Os Quatro Tipos De Plantas: Resultados Das Raízes Espirituais

959Pergunta: Usamos quatro tipos de plantas em Sucot. O que são essas ações?

Resposta: Os quatro tipos de plantas vêm do fato de que nosso egoísmo e, em geral, nossos desejos, mesmo os não egoístas, consistem em quatro níveis. Na Cabalá, eles são simplesmente marcados: um, dois, três e quatro.

Se os unirmos, eles se reúnem em um estado chamado Malchut. E se este estado realmente consiste em todas as qualidades anteriores, eles reúnem dentro deles a qualidade de doação e amor, que liga todos os nossos desejos e intenções, e assim nos tornamos como a luz superior.

Quatro tipos de plantas: salgueiro, murta, ramo de palmeira e frutas cítricas são o resultado das raízes espirituais. Os Cabalistas não apenas decidiram que é assim que será, mas viram nelas uma conexão clara com as raízes espirituais que se manifestam em nosso mundo dessa maneira.

O salgueiro, planta que não tem sabor nem cheiro, simboliza a falta de importância para a conexão e o relacionamento correto entre as pessoas. Para nós, não há nada de agradável nelas, nem no coração nem na mente.

A murta não tem gosto, mas tem cheiro. O gosto é uma sensação e o cheiro é o que sentimos com a nossa mente. Entendemos que a unidade, uma boa atitude para com as pessoas, é importante, mas isso não está em nosso coração. O ramo de palmeira (tamareira), ao contrário, tem gosto, mas não tem cheiro. E as frutas cítricas têm gosto e cheiro.

Quando você mantém todos os quatro tipos de plantas juntos, aparentemente deseja atrair a luz superior ao nosso redor para eles. Esta é a manifestação do fato de que seu desejo se torna íntegro, completo e direcionado à doação e, assim, a luz superior entra em você.

De KabTV, “Estados Espirituais” 19/10/19

Comente