Rejeição Social Vinculada A Posteriores Consequências Na Saúde

Dr. Michael LaitmanNas Notícias (do ScienceDaily): “Não importa de que forma você olha para ela, a rejeição dói. Experimentar a rejeição de um chefe, de um amigo, ou um parceiro é bastante difícil para muitos adultos. Mas os adolescentes, que estão lidando com a forte mudança biológica e social, podem ser mais vulneráveis ​​a seus efeitos negativos”.

“Em um novo estudo publicado no Clinical Psychological Science, um jornal da Association for Psychological Science (Associação para Ciência Psicólogica), o pesquisador Michael Murphy da Universidade de British Columbia e seus colegas examinaram a resposta imunológica humana como uma ligação potencial entre estressores sociais como rejeição e posteriores conseqüências físicas e mentais”.

“Existem muitos tipos de estressores que aumentam nosso risco de doença, mas estressores que ameaçam a nossa posição social, como a ‘rejeição dirigida’, parecem ser particularmente prejudiciais”.

“Muitas pessoas provavelmente estão familiarizadas com a ‘rejeição dirigida’ em seus dias de escola, quando um aluno era ativa e intencionalmente rejeitado por outro aluno ou grupo de alunos. É o tipo de comportamento que vemos em muitos casos de ostracismo e bullying”.

“‘A rejeição dirigida é central para algumas das experiências mais angustiantes da vida: como ficar quebrado, ser demitido e ser excluído do seu grupo de colegas na escola’, disse Murphy. ‘Neste estudo, tivemos como objetivo analisar os processos que possam fornecer a essas experiências a capacidade de afetar a saúde’”.

“Pesquisas anteriores têm demonstrado que pessoas que estão na extremidade que recebe este tipo de rejeição experimentam sintomas de depressão três vezes mais rapidamente do que pessoas que também se deparam com graves eventos na vida. Os investigadores acreditam que certos processos inflamatórios, que fazem parte da resposta imunitária, podem ser o elo entre a rejeição dirigida e a depressão”.

“Os pesquisadores observam, porém, que uma resposta imune muito produtiva pode ser prejudicial à saúde física e mental no longo prazo. Se forem fundamentadas em pesquisas futuras, essas descobertas podem ter implicações para a compreensão de como as condições sociais aumentam o risco para uma série de doenças relacionadas à inflamação, incluindo obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares, certos tipos de câncer e depressão”.

Meu Comentário: Sem dúvida, nada é mais prejudicial para a nossa natureza egoísta do que o sentimento de negligência. Isso causa sentimentos violentos e reações fisiológicas que mobilizam todo o corpo e o capacita a dar passos mais críticos. Há apenas um tratamento: corrigir o homem e a sociedade!

Comente