Meus Pensamentos No Twitter 15/11/18

Dr Michael Laitman TwitterA principal proteção contra desastres é o amor e a união. Quando o amor, a unidade e a amizade residem na nação de Israel, todos os infortúnios, sofrimentos e misérias passarão por eles… (Maor vaShemesh)
Com sua pressão, eles nos forçarão a ensinar a unidade mundial.

Nós temos que liderar o mundo para a união.
Livro do Zohar: “A nação de Israel entre as nações do mundo é como o coração para o resto dos órgãos. Assim como os órgãos do corpo não podem existir sem o coração, as nações não podem existir sem a nação de Israel”.
“Quando há amor, união e amizade dentro de Israel, nenhuma calamidade pode vir sobre eles”. (Maor vaShemesh)

Em todo o país, as pessoas estão prontas para receber os que estão sob fogo.
Mas se além de abrir suas casas, soubessem abrir seus corações e uni-los em um só coração …
Cabalá: “A principal defesa contra a calamidade é o amor e a unidade” …
A nação é obrigada a levar a cabo a unidade e transmiti-la a todas as nações.

Livro do Zohar: “A nação de Israel entre as nações do mundo é como o coração circundado pelo resto dos órgãos. Assim como os órgãos do corpo não podem existir sem o coração nem por um momento, todas as nações não podem existir sem a nação de Israel ”.

Uma pessoa que tem uma centelha ardente deseja preencher o vazio com mandamentos como uma romã.
Na medida em que ela pede para sentir a grandeza do Criador, para ir com isto acima da razão,
A pessoa não deseja a revelação do Criador, mas quer a Sua grandeza para realizar os desejos do Criador sem condições – isto é o que ela pede. Isso é chamado de preencher o vazio com um mandamento.

Por que aqueles que têm a sabedoria da Cabalá não são capazes de consertar as coisas no mundo?
A correção do mundo depende da participação de todos nesse processo. Hoje, o processo de correção das massas está apenas começando no mundo, na medida em que as pessoas estão…
… Se familiarizado com a Cabalá.
A correção é voluntária – é o trabalho que se faz consigo mesmo, pessoalmente!
Agora temos que nos conscientizar disso, senão seremos punidos!

Toda a nação é responsável pelas transgressões, já que todos se afogam quando uma pessoa faz um buraco no barco. De cima há apenas punição ou recompensa coletiva. Não há nada pessoal na espiritualidade – há um sistema. É assim que somos vistos de cima.
A Cabalá diz: precisamos de educação e desejo de boas conexões.

As pessoas na América decidiram falar atirando. Armas podem protegê-lo, mas não vão consertar o desejo de resolver tudo, atirando! Duas forças opostas operam em tudo na natureza. Seu equilíbrio cria a paz. Precisamos de armas do bem e do mal.
No entanto, não por causa da nossa segurança física, mas por uma questão de unir a nós e a Ele em uma só alma!

Nós alcançamos os limites da fraqueza: suprindo o inimigo com tudo e cessando fogo em sua ordem.
Livro do Zohar: não temos outra esperança senão o Criador. Ele organiza tudo, então nos voltamos para ele em desespero.

Não nos importamos com as qualidades de cada pessoa. Corrigimos as CONEXÕES entre nós. O que importa é a atitude de alguém em relação ao grupo, ao passo que as qualidades naturais não podem ser mudadas – elas podem ser transformadas em Tzimtzum Aleph, uma tela, Ohr Hozer, para construir o Kli da alma em que o Criador será revelado. No interior, cada pessoa permanecerá como o Criador a fez (Lech Le Uman …)

O pedido correto ao Criador é o pedido de autocorreção. Entretanto, não para o bem de si mesmo, mas para poder sentir os outros e saber como pedir ao Criador pelos outros, pedir apenas pelo seu benefício, ser AHP pelo bem de todo o GE das almas.

Não depende da nossa força ou estratégia, mas apenas da unidade, da garantia mútua, de alcançar a unidade adequada na nação e mostrar ao mundo um exemplo disso! #Israel

A #Guerra não pode corrigir nada. Por uma série de desastres, isso nos leva a entender que a solução depende inteiramente de nós e não de nossos inimigos.
Em vez de sentir nossa limitada existência no mundo, alcançaremos o nível do Criador.

A quebra não é acidental, não devemos anular o resultado. É para o nosso bem. Se nos unimos acima da separação, revelamos uma conexão 620 vezes maior que a anterior, antes da queda do pecado, quebra.

A atitude das nações do mundo para com Israel está mudando para melhor? Assim como no passado, quando ninguém se sentiu mal com o extermínio dos judeus pelos nazistas, hoje os meios de comunicação europeus não mencionam o fato de que o Hamas disparou 500 foguetes contra Israel!

Por enquanto, não temos controle sobre nosso coração, mas estamos nos movendo em direção à realização do mal e ao pedido de correção.

A profissão mais requisitada do mundo em breve será especialista em trabalho espiritual – “o trabalho do Criador”. Estamos nos preparando para isso. Daí nosso trabalho está na criação da conexão entre nós.

A bondade cresce precisamente em virtude do crescimento do ego!

Nosso egoísmo não desaparece. Tem que permanecer e nós construímos uma conexão acima dela. Naturalmente, o desejo de erradicar o ego emerge. Mas essa é a abordagem errada. É por isso que não podemos fazer isso. O egoísmo permanecerá, mas cobriremos todo o mal no mundo com bondade.

Um leigo cuida de si mesmo, enquanto um Cabalista se preocupa com a conexão entre nós, já que toda a correção está lá.

A verdadeira Torá, a Torá-Emet difere da Torá das massas por uma interpretação diferente de falhas, punição e recompensa, como está escrito: “A opinião da Torá é oposta à opinião dos leigos”.

Se o mal foi revelado, devemos prestar atenção não nele, mas ao nosso pedido para corrigir o mal com maior conexão entre nós.

Ninguém é culpado de suas ações: todas as transgressões são reveladas de cima. Somos culpados não pela revelação do mal, mas por não pedirmos ao Criador que corrija o mal.

Todas as orações foram compostas pelos sábios antes da destruição do Templo. Elas são recitadas não para si mesmo – EU, mas para todos, NÓS. Isso porque ninguém é culpado sozinho: ele foi criado dessa maneira e todos são responsáveis ​​por todos.

Por isso, não importa quem fez a ação: de cima, somos considerados como estando em uma garantia circular, ARVUT.

Quanto mais opostos podemos unir dentro de nós, maior é o nosso grau espiritual.
É a maneira como qualquer informação pode ser processada em um computador por conexões de 0 e 1. A espiritualidade é construída sobre a quantidade de conexões, o que produz qualidade.
Por isso, o mais importante é percorrer o número necessário de estados!

Como podemos vencer guerras?
Basicamente, todas as nossas guerras são internas. Nós devemos lutar contra o nosso próprio egoísmo, que nos separa, já que de acordo com o plano da criação devemos ser “como um homem com um coração”. Nós devemos lutar contra o ego em prol da unidade e com isso devemos dar um exemplo ao mundo.

Do Twitter, 15/11/18

Comente