Ardendo Com O Trabalho Espiritual

Dr. Michael LaitmanPergunta: Você descreveu muitos obstáculos que uma pessoa encontra quando começa a trabalhar no grupo. Um deles consiste em que eles podem aparecer como oportunidades para uma pessoa; podem parecer muito tentadores e atrativos, capazes de melhorar a sua vida e não interferir com o seu compromisso no trabalho espiritual.

Resposta: Todos eles interferem no trabalho espiritual. Caso contrário não seriam obstáculos. Apenas lhe parece a si que se algo quebra, se algo ocorre, então você tem de o consertar, e então você pode voltar ao trabalho espiritual, mas na verdade é um obstáculo que é especificamente contra o seu trabalho espiritual. Cada um deles!

Pergunta: Se uma pessoa quer lidar com alguns dos seus desejos corpóreos habituais de forma que não a distraiam, então será isso também um obstáculo?

Resposta: Como está escrito, “Se não há farinha, não há Torá”. Devemos criar todo o tipo de condições para a existência, necessárias e suficientes, como na Matemática. Isto significa levar uma vida normal. Hoje, também, isso pode não ser tão simples. Tudo depende no que eu considero suficiente para mim mesmo.

Uma vez perguntei ao Rabash sobre isto, e ele deu-me uma resposta muito interessante, “O nível essencial de autossuficiência é um tal grau que você seria feliz se não houvesse necessidade de lidar com ele”. Isto significa que você seria feliz se não precisasse de comer, beber, dormir, comprar um Chevrolet, ou ir de férias ao Caribe. O nível essencial é aquele com que você está realmente forçado a lidar – forçado – e você não está de modo algum feliz acerca disso uma vez que deve manter a vida deste corpo de forma a elevar-se ao nível seguinte. O que é que você precisa para isso?

Se a mente da pessoa estiver no local certo, ela simplesmente não presta atenção ao que é essencial para ela. Tome um músico ou escritor que “vivem” no seu trabalho. Para qualquer pessoa criativa, criatividade é tudo. Ela não precisa de nada mais!

Não lhe interessa como aparenta e o que come. Ela “arde” com o seu trabalho. Assim, quando você arde com o seu trabalho, então não há necessidade de tal questão.

Da Convenção na Carcóvia “Unir para Ascender” 17/08/12, Lição 2

Comente