Princípio De Sodoma – Não Ajudar Os Outros Em Nada

120Pergunta: Na Cabalá, cada palavra tem um significado espiritual, já que estamos falando de estados espirituais. Todo mundo conhece as cidades bíblicas de Sodoma e Gomorra. Naturalmente, elas também existiam no mundo corporal. No entanto, gostaria de falar não de consequências corporais, mas sim de raízes espirituais.

Qual é a raiz espiritual do fenômeno de Sodoma e Gomorra? É possível chamá-lo não de fenômeno, mas de estado?

Resposta: Sim, esta é uma condição que cada um de nós possui parcialmente.

Sodoma é um lugar próximo ao Mar Morto, famoso pelo fato de que ali aconteceram eventos descritos nas lendas bíblicas. Nesta cidade, todos os seus habitantes eram obrigados a viver por uma regra: não ajudar os outros em nada. Este é um dos tipos de comunicação entre as pessoas.

Em princípio, entendemos o modo de vida quando as pessoas se comunicam umas com as outras para receber certos benefícios disso para si mesmas, trocando umas com as outras, ou em alguns ciclos de produção, ou em qualquer coisa.

Existe outra abordagem quando eu não toco em você e você não me toca. Em qualquer nível. Você não tem o direito de pedir uma folha de grama, um grão de poeira ou um pedaço de qualquer coisa dos outros; tudo isso é totalmente proibido. Qualquer pessoa que não cumprir esta condição é condenada ao ostracismo, expulsa da sociedade ou imediatamente condenada à morte.

Pergunta: Então, isso era uma lei ou eu dou se quero e não dou se não quero?

Resposta: Sim. Uma pessoa não deveria ter tido isso mesmo em seus pensamentos! Essa é a atitude das pessoas que viviam de acordo com o princípio de Sodoma.

Pergunta: Esse princípio existe até certo ponto em cada um de nós?

Resposta: Não. Se você usá-lo apenas até certo ponto, não é Sodoma. Sua condição é que você não tem o direito de ajudar ninguém em nada. A Bíblia dá um exemplo de tal sociedade.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 07/12/21

Comente