O Pecado De Adão É A Causa De Todos Os Nossos Problemas

laitman_929Pergunta: Por que nestes dias, desde o início de Rosh Hashanah, um ambiente completamente único é sentido?

Resposta: Estes são dias de julgamento, e nós vemos isso quando olhamos para os eventos que estão acontecendo na Europa e Israel. O mundo requer nossa correta participação.

Nos dias de julgamento, precisamos julgar a nós mesmos, nosso comportamento, nossos atos, para esclarecer a causa de todos os fracassos e do destino desfavorável.

Sempre é necessário examinar a nós mesmos em relação à origem, e nossa origem é Adam HaRishon (o Primeiro Homem). O pecado de Adam HaRishon é a razão para tudo o que aconteceu depois.

Vinte gerações depois de Adão, um dos grandes sábios da antiga Babilônia, Abraão começou a correção do pecado de Adam HaRishon. Ele convocou para que todos os Babilônios se unissem e superassem o ódio mútuo, que é chamado a Torre de Babel que levou a uma crise.

Alguns dos Babilônios ouviram o chamado de Abraão e se juntaram a ele. Abraão ensinou seus alunos “a amar o próximo como a si mesmo” (Levítico 19:18), de modo que o amor cobrirá todos os crimes, todo o ódio. Então Abraão reuniu um grupo que mais tarde evoluiu para o povo de Israel.

Esses eventos estão diretamente relacionados ao que está acontecendo hoje. Após tantos acontecimentos que temos experimentado ao longo da história, ainda estamos na mesma situação de Adam HaRishon; nós devemos corrigir seu pecado.

O povo de Israel foi escolhido dentre todos os outros povos para essa finalidade, porque eles tinham o desejo de unidade, espiritualidade.

Este é um povo único, com um único desejo, uma preparação especial da mente e da alma que pode atingir tal unidade entre eles que unirá o mundo inteiro. O grande Cabalista Baal HaSulam escreveu sobre isso no artigo, “Introdução ao Livro do Zohar”.

O pecado de Adão é a base da separação da humanidade, todos os seus sofrimentos e problemas. Todos os nossos problemas vêm deste pecado, razão pela qual um grande desejo, uma só alma, destruiu-se numa multiplicidade de fragmentos. Em cada um de nós existe um pequeno fragmento da alma coletiva.

Se oito bilhões de pessoas vivem no mundo hoje, há uma parte da alma de Adam HaRishon, de Adão em cada uma delas. Portanto, nós precisamos nos conectar, para que todas estas partes se fundam.

Mas a realização dessa função não é imposta aos oito bilhões, mas ao povo de Israel. Se o povo de Israel se corrigir e unir de acordo com as condições do “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”, todas as nações do mundo serão automaticamente integradas dentro dele.

Isso é especificamente o que Abraão ensinou aos Babilônicos antigos que se juntaram a ele e criaram o povo de Israel. Eles foram escolhidos de toda a humanidade que existia até então, quando pela primeira vez, a quebra, a primeira crise após a quebra de Adão foi descoberta.

Abraão reuniu em torno dele todos aqueles que queriam corrigir o pecado primordial. Estas eram pessoas únicas que ansiavam pela meta da criação, a realização do sentido da vida, e Abraão as ensinou o método de conexão e unidade.

Do Programa da Rádio Israelense 103FM, 20/09/15

Comente