Convite Para O Casamento De Malchut

Dr. Michael LaitmanQuem quer subir para o mundo de Atzilut? Você grita: “Eu quero!”. Mas, primeiro, você tem que mostrar o que e quão fortemente você realmente quer. Vamos ver se você é capaz ou não. Existe a Luz de Hochma (Sabedoria) no mundo de Atzilut. E se você quisesse roubá-la novamente como o primeiro homem (Adão ha Rishon) fez?

Assim, há muitos filtros que verificam e determinam nossas intenções. Vemos como é difícil para nós avançar e entrar no mundo de Atzilut. Estamos diante da abertura na parede e batemos no portão, mas ele não abre! Batemos e gritamos: “Malchut do mundo de Atzilut, por que você não abre o portão para mim?”. E ela responde: “Você não é parceiro para mim”. Você responde: “Mas porquê?”.

Ela responde: “Você só pensa em si mesmo, e eu quero que você pense em mim. Será que você cuida de mim, se importa em fazer o bem para mim e satisfazer-me?  Que presentes você vai trazer para mim, ou seja, o que você vai fazer em prol da doação? Você tem tal intenção? Você não tem um único pensamento sobre mim, você só pensa em si mesmo. Você quer vir comigo, para uma noiva rica, a fim de roubar tudo o que tenho e fugir de volta para seu mundo, para seus namorados e namoradas. Como posso deixá-lo entrar?”.

Encontramo-nos em tal situação… Assim, diferentes sistemas nos ajudam a nos corrigir, limpar, criar e libertar de todos os pensamentos e desejos de roubar, de modo a querer doar e sacrificar a nós mesmos. Com sua ajuda, nós verificamos a nós mesmos e avançamos. E também Malchut verifica-nos, a fim de, finalmente, entrarmos como testemunhas e convidados em seu casamento.

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 22/11/11, TES

Comente