O Mundo Desaparecerá e o Grupo Permanecerá

Pergunta: O esforço é o mesmo recipiente no qual o Criador é revelado, mas o que é que o meu esforço tem a ver com o esforço dos amigos? É o meu esforço suficiente para que o Criador seja revelado neles, ou não deve ser a soma dos nossos esforços coletivos?

Resposta: É impossível responder a essa perguma de forma inequívoca. Eu vejo os amigos como os meus olhos me mostram, na minha percepção. Se eu vê-los hoje como eu os vi ontem, isso significa que eu não mudei. Se eu ver que, hoje, eles são maiores, mais profundos, mais inteligentes e mais bem sucedidos, isso significa que eu mudei.

No entanto, não podemos conectar todos esses estados ainda. Eles avançam, ou eu antecedência, vendo o seu avanço. A verdade é que todos eles estão no final da correção já, a uma altura infinita, e somente eu que os observo do meu nível.

O crescimento e o avanço dos amigos me impressiona, mas não são eles que crescem? Eu mudei, e, portanto, eu vejo que eles têm crescido.

Nós não podemos explicar isso usando a nossa língua terrena, que é totalmente egoísta. É da mesma forma que é impossível explicar a nova economia usando termos antigos visto que uma economia saudável é a conexão direita integral. Pela mesma razão, é impossível explicar as relações entre os amigos.

Nós não temos escolha, se no meio tempo atuamos nos nossos desejos egoístas. Temos de olhar para as coisas como na matemática, um parâmetro após o outro. Se existem diversas variáveis, e eu dependo delas, devo fixar um parâmetro e ver como a mudança afeta o segundo parâmetro.

Então, eu corrigo o segundo parâmetro e verifico sua dependência do primeiro parâmetro. Só então eu os conecto a um sistema de equações, a fim de resolvê-los juntos.

Só pode haver um elemento em cada equação que eu posso encontrar. Se há dois elementos, precisamos de outra equação. Quando temos duas equações com dois elementos, já podemos resolver o problema.

Entretanto, nesse meio tempo, não podemos combinar duas equações na nossa análise. Nós podemos ver o que acontece com um parâmetro e com um outro parâmetro separadamente, mas não podemps conectá-los em um único sistema.

Nosso cérebro não consegue perceber esses dois parâmetros opostos como um. Então, explicando isso, sou como uma mulher em trabalho de parto que não pode dar à luz ainda. Não pode ser explicado com palavras. Todo mundo vai descobrir isso de acordo com seus recipientes.

Na explicações cabalísticas, devemos passar as informações do mundo no qual tudo é unido, para o nosso mundo em que tudo é totalmente separado.

Isto significa que estes são diferentes softwares, fórmula diferente, e diferentes abordagens.

Tentamos entender a explicação usando linguagem terrestre e captamos em nossas mentes terrenas o que acontece no mundo superior. Até mesmo os físicos já entenderam que é simplesmente impossível. Eles se deparam com fenómenos que se encontram na fronteira, onde a matéria desaparece, e, deste modo, as extremidades de linguagem científica terminam.

A física moderna irá avançar de uma maneira que em cada uma das fases seguintes, em cada experiência, haverá cada vez mais parâmetros ocultos. Vai tornar-se uma ciência oculta.

Veremos que conseguimos avançar até um certo ponto e depois tudo que tínhamos antes desaparece. A ciência pode revelar apenas como cada um dos parâmetros desaparece, mas não mais do que isso.

Nosso trabalho é continuar com o nosso esforço no grupo, e, eventualmente, tudo ficará claro.

[96617]
Da 1 ª parte da Lição Diária de Cabala de 25 /12/12,”Introdução ao Estudo das Dez Sefirot”

Material relacionado:
Crescendo No Grupo
Entradas na nossa Conta Espiritual
A Arma Mais Forte

Comente