A solução está entre nós

Pergunta do Japão: O que do nosso trabalho interior deve ser usado em situações de emergência? Quando eu assisto as aulas, os terremotos estão acontecendo sem parar!

Resposta: Durante estes dias temos de nos concentrar sobre a unidade ainda mais e ter certeza de que, precisamente em virtude dose nossos esforços internos seremos capazes de evitar catástrofes semelhantes no mundo, no Japão e em todas as regiões onde as pessoas estão sofrendo agora.

Porque é que elas sofrem? Por que não avançar em direção a correção pelo caminho certo? Por que elas não despertam e saem para as ruas gritando: “O Messias agora!”? Dito de outra forma, por que não exigem correção, alteração, um novo estado?

Por que elas, ao invés disso, não exigem uma mudança no governo? Como isso vai ajudá-las? Ninguém vai ser melhor se isso acontecer, nem mesmo se o ditador da Líbia desistir do seu posto. A diferença resultante será preenchida pelo radicalismo islâmico ou algum outro partido, mas isto será apenas a compensação psicológica. Na prática, as pessoas não vão se sentir melhor. Este ainda é o caminho do sofrimento.

Nos últimos tempos, o mundo está rapidamente adquirindo mais armas. Estamos renovando a corrida ao armamento que foi interrompida antes, como se quisermos competir no quão forte nós somos. Mas o quão estúpido é brigar como crianças! No entanto, olha quanta energia e recursos que estamos gastando.

Como resultado, tudo depende de nós, de todos os nossos amigos em todo o mundo que recebe um impulso para ser corrigido. Temos de nos unir a partir de dentro e sentir que somos um todo.

Então, já que desejam unir o mundo inteiro em um só, vamos ajudar os outros a se aproximar também. Afinal, eles são uma parte passiva de nós mesmos. Eles são incapazes de se aproximar por conta própria, até apresentá-los com a oportunidade de conectar-se a nós.

Quando uma pessoa recebe um despertar, um ponto no coração, ele virá a nós e irá juntar-se a todos aqueles que ativar e acelerar o desenvolvimento , adaptando a velocidade do seu trabalho para a velocidade com as novas Reshimot que surgirem Em seguida, sem forças, tsunamis, revoluções, guerras e outras coisas tais que nos obrigam a avançar de uma forma negativa.

Tudo depende dos nossos esforços, na medida em que nós trabalhamos com a unificação. Não há outra solução para o mundo.

[37940]

A partir da parte 4 do “Lição diária de Cabala” 13/3/11

Material relacionado:
Sob anestesia
“Esses são meus filhos”
Problema Mundial? É meu problema

Comente