Europa: Uma Casa Comum, Um Problema Comum

Pergunta: Há várias dezenas de nós na Holanda, se preparando para participar da Convenção Europeia, que será realizada em Berlim. Para a maioria de nós esta será a primeira vez assistiremos a uma conferência de Cabala, e alguns dos alunos ainda não sabem qual é o sentido da convenção e por que é tão necessário participar. Como podemos prepará-los para ela?

Resposta: Os Europeus têm que entender que seu continente está num estado muito perigoso em relação a todos os outros. De todos os lugares do mundo, a Europa enfrenta o mais grave e maior problema, que se explodir pode escalar para uma terceira guerra mundial.

Os europeus estão em uma situação muito instável, precisamente porque eles decidiram se unir, mas por outro lado, a sua união é egoísta. Se um egoísta se separa do outro com um limite, então eles ainda são capazes de manter uma ligação através dessa fronteira de acordo com regras estabelecidas. Mas se não há conexões formais e todo mundo vem para o mercado comum, com uma economia comum, e com uma enorme problemática de reservas que a Europa possui, então eu não vejo isso com qualquer possibilidade de existir e prosperar no mundo.

Afinal de contas, Como isso seria possível? Seria ir contra as leis da natureza. Assim, a Europa vai enfrentar problemas cada vez mais graves a menos que os europeus reconheçam que é necessário corrigir o seu ego. Eles se colocaram numa situação em que eles simplesmente não têm outra escolha.

A Europa é precisamente o lugar que agora serve como laboratório prático para efetivação do método da Cabala, pois desejavam unir-se, mas fizeram isso com base no lucro egoísta. Agora de um dia para o outro,  acabarem revelando que este é o mais horrível de todos os males e que não pode haver pior possibilidade que esta.

É por isso que os Europeus têm que participar da convenção onde vamos todos nos unir, atrair a Força Superior e desejar que ela nos influencie nesta parte do mundo, a fim de corrigi-lo. Caso contrário, a Europa pode trazer sofrimento por todo o mundo e que se tornará o nosso problema comum. Estou voltando para você em nome de todo o nosso Kli mundial:Temos que fazer isso.

A Europa é o lugar mais problemático do mundo, juntamente com todas as suas nações desintegradas e moeda comum. Eu não vejo qualquer sintoma de um futuro bom. Mesmo que a Europa tenha uma base muito boa, as relações entre todos os países que fazem um poderoso potencial é precisamente o fator que pode levar a uma explosão enorme.

Por outro lado, além dos problemas sociais, há também as catástrofes naturais que nos esperam, e nós estamos completamente impotentes diante delas. Os problemas climáticos estão piorando e a Europa é totalmente dependente do Oceano Atlântico, tornando-se vulnerável de todos os lados. Este é um problema muito grave. A humanidade não têm os poderes ou métodos para suportar as situações que agora estão começando a surgir na Europa, a não ser seguir o método da Cabala.

Nossa tarefa se resume em uma coisa: Trazer o conhecimento deste método para todos até que seja implementado. Portanto, eu estou esperando para ver todos vocês na convenção em Berlim! Eu não tenho nada mais a acrescentar.
[32317]
Da 4a.  parte da Lição Diária de Cabala de 9/1/11,  “A sabedoria da Cabala e Filosofia”

Um Comentário

  1. Bom dia (desde Portugal).

    Em parte é certo que os problemas da Europa surgem devido ao ego, pois é contra-natura visar a união tendo como principal objectivo o lucro. Mas não deixa de ser curioso o lugar escolhido para a convenção – Berlim – Alemanha, pois se existem responsáveis e quem terá que iniciar o movimento de correcção Europeu é precisamente a Alemanha.
    Explico melhor;
    A UE, antes CEE (ainda antes outras designações que não interessam aqui), é um projecto lindo, pois foi pensado como um projecto social, mas como em tudo na humanidade, surgiram os interesses do outro “lado” e esse projecto social Europeu, teve que ceder aos interesses desse lado, onde se incluíam os interesses económicos. Concretamente tiveram que se apresentar soluções para que a super-potencia da Europa, “alinhasse no projecto”. Quais? Pois a Alemanha precisava de ter um grande mercado para colocação de produtos com um regime de protecção, coisa que conseguir com a criação da UE e se não bastasse, ainda conseguiu paradoxalmente emprestar dinheiro para que esse consumidores comprassem o que não tinha capacidade de comprar. Diga-se nem precisam desses bens.

    Então, como todo respeito que tenho pela CABALA, pois enquanto estudante de Hermetismo, sigo com interesse e estudo-a, mas gostaria de ver como irão gerir esta questão.

    Cumprimentos

Comente