O Comunismo Na China

Laitman_002Pergunta: O Partido Comunista da China realiza uma campanha educativa anual para os membros do partido que somam cerca de 88 milhões.

Em apoio ao partido se diz que “cabe aos membros do partido pensar e agir em pleno acordo com as orientações da política do Comitê Central do Partido Comunista. Eles devem trabalhar arduamente para servir ao povo e contribuir com sua parcela para o progresso social e o desenvolvimento econômico”.

Será que eles serão capazes de manter essa linha no novo mundo?

Resposta: A questão não é se eles serão capazes de manter essa linha ou não. Pelo contrário, pois não há alternativa. Que tipo de alternativa eles podem mostrar aos EUA, Europa ou Rússia? Não existem exemplos no mundo que a China possa seguir. E por que ela mudaria? Uma atitude tradicional para como o povo, para com eles mesmos e para com a nação normalmente se encaixa nessa infraestrutura.

Comentário: Isto é, esse é um método de congelamento do que funciona de acordo com o princípio de que não se deve tocar em algo que funciona.

Resposta: Essa é a melhor coisa. É impossível de outra forma. Eles estão conduzindo muito corretamente. Os chineses são pessoas sérias e pragmáticas para os quais há apenas essa vida em sua forma sustentável mais material e normal. Isso é o que eles estão tentando implementar.

Pergunta: Por outro lado, parece que os seus princípios estão muito perto dos princípios da sabedoria da Cabalá. De que forma eles diferem basicamente?

Resposta: Eu não acredito que as suas políticas sejam construídas sobre uma aspiração de unir as pessoas.

Comentário: Mas, no documento aceito, é dito que eles devem trabalhar arduamente para servir ao povo e contribuir com a sua parte para o progresso social e econômico.

Resposta: Isto é dito dentro do Partido Comunista, não para o povo e, portanto, o povo não está envolvido nisso. O povo simplesmente sabe que deve existir nessas estruturas, caso contrário isso vai sair do controle. O Partido Comunista da China é uma organização proposital muito séria.

Naturalmente, não há nenhuma conexão com os princípios Cabalísticos através dos quais o povo percebe a necessidade de unidade acima do egoísmo, que é o que os devora e separa. Isso ainda não existe na China porque seu egoísmo está em um nível muito baixo. Assim, os moradores do país ainda estão longe de sentir a necessidade de realizar os princípios Cabalísticos.

Eu não acredito que a China se junte de forma independente a essas nações para quem a sabedoria da Cabalá é imperativa para a realização da unidade do povo.

Pergunta: Mas, em algum momento, eles vão se juntar aos outros. Afinal de contas, não é dito, “… porque todos Me conhecerão, do menor ao maior deles” (Jeremias 31:33)?

Resposta: Sim, mas isso depende de que forma. Por enquanto, eles não têm nenhum ego geral, equilibrado ou grande que requer cura e reparação com a ajuda da Luz Superior.

Pergunta: Quem está em primeiro lugar na cadeia da correção?

Resposta: Os judeus em todo o mundo estão em primeiro lugar. Isso não pode ser tirado de nós. Nós somos o povo mais egoísta neste mundo; nisso nós estamos à frente de toda a humanidade. E depois de nós estão todos os países desenvolvidos do mundo, os europeus e os norte-americanos.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 01/03/16

Comente