Sucot: Aos Quinze Dias Do Sétimo Mês

Dr. Michael LaitmanA Torá, “Levítico” 23:39: Porém aos quinze dias do sétimo mês, quando tiverdes recolhido do fruto da terra, celebrareis a festa do Senhor por sete dias; no primeiro dia haverá descanso, e no oitavo dia haverá descanso.

No décimo dia do sétimo mês nós comemoramos Yom KippurSucot começa cinco dias depois.

“Levítico”, 23:40-23:42: E no primeiro dia tomareis para vós ramos de formosas árvores, ramos de palmeiras, ramos de árvores frondosas, e salgueiros de ribeiras; e vos alegrareis perante o Senhor vosso Deus por sete dias. E celebrareis esta festa ao Senhor por sete dias cada ano; estatuto perpétuo é pelas vossas gerações; no mês sétimo a celebrareis. Sete dias habitareis em tendas; todos os naturais em Israel habitarão em tendas

Todas as plantas que são especificadas no verso simbolizam características especiais que uma pessoa deve atingir a montar completamente seu Kli espiritual para descobrir o Criador no último dia do feriado de Sucot. O Kli espiritual é composto de sete partes: Hesed, Gevura, Tiferet, Netzach, Hod, YesodMalchut. Cada uma delas corresponde a um tipo específico de planta: Hesed, GevuraTiferet são três ramos de murta; Netzach Hod são dois ramos de salgueiro, Yesod é um Lulav (folha de palmeira) e Malchut é um Etrog (cidra). Quando nós unimos todas essas plantas, elas incorporam os estados corrigidos das sete partes de nossa alma. Por isso, nós as mantemos durante todo o festival numa Sucá, simbolizando a Ohr Makif (Luz Circundante) que nos corrige.

Em outras palavras, se uma pessoa reúne todas essas características dentro de si mesma e já pode pedir a sua correção completa e aumentar as bênçãos, a Ohr Makif doa a ela. Certamente, este é o resultado de seu trabalho interior e não do trabalho físico. Desta forma, ao longo dos sete dias, sete Luzes purificadas entram nela em ordem, corrigindo e preparando-a para o oitavo último dia, quando ela deixa a Sucá. Depois, começa o feriado da Torá, de felicidade e alegria, pois a alma, com a ajuda da Luz chamada “Torá”, finalmente recebe seu estado corrigido.

Geralmente durante os feriados as pessoas realizam ações mecânicas específicas. Mas todas elas têm profundos significados internos e nós devemos pelo menos tentar de alguma forma chegar mais perto desse entendimento.

Todos os sintomas externos em nosso mundo são resultado de poderosas ações espirituais. Qualquer pessoa pode atraí-las para si mesma e com a sua ajuda ascender do nosso mundo ao mundo superior, como uma plataforma que sobe automaticamente. Ela comanda todas as propriedades que vemos, ouvimos e sentimos neste mundo.

Nós vivemos no corpo físico bestial; com ele nós sentimos e vemos só o mundo físico. Mas a Torá nos diz como sair deste estado que nos limita para uma imagem chamada Adam (homem) e viver dentro dela.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 18/06/15

Comente