O Princípio Fundamental Para O Avanço

Dr. Michael LaitmanPergunta: Qual é o princípio fundamental para o avanço?

Resposta: Para entender melhor o que é o trabalho espiritual nós temos que começar pelo fim, o último ponto, o objetivo: a “fusão”. Isso só pode ser alcançado com a influência da Luz Superior.

Ao longo de todo o caminho de sua ascensão espiritual, a correção do seu egoísmo do ponto inicial até atingir a fase da correção final, no início deste caminho (o ponto original da correção do egoísmo) a pessoa tem que perceber que só a Luz Superior tem o poder de corrigi-la.

Em outras palavras, o reconhecimento do mal tem que acontecer dentro de uma pessoa, como é dito: “Eu criei o egoísmo e a Torá para corrigi-lo”; este é o ponto de partida.

É a coisa mais importante, uma vez que faz uma distinção entre pessoas religiosas e Cabalistas.

As pessoas religiosas não observam o mal dentro de si e, portanto, não o corrigem, mas fazem ações que as levam ao paraíso após a morte.

Enquanto que um Cabalista sabe que a possibilidade de revelar a realidade superior é dada a ele somente nesta vida; a morte do corpo não lhe acrescenta nada, porque não há nem paraíso, nem inferno após a morte.

Quando a pessoa recusa quaisquer chances de alcançar a meta por todos os meios que estão disponíveis a ela, mas em vez disso liberta-se para a Luz Superior e começa a confiar somente Nele, isso significa que ela está se aproximando do ponto de partida da escada que nos leva ao Criador.

Mais adiante, ela tem que aplicar um grande esforço para passar por todos os portões e perceber que eles não levam ao mundo superior; essa compreensão lhe permite chegar ao último portão que está sempre aberto, o Portão das Lágrimas, e ela entra.

Antes de atingir esse estado, há muitos truques egoístas que vêm da revelação do mal, do aprendizado, da conquista da sabedoria egoísta, da disseminação, qualquer coisa que substitua a adoração da Luz, um estado que é impossível alcançar por conta própria, e só pode ser alcançado com a ajuda da Luz Superior que corrige e nos eleva ao nível da qualidade de doação.

A realização do mal só pode ser acelerada com a ajuda do grupo. O reconhecimento do mal associado com o nosso egoísmo não deve ser sentido como um desejo regular “para o meu próprio bem”, mas sim como uma compreensão de nossa oposição ao Criador, um estado que nos impede de alcançar a meta.

O grupo, os estudos e a disseminação têm que se unir a fim de iniciar rapidamente o nosso entendimento de que apenas o impacto da Luz Superior vai nos salvar.

Comente