Tudo Deriva Das Raízes Espirituais

laitman_746_02Pergunta: Por que precisamos da geografia Cabalística? Ela está relacionada com a geografia do mundo corpóreo: coordenadas, paisagens, etc.?

Resposta: A sabedoria da Cabalá explora e ensina tudo o que deriva da raiz da criação. A raiz da criação é as quatro fases da Luz Direta, o que significa as primeiras dez Sefirot. Quando a Luz começou a doar um ponto em seu interior, a primeira fase apareceu e, em seguida, a segunda fase, a terceira, a quarta e, depois, houve uma restrição e tudo continuou a se desenvolver.

A Luz que se propagou afetou o desejo que nela apareceu, o desejo de receber, de desfrutar, de ser preenchido, e o desejo começou a mudar em conformidade.

Uma vez que, por um lado, a Luz carrega o preenchimento e, por outro lado carrega o atributo de doação, que é a sua essência, e os transmite ao desejo, duas reações ocorrem no desejo. A primeira é que a criatura desfruta do preenchimento da Luz porque é oposta ao Criador para poder receber prazer Dele. A segunda é que o desejo gradualmente se assemelha à Luz e percebe seu caráter e atributos, o que diminui o desejo de desfrutar.

Todos os níveis seguintes do desenvolvimento da criatura provêm do surgimento desses dois atributos opostos na matéria, no desejo de desfrutar. A criatura se desenvolve através de cinco mundos ao ser dividida em uma parte externa chamada “mundo” e uma parte interna chamada “alma”. Assim, ela se desenvolve até o ponto mais baixo na sua evolução espiritual.

Depois, há uma transição para o nível do nosso mundo e para a difusão de sua matéria, que é uma marca do mundo espiritual. E a matéria do nosso mundo é uma réplica correspondente entre a matéria e as forças espirituais.

Portanto, o que quer que aconteça no mundo espiritual na coordenação entre as forças, acontece em nosso mundo na coordenação entre as diferentes partes da matéria. Isto conduz a um fenômeno muito interessante: na borda de alguma galáxia, um pequeno globo completamente inexpressivo apareceu. E apesar do que sabemos sobre o universo e de que a Terra está em algum lugar de lado, ela está, na verdade, no centro do universo da perspectiva do impacto das forças superiores em nosso mundo.

É claro que não sentimos isso porque não temos os instrumentos científicos que nos permitem percebê-lo, mas os Cabalistas nos falam sobre isso.

Depois, os oceanos, os mares, os continentes, as ilhas e as imensas áreas de plantas e animais, o mundo subaquático e, finalmente, o homem, que historicamente se estabeleceu em toda a Terra e agora cobre todo o globo, apareceram na superfície da Terra.

A existência dos continentes, oceanos, áreas naturais, quatro raças da humanidade, numerosas nações, diferentes grupos étnicos e tudo mais provém da raiz espiritual superior.

A coordenação das forças espirituais no mundo espiritual é revelada no nosso mundo sob a forma de um selo corporal, incluindo a Terra e tudo que há nela, incluindo nós. Se tomarmos nosso pequeno sistema, que inclui o sol, a lua e os diferentes planetas, a Terra e tudo o mais, a sabedoria da Cabalá descreve tudo de uma maneira muito detalhada. Ela até nos conta sobre lugares escondidos no universo, que descobrimos há pouco tempo, e às vezes sobre coisas que só podemos supor que existem e que provavelmente descobriremos no futuro.

De um modo geral, a geografia, assim como a astronomia, é totalmente descrita na sabedoria da Cabalá. Você também pode encontrar as raízes da geologia e da antropologia nos livros da Cabalá porque não há nada de novo sob o sol e tudo se espalha da raiz superior para os ramos inferiores, até seu resultado.

Como existe apenas a coordenação entre as forças na raiz superior, ela cria a marca dessas forças e a conexão entre elas na matéria do nosso mundo, e essa é realmente a razão pela qual podemos descrever as forças espirituais superiores através dos objetos em nosso mundo e pela interação entre eles.

Da Lição de Cabalá em Russo 14/08/16

Comente