Belo Começo Do Novo Ano

A correção dos desejos quebrados acontece passo a passo, graças às ações da Mãe Superior (Ima Ilaa), Bina do mundo de Atzilut. Um sistema muito complicado trabalha lá, e permite a influência para, eventualmente, atingir as almas. No entanto, por trás de tudo isso, lá age a Luz de Hochma vestida na Luz de Bina, que corrige os desejos, as almas fragmentadas.

Quando oramos, alcançando a Luz de AB-SAG, ou seja, a Luz de Hochma vestida na Luz de Bina, glorificamos a sua beleza (“especial beleza” em aramaico é “Shufrah“). É por isso que há a tradição de soprar uma corneta chamada o Shofar na celebração do Ano Novo.

Ao fazer isso, nós louvamos e proclamamos o governo do Criador, isto é, a supremacia da força que nos controla e conduz, a Luz de Hochma vestida na Luz de Bina, que é chamada de bonita. A Luz de Hochma (sabedoria, beleza) manifesta-se em nós no grau da nossa aspiração a adquirir a propriedade de doação (Bina). É considerado o início do homem (Adão), aquele que se esforça para se tornar semelhante (Domeh) para o Criador.

Isso explica porque um Shofar simboliza um Novo Ano: glorifica o reinado da força superior; é o nosso pedido para a Luz de AB-SAG vir, para nos corrigir, preencher e nos erguer pela escada de correção até ao Rei superior. Todas as correções que prevemos que aconteçam no Novo Ano estão reunidas em um dia chamado de “cabeça do Ano” (Rosh Hashaná), uma vez que potencialmente este dia já contém a tendência que gostaríamos de implementar durante praticamente todo o ano que vem.

Da 1 ª parte da Lição Diária da Cabala 16/09/12, Escritos do Rabash

Comente