A Ocultação Está Escondida Dentro de Mim?

Quando chegar a hora de chegar ao Criador, Ele se revela um pouco para nós, mostrando-nos a Sua bondade. Mais tarde, ele aumenta o nosso egoísmo e faz nos sentir como se ele não fosse bom conosco. Desta forma, o Criador convida-nos a elevar acima do nosso egoísmo e reconhecer que “Tudo é bom, é que eu me sinto mal dentro do meu egoísmo. Se eu conseguir me elevar acima dele, vou ver que está tudo bem”.

Depois disso, o Criador revela mais da sua bondade conosco, que permite que nosso egoísmo cresça ainda mais, e então Ele se esconde por trás dele. Sentimo-nos mal de novo, mas temos que nos elevar mais, além do egoísmo através da “fé acima da razão” e entender que vemos o mal apenas através do nosso ego. Enquanto isso, seu governo é sempre benevolente.

Em outras palavras, o quanto mais alto nos elevarmos, maior será a supressão; mas cada vez que possuímos mais poder de nos elevar acima dos nossos desejos egoístas, percebemos que só existe dissimulação no que diz respeito ao nosso egoísmo. Quando nós fazemos a transição para doação, a supressão desaparece. Para ser mais preciso, a dissimulação não vai realmente desaparecer, mas sim, vamos nos elevar sobre ela.

Todas as fases (dupla ocultação, ocultação simples, e revelação) são criadas por nós contra a simples, contínua luz. Se desejar receber a Luz, temos que nos elevar acima do ego e recebê-Lo sobre a tela, ou seja, em um desejo de doar. Para revelar o desejo de doar dentro de si equivale no mesmo que a revelação do Criador.

No entanto, a ocultação significa falta da revelação do Criador, ou a propriedade de doação. Não sofremos porque não temos a propriedade de doação? Tal sofrimento indica o grau do nosso encobrimento. Então a questão é: a supressão intensifica ou diminuí à medida que evoluímos?

Nós crescemos e a ocultação desaparece gradualmente, o que resulta em mais revelação e menos supressão. No entanto, em termos de qualidade, a ocultação é mais forte e sofremos mais. Eu corrijo parte do meu desejo e, ao tornar-me semelhante ao Criador, alcanço a revelação. Mas em outras partes do meu desejo eu permaneço em ocultação. Isso é onde eu sinto o quanto eu preciso Dele e Ele se esconde de mim porque eu não estou corrigido.

Quanto mais eu me elevo mais a supressão é diminuída. Se apenas 10% da ocultação sobrou, então eu vou sofrer muito mais dentro dos 10%  que eu sofri quando eu estava no fundo dos 99% que foi encobrido de mim. Com a força da revelação dos 90%, a minha “sujeira”, que é quase estéril, parece terrível para mim, porque agora eu vejo que ainda estou em falta. Assim, diminui o nível de ocultação, mas a sensação da sua maldade cresce até que possamos atingir a revelação completa.

Da 3a. parte da Lição Diária de Cabala 6/9/10, Introdução do Estudo das Dez Sefirot.

Material Relacionado:

Luz Infinita Ou Escuridão Infinita?

Comente