O Bode Emissário

Dr. Michael LaitmanA Torá, Levítico (“Acharei Mot“), 16:21-22: E Arão porá ambas as suas mãos sobre a cabeça do bode vivo, e sobre ele confessará todas as iniquidades dos filhos de Israel, e todas as suas transgressões, e todos os seus pecados; e os porá sobre a cabeça do bode, e enviá-lo-á ao deserto, pela mão de um homem designado para isso. Assim aquele bode levará sobre si todas as iniquidades deles à terra solitária; e deixará o bode no deserto.

Deixar o bode no deserto significa liberar os desejos que ainda são impossíveis de corrigir, ou inadequados para trabalhar em prol da doação. É a base da noção de um bode emissário (expiatório).

O outro bode, o que é morto, simboliza os desejos egoístas de uma pessoa que ainda está no nível animal e que está em processo de ascensão ao nível falante. As pessoas usam este animal como alimento, ou seja, implantam seus desejos em prol da doação.

Pôr ambas as mãos sobre a cabeça do bode vivo significa controlar nossos pensamentos que nós ainda não podemos refinar nem usar em prol dos outros.

Pergunta: O que significa enviá-lo-á (o bode) ao deserto?

Resposta: Do ponto de vista material, o deserto é o lugar onde os bodes selvagens vivem e morrem naturalmente.

Do ponto de vista espiritual, eles significam os desejos que rejeitamos e que são considerados mortos. Matá-los está além de nossas forças, apenas um deserto pode lidar com esta tarefa, porque nós nos proibimos de usar esses desejos, ou seja, nós os enchemos com o vazio que finalmente os mata. E depois há a ressurreição dos mortos, ou seja, os desejos que estão sujeitos à correção são revividos.

A Torá, Levítico (“Acharei Mot“), 16:26: E aquele que tiver levado o bode emissário deve… Isso se refere ao mensageiro que leva o bode longe no deserto e o deixa lá. Em outras palavras, o único que tem que deixar seus mais poderosos e enormes desejos ir. Apenas um sacerdote (Cohen) pode fazê-lo. Se não for um Cohen, apenas um enviado especial pode lidar com esta tarefa. A pessoa que faz isso experimenta enorme tensão interna.

O enviado então retorna e se lava, já que estava conectado às forças impuras, ao deserto. Ele tem de se purificar internamente. Depois ele rejeita todos os desejos e pensamentos que não podem ser usados ​​corretamente, ou seja, quando ele manda para o deserto, ele tem que se limpar. Isso acontece sob a influência da luz de Hassadim que é representada pela água.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 06/03/14

Comente