Como Pegar A Sorte Pela Cauda

259.01Pergunta: Alguns psicólogos responderam à pergunta: “Como evitar fracassos?” Eles disseram que os fracassos não podem e não devem ser evitados porque aprendemos com eles. Eles disseram ainda que a frequência com que fracassamos não é o que importa, mas quantas vezes nos levantamos e como reagimos ao fracasso.

Essa é uma boa resposta, mas, afinal, os fracassos quebram algumas pessoas ou as forçam a abandonar a meta, algumas se tornam passivas ou desamparadas e outras caem em depressão. Os fracassos sempre trazem dor. Qual é a abordagem correta para o fracasso?

Resposta: Tudo o que deveria ser será. O que deveria acontecer, acontecerá. Devemos estar prontos para tudo e entender que a vida é assim, tempos bons, tempos ruins.

Pergunta: Isso significa que os momentos ruins são sempre seguidos por momentos bons?

Resposta: Talvez os momentos bons cheguem um pouco, toquem você, mas eles virão. Então os momentos ruins voltam.

Pergunta: Como vou mudar? Não vou mais sofrer e ficar ferido com isso?

Resposta: Não. Estamos dispostos de tal forma que fugimos dos fracassos. Não podemos analisá-los corretamente, reconhecê-los, corrigir algo e nos preparar para algo. Simplesmente não podemos. Nós apenas trabalhamos para fugir deles. Esta é uma ação e filosofia completamente erradas.

Se ligarmos esses dois estados, fracasso e boa sorte, nos tornaremos aqueles que têm controle sobre eles e não seremos fracos de vontade durante os fracassos ou durante os sucessos.

Pergunta: Isto é, eu meio que conecto preto e branco?

Resposta: Sim.

Pergunta: Não considero isso um fracasso?

Resposta: Você se eleva acima de ambos os estados e, portanto, passa por eles facilmente. Precisamos apenas entender o que significa “superá-los”.

Significa superar suas aspirações de vida, parar de perseguir a sorte. Entenda que hoje, agora, você está dentro da própria sorte, já dentro dela.

É como quando os físicos dizem que existem todos os tipos de buracos negros. Então, na verdade, nós mesmos estamos em um buraco negro, em um buraco negro astronômico.

Pergunta: O que está por trás disso?

Resposta: Nada e não precisamos de nada. Relaxe e entenda que você está dentro da natureza. Deixe-a guiá-lo. O principal é se render à natureza.

Pergunta: Estou deixando os remos? Há uma corrente e eu solto os remos?

Resposta: Sim.

Pergunta: Existe uma corrente?

Resposta: Mesmo isso não importa para mim.

Pergunta: Isso é mesmo possível?

Resposta: Se você acredita em uma natureza sábia, excelente, eterna e onipotente, então, em minha opinião, esta é a solução mais razoável.

Além disso, tudo o que você inventa para ir contra ela por conta própria apenas destaca a insignificância, a limitação, a incompreensão, a ignorância e o desacordo com essa grande natureza dentro da qual existimos.

Não resista a nada. Não invente nada. Apenas tente entender o que a própria natureza significa, concorde com ela, apegue-se a ela e você encontrará o componente ideal de sua existência.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 15/11/21

Comente