Qual É A Diferença Entre Filosofia E Cabalá?

laitman_600.01Pergunta: Li na Wikipedia que a Cabalá e a filosofia são dois sistemas de conhecimento sobre o homem e o mundo e que ambos são baseados na mesma pergunta – a questão do propósito da existência.

Se falamos sobre as origens da filosofia, o filólogo e humanista alemão Johann Reichlin (século XV-XVI) escreveu que seu professor Pitágoras, o pai da filosofia, adotou seus ensinamentos não pelos gregos, mas pelos judeus. Portanto, ele deveria ser chamado de Cabalista, e foi o primeiro a traduzir a palavra “Cabalá”, desconhecida por seus contemporâneos, para o grego como “filosofia”.

Os gregos estudaram com Cabalistas?

Resposta: Os gregos estudaram com os Cabalistas na época dos profetas judeus.

Naquela época, as pessoas já estavam conectadas e os judeus aceitavam todos que queriam estudar. Assim como na Babilônia antiga, aqueles que queriam se unir a Abraão e aqueles que não queriam podiam se juntar mais tarde. A Cabalá estava aberta a todos.

Pergunta: Qual é a diferença entre Cabalá e filosofia? É o fato de que a Cabalá não leva em consideração o raciocínio abstrato e especulativo, por exemplo, sobre a alma e Deus, como a filosofia?

Resposta: Sim, porque a filosofia não possui uma ferramenta clara para abordar uma pessoa, como começar a “bisbilhotar” nela, estudar desejos e suas várias graduações e examinar as intenções de uma pessoa. Portanto, não há diferença entre as intenções por mim e pelos outros.

A filosofia não estuda como sair de nós mesmos para os outros, elevar e abaixar nossos desejos, como trabalhar quando você está em uma subida ou descida de desejos e intenções, e assim por diante. Isto é, a Cabalá é uma ciência e uma enorme psicologia espiritual interna.

Pergunta: Podemos dizer que os filósofos são pessoas que estudaram com Cabalistas, mas não alcançaram a compreensão do Criador; isto é, não adquiriram uma tela, mas simplesmente permaneceram no nível do conhecimento e depois desenvolveram uma ciência chamada “filosofia”?

Resposta: Claro. Como eles não podiam alcançar o mundo superior e o Criador, começaram a desenvolvê-la na direção do pensamento lógico, usando sua mente e conclusões.

Portanto, a filosofia não é, obviamente, uma ciência. Hoje, apenas aqueles que ainda querem passar a vida em pensamentos infrutíferos se tornam filósofos.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 13/12/18

Comente