Convenções: Um Salto Potencial

Dr. Michael LaitmanEm princípio, as Convenções nunca acabam, porque o nível que alcançamos em cada uma delas é apenas um pequeno salto, uma plataforma de lançamento para um avanço maior. Tudo depende dos pensamentos que temos quando deixamos as Convenções: esquecendo-os ou mantendo tudo o que havia lá por meio do nosso esforço interno, e de forma alguma deixando este estado esfriar!

Aos poucos, você vai se acostumar a monitorar constantemente a si mesmo internamente e se elevar acima dos obstáculos. Assim, as impressões das Convenções vão aumentar, e você vai entender mais: onde eu realmente estava e o que aconteceu lá.

Você vai descobrir um estado surpreendente que não experimentou pessoalmente na Convenção. Ele aparece depois da Convenção, quando todos os tipos de interferências irão começar a surgir: no caminho, em casa, na vida cotidiana. Se você superá-los constantemente, não reagindo às coisas externas, mas mantendo o estado recebido na Convenção dentro de si mesmo, então você vai ver o quanto sente novas nuances nele. A consciência vai aumentar! Se você começar a se elevar acima de todos os problemas com a ajuda do egoísmo, você vai começar a entender o que isso significa.

É por isso que uma Convenção é um salto potencial que você ainda não tem consciência. Depois disso, você entra num estado sensitivo caótico, onde tudo é misturado, e só então, quando você começa a trabalhar em seu egoísmo para que ele não esfrie você e lhe deixe de lado, então você vai tomar consciência deste estado. Ele se torna seu, brilhante e pessoal; você o passa através de si mesmo. É por isso que os momentos de aparente distanciamento do estado recebido na Convenção são muito importantes.

Tente manter isso o tempo todo! Nós podemos nos abraçar, beijar, sair – isso não importa, mas internamente cada um deve manter este estado! O trabalho anti-egoísta sobre si mesmo deve ser permanente! Não destrua o ego, mas trabalhe em conjunto com ele! Então, vamos subir.

Da Convenção em Novosibirsk 09/12/12, Lição 6

Comente