Como Superar A Vergonha

294.2Comentário: No Canal 2 da TV israelense passou uma história sobre uma cantina de caridade que abriu em Tel Aviv.

O número de clientes aumentou quase 70%. São pessoas novas que vêm lá para um almoço grátis. E essas pessoas se sentem muito desconfortáveis. São ex-garçons, ex-comissários de bordo da El Al, uma verdadeira mistura de diferentes tipos de pessoas. Há muitos jovens, meninos e meninas. Eles não olham para cima para não se verem. Eles vêm, almoçam e perguntam cuidadosamente: “Quanto custa?” Eles aprendem que não custa nada e se afastam.

O sentimento de vergonha foi transmitido com muita força.

Minha Resposta: A vergonha é o sentimento mais ardente. Mais forte do que qualquer dor. Mesmo às vezes mais forte do que a morte.

Pergunta: Você precisa superar esse sentimento quando vai a um lugar assim?

Resposta: A questão é que você quer justificar esse sentimento de vergonha: “Não me importo, tudo é assim e eu sou assim” e assim por diante. Ou seja, você pode, de alguma forma, conversar sobre isso no nível do dia a dia, no nível do nosso mundo.

Mas, em princípio, essa é a sensação mais terrível. Porque o sentimento de vergonha é, na verdade, um sentimento de anular a pessoa em você. Ou seja, você realmente não é nada e ninguém.

Nem mesmo entendemos até que ponto devemos remover o que se chama “eu” de nós mesmos e deixar apenas a casca do animal. E o animal não tem vergonha.

É claro que é muito difícil. E eu não acho que a humanidade vá se corrigir com base nisso, embora esse seja o nível de correção mais sério. Acho que, afinal, vamos revelar o caminho da luz às pessoas e não o caminho do sofrimento.

Pergunta: Esse é o caminho do sofrimento real?

Resposta: Esse é o caminho do sofrimento real, porque na verdade, se uma pessoa for levada a um sentimento de vergonha muito sério, ela só rezará para morrer. “Por que eu vivi para ver isso?!” Eu gostaria de simplesmente deixar de existir.

Pergunta: O que fazemos com este estado?

Resposta: Precisamos apenas revelar nosso propósito, que essa é a mais alta governança, o sistema é organizado e causa tantos sentimentos de vergonha em nós para que nos elevemos acima de nosso “eu”, para que eles não o anulem, mas se elevem acima dela.

Pergunta: Você pode dizer como se elevar acima do meu “eu”, que clama, fica envergonhado, como se diz: “A morte é melhor do que este tipo de vida”? Como podemos nos elevar acima desse “eu”, acima dessa vergonha?

Resposta: Com uma boa atitude para com as pessoas. Essa vergonha foi criada para nos fazer perder a paciência.

Pergunta: Então me diga, como posso não ter vergonha? Em situações difíceis, o que devo fazer?

Resposta: Você não pode ter vergonha apenas em dois casos: ou você perde sua aparência humana e vira um animal, ou seja: “Ah, eu não me importo! Eu não me importo com nada!” Em geral, quando você meio que aniquila tudo o que está fora de você. Quando você anula a sociedade, todo o ambiente, então você não tem vergonha. Você o cancela, então do que tem vergonha?

Ou, quando você se anula em relação à sociedade e diz: “Não valho nada. Estou pronto para fazer tudo pela sociedade, para pertencer à sociedade em tudo! Meu “eu” não é nada, apenas “nós” existimos!” Então a vergonha também desaparece. Esta segunda opção é preferível. Mas também existem outras superiores.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 02/02/20

Comente