Nascimento Espiritual Na Luz De AB-SAG

Dr. Michael LaitmanA primeira fase da Luz Direta (Behina Aleph) no mundo do Infinito é o desejo de receber prazer, que foi criado a partir do Alto e preenchido com a Luz de Hochma (Sabedoria). Depois disso, a criatura descobre que é receptora, não deseja receber, mas sim dar. Assim, surge a segunda fase: Bina.

Esta é uma reação natural dentro da criatura, criada pelo Criador. Disso segue-se que a forma natural do desejo de receber é que ele se esforça para doar quando está cheio de Luz! E é isso o que nos falta. Se a Luz preenchesse agora o meu desejo de receber prazer, eu imediatamente desejaria tornar-me como a Luz: um doador. Isto é referido como a “Luz que Corrige”.

Por que todas as correções realizadas pela Luz de AB-SAG nos ajudam a nascer no mundo espiritual? O Partzuf AB é o desejo de receber com uma tela, que atua na recepção em prol da doação. Ele tem a força para estar perto da mesa, em frente ao anfitrião, e dizer: “Eu sou capaz de receber isso e apreciar, de modo a trazer satisfação a você. Eu aprecio, Você também aprecia, e nós estamos unidos e conectados devido aos deleites e prazeres que existem entre nós. Mas o prazer que eu recebo não vem da comida no meu prato, mas da adesão com Você “.

O Partzuf SAG tem uma tela menor, e não é capaz de receber em prol da doação, mas só pode dar. Ele pode dar à criatura o que ele tem: o desejo de doar, a Luz de Hassadim (Misericórdia). Enquanto que o Partzuf AB pode dar o seu poder (o desejo de receber em prol da doação) para o inferior. A união (Zivug) de AB-SAG, que produz a Luz da correção, é como o pai e a mãe, as partes masculina e feminina em conjunto, e não apenas um único Partzuf.

Você poderia pensar: Por que AB não foi capaz de corrigir a criatura, afinal, ele é mais forte que o Partzuf SAG? SAG só é capaz de doar, enquanto AB é capaz de receber em prol da doação. Mas SAG acrescenta algo especial devido à sua conexão com o outro, devido à sua posição.

A fim de esclarecer isso, é muito importante entender a diferença entre a recepção em prol da doação e a doação em prol da doação. A doação em prol da doação é a intenção. Ela ainda não é uma ação; eu só quero doar a Ele, mas eu não faço nada na prática. Enquanto que quando eu recebo em prol da doação, eu já trabalho com a minha matéria.

A criatura que está fazendo a avaliação realmente precisa ter ambas as noções, a fim de entender o que significa estar apenas na intenção de doar, em comparação com a verdadeira oportunidade de doar. Afinal, todos os problemas acontecem quando nós mudamos nossa boa e agradável intenção para a verdadeira possibilidade de doar, que é exatamente o que aconteceu durante a quebra dos mundos. A intenção era maravilhosa e correta, mas veja o que aconteceu no final, quando chegou à verdadeira recepção.

É por isso que para a correção nem a Luz de AB ou a Luz de SAG são suficientes sozinhas; nós precisamos de ambas: a Luz de AB-SAG. Quando elas se manifestam juntas no inferior, elas o fazem entender que pode haver intenções maravilhosas na sua cabeça, mas todas estas intenções podem entrar em colapso no corpo, quando se trata de verdadeiros desejos. Afinal, não é a mesma coisa.

Mas, no nosso caso, antes de adquirir uma cabeça ou corpo espiritual, como os do Partzuf, isso se manifesta na forma de subidas e descidas. Quando nós estamos num estado de ascensão, ficamos eufóricos e prontos para qualquer coisa, porque pensamos que é muito fácil doar. Mas, tão logo um pequeno desejo de receber prazer seja adicionado, nós imediatamente caímos nele, não queremos mais nada e nos tornamos simples animais. É assim que se manifesta a diferença entre a nossa forma de agir devido à Luz de SAG e, devido à falta da força do poder de AB.

A descida nos mostra o quanto ainda nos falta. As intenções eram maravilhosas, mas o que isso resultou? Então, nós temos que elevar uma oração (MAN) em resposta à qual a Luz de AB-SAG vem e realiza essa correspondência entre a intenção e a ação.

Todas as correções devem ser feitas pela Luz de AB-SAG, a Luz de Hochma e a Luz de Hassadim, que se conectam juntas. Quando elas chegam à criatura, elas lhe ensinam “a ética do pai e o ensinamento da mãe”. Em outras palavras, ambas as forças são necessárias aqui, cada uma agindo por conta própria. Mais tarde, nós veremos o trabalho mútuo dessas forças em todos os lugares. Tudo isso é para que a criatura possa descobrir a diferença entre o estado desejado e o estado verdadeiro.

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 25/10/11, TES

Comente