A Oração Coletiva Para Toda A Humanidade

Dr. Michael LaitmanO que é a oração coletiva? Primeiro de tudo, nós entendemos que o movimento para frente é um movimento em direção ao outro, de sentir os outros como a si mesmo. Isto é conseguido conectando-se o anseio comum. Nós precisamos unir nossos pontos no coração numa só aspiração, relacioná-los ao Criador, desejar que Ele os corrija para nos elevarmos acima do nosso egoísmo, para que este permaneça abaixo, e os pontos nos corações saiam dele, subam e formem a propriedade de doação.

A propriedade de doação só pode ser comum, não individual. Ela é manifestada apenas na conexão com os outros, por meio da chamada “bola vermelha”, uma sensação de calor entre nós. E tudo isso é registrado de acordo com a afirmação “o livro está aberto e a mão escreve”, porque além de nossa dívida pessoal, uma conta geral também é escrita. Uma pessoa pode pagar para outra e mais do que isso.

Isto significa que o grupo pode assumir a responsabilidade pelo fraco, atrai-lo para si, curar, aliviar e aprovar. Assim como no nosso mundo, no mundo espiritual há diferentes gradações de humanos, e o grupo pode pagar por ele. Mas, depois, ele tem que pagar de volta. Este é o sistema de interdependência completa como na família: crianças crescem e começam a ajudar os idosos, todo mundo faz a sua parte, e tudo é dividido igualmente.

Assim, o cálculo é realizado somente através do tesouro comum, e nada é aceito de um indivíduo. O Criador não faz quaisquer transações com você. Mesmo com o mundo, Ele faz cálculos somente através da humanidade, através de toda a massa de pessoas, através de um desejo coletivo. Ele influencia esse desejo. Ele está nele.

O desejo comum é dividido entre toda a humanidade e as pessoas que aspiram ao Criador, com quem Ele faz Seus próprios cálculos. Ele faz ações especiais com elas, a fim de atrai-las para Si, para orientar e conduzi-las à meta. Quanto à humanidade, por enquanto o Criador está empurrando-a para frente, causando a consciência da confusão nela e gradualmente atraindo-a para nós. Parte da humanidade se difunde e entra na nossa área, se junta a nós, e os 90% permanecem. Esta é uma quantidade enorme, e ela permanece inalterada, porque a parte que leva todos para frente tem que ser forte em qualidade, e o restante em quantidade.

Assim, nós precisamos orar, pedir forças para liderar, ajudar, moldar essa enorme massa. A responsabilidade disso está em nós; nós temos que pedir a todos. Esta é a base para uma oração.

O Criador criou o desejo de desfrutar. Este é o desejo de 90% da humanidade. E o nosso desejo nesta massa, ou seja, daqueles que anseiam pelo Criador, é artificial, não pertence a este mundo. Agora ele surge em nós, e nós queremos chegar a algum lugar. A propriedade do Criador se manifesta em nós e é por isso que somos atraídos de volta a Ele, à nossa fonte. Outros também têm os pontos no coração devido à mistura, à quebra dos vasos, mas eles estão escondidos profundamente. Nós só fomos despertados para trazê-los até nós e corrigi-los; caso contrário, nós nunca sentiríamos o movimento para o próximo estado.

É por isso que a nossa oração deve ser para toda a humanidade, para termos força, habilidade e conhecimento de conexão com o Criador, a fim de atrair toda a humanidade para nós e corrigi-la, dando assim prazer a Ele. A tarefa do Criador é para ser revelada nos desejos da humanidade, para satisfazer seu desejo. Isto é por um lado.

Por outro lado, nós somos chamados de cabeça, o que significa que estamos cientes e compreendemos; somos parceiros, assistentes do Criador. Percebemos Seu objetivo. Ele quer ser revelado na humanidade porque ela tem realmente desejos enormes, não como os nossos, porque não somos os maiores egoístas. É claro, o egoísmo está crescendo em nós, bem como todos os tipos de entendimentos de suas estimativas, uma vez que temos a dualidade e avançamos, mas o maior egoísmo será revelado em toda a humanidade.

Este é o imenso egoísmo universal! O universo inteiro é uma enorme massa de matéria inanimada que não sente ou sabe, incluindo a matéria escura, tudo aquilo que não vemos, e é análoga ao egoísmo que existe na humanidade. Ambos são matéria inanimada.

É por isso que a oração correta sobe somente por meio do grupo e apenas através da humanidade! Eu peço que o Criador me ajude como parte do grupo para corrigir toda a humanidade, para que Ele possa ser revelado nela. Assim, pela minha participação nisso, juntamente com o grupo, eu lhe dou prazer, a realização do Seu plano.

Por que isso é tão difícil de expressar? Porque se refere à propriedade de doação que ainda não conseguimos descrever adequadamente. Nós retratamos tudo por meio de nossa linguagem egoísta: eu peço ao Criador para me dar força para corrigir os outros, de modo que Ele é revelado neles aparentemente para receber prazer. Nós não temos outra possibilidade de expressar tudo isso. Portanto, a oração deve ser assim.

Nesse meio tempo, nós tomamos um empréstimo, e, gradualmente, especialmente no grupo, fazemos um cálculo claro do quanto podemos começar a devolver o que retiramos da loja: para cada dia, para a aula, para a reunião dos amigos, para a Convenção, para tudo! O que queremos dar? O que queremos dar em troca? Será que percebemos corretamente essa emoção, essa possibilidade que temos a cada vez?

Da Convenção em Novosibirsk 09/12/12, Lição, 5

Comente