Ninguém, Exceto Nós

Dr. Michael LaitmanBaal HaSulam, “Arvut (Garantia Mútua)” (versão resumida): Rabi Elazar disse que o mundo inteiro está incluído na garantia mútua, mas, primeiro, apenas Israel (aqueles que têm uma aspiração por ela)  começa a correção do mundo… (enquanto os outros, devido a um grande ego) não concordam em sair do amor próprio.

Os primeiros que estão dispostos a ser corrigidos são aqueles que, além do egoísmo e dos problemas habituais deste mundo, também têm um chamado especial, uma centelha que acena para a frente. Eles tomam a direção que vai diretamente ao Criador (Yashar-El) e, portanto, são chamados de “Israel”.

Os 99% da humanidade desenvolvem-se apenas sob a pressão do sofrimento por trás. Esse círculo é chamado de “nações do mundo”. E há também um círculo interno, que além do sofrimento, também tem uma aspiração para avançar. Estas pessoas são chamadas de “Israel”. Naturalmente, aqueles que têm tanto a pressão por trás e que também são puxados pela frente chegam mais cedo à realização da garantia mútua. No entanto, o mundo inteiro terá que entrar na estrutura da garantia mútua.

As “nações do mundo” também têm partes que se conectarão com “Israel”, ao descobrir subitamente uma vocação espiritual ou o ponto no coração. Mas outros não entrarão dentro. Então, de uma forma ou de outra, o grupo central deve se corrigir, tornando-se um lar para aqueles que estão ligados a ele e que o apoiam de fora.

A conclusão é simples: é nosso dever realizar a correção. Tudo nos foi confiado: corrigir a nós mesmos e o mundo. Não há nada a acrescentar.

Da  4ª parte da Lição Diária de Cabalá 14/11/11, “Arvut (Garantia Mútua)”

Comente