Todo Grão de Areia Oculta o Infinito

каббалист Михаэль ЛайтманO Zohar, Capítulo “BeHaalotecha (Quando Subires)“, Item 13: Quão agradáveis são as palavras da Torá, pois em cada palavra existem segredos sublimes, e toda a Torá é chamada de “superior”. Aprendemos que as treze qualidades na Torá, ou seja, tudo o que era uma parte e depois deixou de ser uma parte, não se deteve como para referir-se a si mesma. Pelo contrário, ela se separou para a ensinar sobre o todo ….

Em nosso mundo, nós podemos utilizar a análise e a síntese para dividir o todo em partes separadas e estudar cada parte separadamente. No entanto, o mundo espiritual é como uma imagem holográfica, onde cada parte contém o universo inteiro, atuando como uma peça única em relação ao indivíduo. Portanto, devemos sempre lutar pelo geral.

Mesmo quando alcançamos uma pequena parte, devemos entender que ela contém tudo. A realização espiritual sempre refere-se ao geral, ao lugar da qualidade estudada no sistema geral. Sem estudar o geral, é impossível estudar o particular.

Em seu artigo, “A Futura Geração “, o Baal HaSulam escreve que primeiro devemos criar um estado virtual da Cabalá e, em seguida, um material, que conteria todas as partes da futura estrutura do mundo – um todo em miniatura. Portanto, até mesmo o nosso site na Internet deve ser estruturado como um estado pleno e completo da Cabalá, incluindo tudo que for necessário para a geração da era da correção se comunicar entre si.

Esta será uma pequena parte de uma nova realidade, mas será totalmente plena, sem um único detalhe esquecido. Na verdade, será apenas uma parte da realidade em relação a nós enquanto continuarmos não corrigidos. Mas à medida que nos corrigirmos, essa parte engolirá o mundo inteiro e toda a realidade, e todo o universo entrará nela. Não teremos mais nada a acrescentar. Afinal, no mundo espiritual, cada parte inclui o geral, e somente a nossa visão não corrigida observa-o como uma parte, pois somos incapazes de compreender o todo. Mas nós devemos sempre entender que diante de nós reside o infinito.

Comente