O que dizer ao acerca da força de unidade?

Pergunta: Como podemos explicar o método de ensino cabalístico à ONU?

Resposta: Quando me encontro com políticos e ativistas religiosos que representam diferentes fés, digo-lhes sobre a educação por meio de um ambiente adequado. Quando as pessoas se unem umas com as outras de maneira certa, elas descobrem uma força adicional de unidade dentro de seu ambiente. Esta força é enraizada na própria natureza e influencia a todos.

Quando um grupo de pessoas realmente se unir, quando cada pessoa se conectar com as outras, então essa força de união, a força superior literalmente nasceu entre elas. Ela se instala entre elas e adquire um lugar, sua própria existência. Isto é como a força unificada comum do grupo, que suporta todos os amigos, se expressa.

Na Cabala, nós nos referimos a isso como “união.” Trata-se da única força oculta na natureza, que se manifesta dentro da nossa unidade. Podemos chamar-lhe de “o Criador”, ou não, mas de uma maneira ou de outra, é uma força real da natureza, que nós percebemos e trabalhamos com. Ela vem comigo e trabalha de acordo com certas leis. Eu a revelo ao passo que me torno mais próximo dela, e quando eu revelá-la, eu começarei a perceber e influenciá-la através das minhas qualidades mudanas. O “Criador” é uma lei fixa, e quando eu sei como influenciá-lo de acordo com a estrutura do HaVaYaH, posso fazê-lo sem problemas, assim como influênciar qualquer outra força.

A única diferença é que isso é uma força coletiva, universal. E é por isso que está escondida. É porque não estamos unidos ainda. É por isso que somos incapazes de atingi-la. É revelada dentro da unidade, mas nunca sentimos uma coisa assim. Ao nos unirmos com o próximo, nós literalmente extraimos a fundamental e única força da natureza, da própria, enquanto todo o resto se desfaz, deriva, e torna-se criado a partir dela.

Para mim, o Criador é essa força, pois tudo veio dele. Além disso, o “Criador”(Bore)significa: “Venha e o veja”(Bo-Re).Eu me conecto a ele, então eu o vejo e o revelo em ação, em todas as minhas sensações.

Naturalmente, agora estas explicações entristecem. Elas não se manifestam em sentimentos, mas se nos unirmos, vamos revelá-Lo dentro dessa unidade. A fórmula é muito simples.

A revelação do Criador, é dividida em 125 níveis, de acordo com a força repelente do nosso egoísmo e alienação. Essa força de alienação é dividida em cinco graus de grande porte, e cada um é dividido em outros cinco graus, e estes também se dividem em cinco. Isso totaliza 125 graus (níveis) de rejeição mútua. Mas quando me aproximo, quando eu ligo essa rejeição na unidade, eu revelo o Criador como eu subi 125 níveis até alcançar a unificação absoluta – a revelação absoluta, a força da unidade. Completa.

“Deus” (אלה – ים) e ” natureza “(הטבע) têm o mesmo significado de acordo com a Gematria. Não há misticismo. Venha(Bo) e o veja(Re) – é o Criador(Bore). Eu digo o mesmo quando se fala diferente para vários ativistas em fóruns, principalmente. É que às vezes uso palavras diferentes para dizer isso.

[37779]

A partir da terceira aula da “Convenção no Mar Morto” 25/02/2011

Comente