“Estamos Todos Lutando Contra O Mesmo Inimigo”

Dr. Michael Laitman

Da minha página do Facebook Michael Laitman 07/09/20

Está ficando mais claro a cada dia que estamos lutando contra o mesmo inimigo. Esse inimigo convence alguns de nós de que os democratas são maus e convence outros de que os republicanos são desumanos. Sussurra nos ouvidos de alguns que não há coronavírus e não há necessidade de usar máscaras, e sussurra nos ouvidos de outros que aqueles que não usam máscaras são irresponsáveis ​​e egoístas e colocam a vida de outras pessoas em risco. Este inimigo nos diz que os negros são anarquistas e uma série de outros “elogios”, e ainda diz a outros que os brancos são racistas imorais. Mas, acima de tudo, diz a todos nós: “Sou seu amigo, estou do seu lado”.

Não é. É contra todos nós como sociedade e contra cada um de nós como indivíduos. Ele se preocupa apenas consigo mesmo e não deseja nada além de nossa servidão. É o nosso ego e ele dominou a técnica de “dividir para conquistar”. É hora de nos unirmos e destroná-lo, antes que todos nós nos matememos uns aos outros.

O ego nos cega para nossa dependência mútua. Ele nos faz pensar que estaríamos muito melhor se o outro lado não existisse. Mas um sem o outro, sem nossos opostos, nós mesmos não existiríamos. Somos os dois lados da mesma moeda; você não pode remover um lado da moeda, mas deixar o outro lado. Se você tentar, não sobrará nada.

Assim como não existe um único sistema em todos os níveis da realidade que não dependa de seu oposto, o mesmo ocorre com as pessoas. Não seríamos capazes nem de pensar na vida se não houvesse morte. Não saberíamos o significado da luz se não houvesse escuridão, sentiríamos amor se não houvesse ódio ou sentiríamos compaixão se não sentíssemos crueldade.

Além disso, não conheceríamos nossas opiniões, qualidades e gostos e desgostos se não tivéssemos outras pessoas com quem pudéssemos nos comparar. Os opostos em nosso mundo não apenas o sustentam, mas também o tornam tão rico e belo quanto ele é. Amamos a diversidade e as contradições na natureza, então por que as odiamos em nossa própria sociedade? Porque desfrutar e apreciar nossas diferenças vai contra nosso ego, que nos diz que só nós importamos, e ninguém mais.

Como resultado, nosso ego nos faz interpretar a oposição de pontos de vista, aparência e fé como negativa. É assim que ele destrói nosso mundo. Se não tomarmos cuidado, ele logo nos destruirá, colocando-nos uns contra os outros em uma guerra que ninguém vai vencer, exceto o ego.

Comente