Nova Vida # 438 – Yom Kippur

Nova Vida # 438 – Yom Kippur
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Nitzah Mazoz

Resumo

Qual é o significado espiritual dos costumes de Yom Kipur e como eles nos despertam para examinar nossos desejos internos e intenções em nossa atitude para com os outros, para a conexão, e para o amor verdadeiro?

Quase todo mundo vai à sinagoga no Yom Kippur. De acordo com a sabedoria da Cabalá, Yom Kippur é um estado muito especial no ciclo do ano para a pessoa que se desenvolve espiritualmente.

Estamos acostumados a examinar nossas ações, mas também devemos examinar nossas intenções, especialmente no que diz respeito aos outros: aonde eu permaneço no que diz respeito à força superior cuja natureza é amor e doação? O exame, assim como um raio-X da intenção do coração, é feito pela Luz que vem do estudo da Cabalá.

Os Dez Dias de Penitência são dez raios-X do coração, que mostram onde estou para o meu próprio benefício e onde estou para o benefício dos outros.

A Torá requer que a pessoa corrija o seu coração. A Natureza, Deus, examina apenas a intenção no coração. O jejum simboliza a necessidade de primeiro parar de receber somente para o meu próprio benefício, restrição. Então nós podemos doar. Aprendemos com a história do profeta Jonas que temos que nos colocar de lado e agir para o benefício dos outros. Uma pessoa não pode se voltar ao Criador se existem pessoas no mundo que ela machuca.

A verdadeira reconciliação com os outros não é que eles devem perdoar você, mas que você deve construir em seu coração todo o amor por eles.

De KabTV “Nova Vida # 438 – Yom Kippur“, 30/09/14

Comente