele. Você precisa terminar esta fase o mais rápido possível. O ódio dá uma espécie de despertar, e o estado de indiferença é como se fosse confuso. Comece trabalhando na construção da conexão entre nós, e você vai ver as importantes forças de rejeição.

Da Convenção em Novosibirsk 09/12/12, Lição 6

Comente